Entrar

Empréstimo consignado para negativado: como fazer e onde conseguir?

Saiba como fazer empréstimo para negativado, quais bancos oferecem essa opção e entenda quando essa alternativa vale a pena.

Foto Vanessa colunista
Atualizado em: 21 de março de 2022.

A procura por empréstimo com nome sujo – ou empréstimo consignado para negativado – faz parte da realidade de muitos consumidores. Atualmente, mais de 62 milhões de brasileiros estão inadimplentes e enfrentam dificuldade de acesso a crédito, inclusive para quitar as dívidas atrasadas e sair do vermelho.

Para aprovar qualquer modalidade de crédito, as instituições costumam avaliar o perfil financeiro do solicitante e investigar, inclusive, se ele tem dívidas negativadas. Com essas informações, elas podem mensurar o nível de risco envolvido na operação e definir as taxas de juros e condições de pagamento que serão aplicadas – além, é claro, de decidir se vão liberar ou não o valor solicitado.

Neste conteúdo, vamos explicar como funciona essa dinâmica e tirar todas as suas dúvidas sobre como fazer empréstimo consignado com nome sujo. Confira, a seguir.

É possível fazer empréstimo para negativado?

Vamos direto ao ponto: sim, é possível fazer empréstimo com nome sujo. No entanto, as ofertas de consignado para negativados disponíveis no mercado são reduzidas e as condições de pagamento oferecidas pelas instituições financeiras não costumam ser tão interessantes.

Quando um consumidor faz uma solicitação de empréstimo, o banco ou instituição financeira avalia basicamente três questões para decidir se irá liberar ou não o crédito:

• A renda mensal do solicitante, que define a sua capacidade de pagamento;
• O relacionamento do consumidor com a instituição financeira (serviços contratados e pontualidade nos pagamentos);
• O perfil financeiro do cliente (histórico de dívidas, situação do CPF e pontuação de crédito).

Ao identificar uma dívida atrasada ou negativada em nome do consumidor, a instituição financeira entende que emprestar dinheiro para ele é arriscado. A partir daí, ela pode seguir dois caminhos.

O primeiro é não liberar o crédito solicitado para evitar o risco de calote. A segunda é aprovar o pedido, mas com algumas restrições: valores mais baixos, prazo para pagamento mais curto, maiores taxas de juros ou exigência de garantias.

Onde conseguir empréstimo consignado com nome sujo?

Algumas instituições financeiras anunciam linhas exclusivas de empréstimo para negativado. Nessas empresas, é mais fácil conseguir a liberação do crédito. Mas, isso não significa que você vai encontrar as melhores opções de pagamento nesses lugares.

Outros bancos e financeiras também podem aprovar pedidos de consignado com nome sujo, já que, como citamos, outros critérios também são avaliados e podem favorecer o consumidor.

Se o valor do empréstimo solicitado for considerado pequeno em relação à renda mensal do solicitante, por exemplo, o risco de inadimplência é menor e as chances de aprovação aumentam.

Se o consumidor está negativado, mas já utiliza outras modalidades de crédito em determinada instituição financeira e paga esses recursos em dia – como o cartão de crédito, por exemplo –, a probabilidade de ser aprovado também é maior.

Outra alternativa é solicitar um empréstimo com garantia. Como o próprio nome sugere, nesta modalidade o consumidor precisa apresentar um bem como garantia de pagamento do crédito.

No Brasil, as modalidades mais conhecidas são o empréstimo com garantia de imóvel (também conhecido como refinanciamento imobiliário ou home equity), empréstimo com garantia de veículo e o empréstimo consignado, descontado diretamente da folha de pagamento. Neste caso, a garantia para a instituição financeira é o próprio salário do colaborador que solicita o empréstimo.

Empréstimo consignado: como contratar?

Existem vários tipos de empréstimo, mas um muito conhecido é o consignado. Como citamos acima, o empréstimo consignado é uma forma de crédito onde as parcelas do empréstimo são descontadas diretamente na folha de pagamento do contratante.

Isso significa que ao tomar esse tipo de crédito, você receberá o valor do salário menos esse desconto. Essa modalidade garante o pagamento do crédito e por isso é uma opção para quem está negativado.

