Entrar

eCred Ensina: Empréstimo consignado vale a pena?

Veja como funciona:
O empréstimo consignado é muito comum entre aposentados, pensionistas e funcionários públicos, pois nesse tipo de crédito, o valor da parcela é descontado automaticamente do salário, holerite ou benefício do INSS.
Mas será que vale a pena fazer esse tipo de empréstimo? O que pode acontecer se você for demitido ou perder o benefício que recebe? Quais as vantagens e desvantagens? Será que ele é o ideal para você? Aqui, vamos responder a essas perguntas e você saberá se esse tipo de empréstimo atende suas necessidades.

O que quer dizer empréstimo consignado?

Esse tipo de crédito tem uma característica específica e palavra consignado é o que o diferencia de outras formas. Consignado quer dizer que é descontado diretamente do salário ou aposentadoria do contratante. Ou seja, no dia do pagamento, o valor da parcela do empréstimo é deduzido automaticamente.
Isso significa que se você não tiver um bom controle financeiro o empréstimo consignado pode gerar dor de cabeça, pois os juros podem ser altos, o que acaba causando endividamento. Se você tem dívidas em aberto e quer negociar, acesse o Serasa Limpa Nome, negocie sua dívida e limpe seu nome.
Um dado preocupante do Banco Central está ligado ao percentual da renda das famílias brasileiras que é dedicado para pagar parcelas de dívidas. Esse estudo mostra que nos últimos dez anos, as famílias gastam mais de 20% da renda para pagar esse tipo de conta.

Mas para solicitar seu consignado é preciso autorização da IN100

A Instrução Normativa (IN) 100 foi criada pelo Ministério do Desenvolvimento Social para trazer mais segurança e evitar fraudes no empréstimo consignado, pois há muitos casos em que o crédito é concebido sem a autorização do aposentado beneficiário do INSS. Com a IN 100 o empréstimo só pode ser liberado após a autorização por meio de documentos junto a instituição financeira escolhida pelo contratante.

Será que vale a pena pegar um empréstimo consignado?

Qualquer tipo de empréstimo pode ser ou não seu amigo. É importante conhecer bem seu orçamento para não entrar em dívidas que você não consegue pagar.
O empréstimo consignado é um dos modelos mais baratos e simples do mercado, por isso, é comum entre pessoas com carteira assinada, aposentados, pensionistas do INSS e funcionários públicos. Mas é fundamental ter cuidado ao contratar o crédito, conhecer bem o contrato e cláusulas envolvidas.
Com todos os pontos bem esclarecidos, fazer um empréstimo consignado pode te ajudar a realizar sonhos, alcançar objetivos ou até mesmo sair de dívidas. Veja abaixo as vantagens e desvantagens do empréstimo consignado e se ele é bom para você.

Quais são as vantagens do empréstimo consignado?

Confira:

  • As taxas de juros do empréstimo consignado são menores que as de outros tipos de crédito e, por isso, em uma situação de emergência, como a aquisição de um medicamento caro ou conserto de um encanamento em casa, esse crédito é bastante útil.

  • No site do Banco Central você confere as taxas praticadas pelo mercado.

  • A liberação do dinheiro é rápida e sem burocracia, pois o pagamento da parcela é garantido. Para ter maior controle financeiro, o ideal é que suas dívidas não passem de 20% do que você ganha. A regra muda para financiamento de imóvel, que pode chegar a 30%.

  • O prazo para pagamento também é estendido, podendo chegar a 120 meses, em alguns casos.

Preste atenção a estes pontos:

  • A parcela deve sempre caber no seu bolso e não comprometer outros pagamentos já existentes.

  • Se você tem dívidas no rotativo do cartão de crédito ou cheque especial o empréstimo consignado pode te ajudar a quitar essas contas mais rapidamente, pois tem taxas de juros menores.

  • Para quem vai reformar ou iniciar um negócio, o crédito consignado é uma alternativa viável, pois permite financiar materiais e insumos em prazos maiores.

Nunca use crédito consignado nas seguintes situações:

  • Nenhum empréstimo deve ser usado para gastos do dia a dia. Reveja seu orçamento, diminua gastos ou tente aumentar sua renda mensal.

  • Por mais que os juros do empréstimo consignado sejam menores, ele não deve ser usado para fazer investimentos financeiros, pois os juros do consignado são maiores do que o rendimento de aplicações.

  • Não faça empréstimo no seu nome para ajudar amigos e familiares, pois se a pessoa não pagar, a conta fica com você.

Como fica o empréstimo se eu for demitido?
Nesse caso, é importante comunicar imediatamente à credora para que seu empréstimo seja renegociado, redefinindo prazos e formas de pagamento. Além disso, com a interrupção da renda fixa mensal, o consignado passa a ser um empréstimo pessoal comum e os juros podem aumentar.
O INSS e o Procon têm regras para a contratação de empréstimo consignado por pensionistas e aposentados. Antes de contratar, confira as normas e regulamentos.

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.