É importante saber que só podem contratar esse tipo de empréstimo pessoas que atendam às seguintes condições:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;

  • Servidores públicos;

  • Pensionistas de órgãos municipais, estaduais e federais, militares ou pensionistas das Forças Armadas;

  • Funcionários de empresas privadas que tenham convênio com alguma instituição financeira que ofereça crédito;

Assim mesmo com nome sujo, o consignado para negativado é uma opção viável e atrativa. No vídeo, explicamos tudo sobre o empréstimo consignado.

Como conseguir um crédito consignado para negativado?

Não tem outro jeito: para conseguir um empréstimo consignado para negativado e tentar driblar as altas taxas envolvidas nesse tipo de operação, é preciso fazer pesquisas em diferentes instituições financeiras e descobrir qual delas oferece as melhores condições de pagamento.

A boa notícia é que você não precisa entrar em contato com todas as empresas. No Serasa eCred, você pode fazer simulações de consignado com nome sujo gratuitamente, quantas vezes quiser, sem precisar sair de casa e sem dor de cabeça. A plataforma de crédito da Serasa pesquisa, compara e recomenda as melhores ofertas de crédito disponíveis no mercado para você. Basta seguir estes passos:

  1. Acesse o site do Serasa eCred ou baixe o aplicativo da Serasa, disponível no Google Play e na App Store.

  2. Faça seu cadastro e, em seguida, entre com seu CPF e senha.

  3. Preencha os dados solicitados. Eles serão utilizados para encontrar as melhores ofertas para o seu perfil e necessidades.

  4. Faça a simulação. Se houver uma oferta de empréstimo com nome sujo disponível para você, ela aparecerá na tela.

  5. Confira os detalhes das ofertas apresentadas, escolha a melhor opção e faça a solicitação. Aí é só aguardar a resposta da instituição financeira parceira, responsável pela análise de crédito e aprovação do pedido.

Vale a pena fazer empréstimo consignado para negativado?

Depois de descobrir como conseguir um empréstimo consignado para negativado e saber quais instituições financeiras oferecem essa modalidade, é hora de avaliar se essa é realmente uma alternativa interessante.

Para chegar à resposta, é preciso considerar: a finalidade de uso do empréstimo e as suas condições de pagamento. Para tomar essa decisão leve em consideração os pontos abaixo.

Avalie seu orçamento pessoal

Com nome sujo ou não, o consumidor precisa analisar o orçamento para entender se tem condições de pagar um empréstimo. Afinal, esse recurso deve servir para ajudar e não para se transformar em mais um problema financeiro. Para quem está negativado, a cautela deve ser ainda maior.

Isso mesmo quando o valor é descontado diretamente do salário, evitando atrasos e multas. Nesse caso, é preciso pensar se o restante é o suficiente para arcar com todas as suas contas e despesas. Assim você evita fazer outras dívidas.

Defina finalidade do empréstimo

Antes de fazer um empréstimo com nome sujo, avalie, também, como esse dinheiro será usado. Em alguns casos, o consumidor aproveita esse recurso para refinanciar suas dívidas, ou seja, negociar todas as dívidas atrasadas/negativadas e quitá-las com o valor do empréstimo para conseguir desconto.

Assim, é possível limpar o nome e trocar várias dívidas caras por apenas uma, mais barata. Mas, atenção: para que o empréstimo valha a pena, as taxas de juros devem ser menores que as aplicadas na sua dívida atual. Neste caso, o empréstimo com nome sujo pode funcionar como um grande aliado para colocar as finanças em dia.

Organize suas finanças

Outro passo importante para seguir ao solicitar um empréstimo estando com o nome sujo é organizar as finanças pessoais. É importante ter hábitos financeiros que possibilitem que você viva sem dívidas. Então, além de usar o valor do empréstimo para quitar as pendências, aproveite para se organizar para não contrair mais dívidas.

Leia também | Como fazer acordo para limpar o nome pela Internet?

Os especialistas em finanças pessoais recomendam que, ao pegar um empréstimo, o consumidor nunca faça parcelas que comprometam mais de 30% da sua receita mensal. Estabelecer esse limite é importante para que, mesmo nos meses mais complicados, você consiga honrar esse compromisso.

Ao comparar ofertas de crédito consignado para negativado, observe os valores das parcelas e escolha o que realmente cabe no bolso.

Agora que você já sabe tudo sobre o consignado para negativados, é hora de procurar a melhor oferta para o seu caso. Acesse o Serasa eCred agora mesmo e faça uma simulação!

Lá você encontra opções de diversos parceiros do Serasa para comparar e tomar a melhor decisão.

Leia também | Serasa eCred: o que é e como usar?

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.