Entrar

Você sabe como funciona o Saque-Aniversário do FGTS?

O Saque-Aniversário é mais uma oportunidade de resgate das contas do FGTS e o trabalhador pode requerer a retirada uma vez ao ano

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 10 de março de 2022.

Entenda como funciona o Saque-Aniversário, que permite utilizar o FGTS uma vez por ano.

Todo trabalhador precisa ficar por dentro dos seus direitos, e um deles é o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Neste artigo, vamos explicar como funciona o Saque-Aniversário e como usar o benefício com esse recurso.

O Saque-Aniversário é apenas uma das modalidades para receber o valor acumulado na sua conta do FGTS. Criado em 2019, quem nunca utilizou pode ainda ter algumas dúvidas. Quer entender tudo sobre o que é o FGTS e como funciona o Saque-Aniversário? Continue a leitura!

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um benefício assegurado a todo trabalhador brasileiro que tem um vínculo de emprego em regime CLT.

Ele corresponde a 8% do valor do salário, que devem ser recolhidos mensalmente pelo empregador. No holerite, o profissional pode conferir a quantia exata que é descontada do pagamento. Mas você sabe para onde vai esse dinheiro?

O valor é depositado em uma conta especial na Caixa Econômica Federal. Por isso, a cada ano, você acumula aproximadamente o valor de um salário integral.

O objetivo do FGTS é proteger o trabalhador que é demitido sem justa causa, funcionando como uma espécie de reserva financeira para essas ocasiões. Ele pode ser usado, por exemplo, quando o profissional atravessa dificuldades de sustento enquanto busca um novo emprego.

Além disso, as regras para o saque do FGTS também permitem que ele seja usado em outras situações. É possível utilizá-lo para comprar a casa própria ou pagar tratamentos de saúde, em alguns casos.

Veja todos os casos, regras FGTS da Caixa Econômica Federal e documentos necessários.

Novo saque emergencial FGTS

Um novo saque emergencial FGTS acaba de ser anunciado. Na última quinta-feira (17), o governo federal divulgou a informação da liberação do saque de até R$ 1 mil por trabalhador que tenha saldo disponível nas contas ativas ou inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A previsão é que cerca de 42 milhões de pessoas sejam contempladas com o benefício, que será pago entre 20 de abril e 15 de junho (confira, mais adiante, o calendário detalhado com a data do seu pagamento).

O que é o Saque-Aniversário do FGTS?

Para saber como funciona o Saque-Aniversário, é preciso entender primeiro o que ele é.

Existem várias modalidades de saque do FGTS. Uma delas é o Saque-Aniversário. Ele permite que o trabalhador retire uma parte do saldo das contas do FGTS, todos os anos, no mês do seu aniversário. Assim, não é preciso completar os requisitos exigidos nas outras modalidades de saque para ter acesso ao valor do benefício.

No entanto, vale lembrar que o trabalhador não pode retirar o dinheiro todo de uma única vez. Ao ser demitido sem justa causa, por exemplo, o profissional pode usar todo o saldo disponível em conta, mas no Saque-Aniversário apenas uma parte do valor é liberada.

Como funciona o Saque-Aniversário?

Você já sabe o que é essa modalidade, mas como funciona o Saque-Aniversário do FGTS na prática?

Para ter acesso a esse recurso, o trabalhador precisa escolher essa opção, que é opcional. Ele pode fazer isso acessando o aplicativo oficial do FGTS, o site do FGTS ou o Internet Banking da Caixa Econômica Federal. Também é possível fazer a opção diretamente nas agências da Caixa.

Quem não escolhe o Saque-Aniversário continua na modalidade do Saque-Rescisão. Com ela, o trabalhador só pode ter acesso ao FGTS ao ser demitido sem justa causa. Caso o vínculo de emprego seja encerrado de outra forma — como um pedido de demissão —, será preciso esperar três anos para que os valores do FGTS possam ser retirados.

Ao optar pelo Saque-Aniversário, o trabalhador poderá retirar uma parte dos fundos da conta do FGTS todos os anos. O período para realizar o saque começa a partir do 1º dia útil do mês do seu aniversário até o último dia útil do segundo mês subsequente à aquisição do direito de saque. Ficou confuso? Vamos a um exemplo.

Suponha que um trabalhador faça aniversário em 20 de maio. Sua aquisição do direito de saque é no mês de aniversário; ou seja, a partir do 1° dia útil de maio ele já pode realizar o saque na modalidade aniversário.

O saque pode ser realizado até o último dia útil do segundo mês subsequente. Portanto, esse trabalhador poderá realizar o saque até o último dia útil de julho. Na prática, então, o período de saque dura três meses.

Você também precisa saber o quanto poderá sacar a cada ano. O valor depende do saldo da conta. Para cada faixa de saldo, é possível sacar um valor percentual e mais uma parcela fixa. Veja as faixas e valores abaixo.

Antecipação do Saque-Aniversário

Talvez seja novidade, mas saiba que, até o início de fevereiro de 2022, o trabalhador podia antecipar até 3 anos do seu Saque-Aniversário.

A partir da segunda metade de fevereiro de 2022, o limite de antecipação aumenta para 5 parcelas.

A antecipação funciona como um empréstimo e a garantia de pagamento é o próprio saldo do FGTS do trabalhador. Para isso, a Caixa cobra um juro mensal de 1,49% mensais. O valor mínimo passa para R$ 500 e o saque mínimo passa a ser de R$ 300.

Como usar o benefício do FGTS?

Quando você tem acesso ao valor de um benefício, precisa refletir sobre a melhor maneira de usá-lo.

Pode parecer uma boa ideia, à primeira vista, usar seu FGTS para a compra de algo que você não tinha condições de adquirir antes, como, por exemplo, para trocar o carro ou pagar uma viagem. Porém, você só deve gastar este recurso desta maneira se a sua vida financeira estiver completamente organizada.

Então, nada de tomar decisões por impulso. A decisão mais inteligente é sempre usar o FGTS, assim como qualquer outro benefício, para colocar as contas em dia.

Priorize o pagamento de dívidas atrasadas ou negativadas, para que os juros não transformem essas contas em uma bola de neve. No Serasa Limpa Nome, você pode consultar e negociar suas dívidas em até três minutos e com até 90% de desconto. Vale a pena conferir.

Com as dívidas pagas, a segunda prioridade deve ser a formação de uma reserva de emergência. Ela é indispensável para a sua segurança financeira, porque permitirá reduzir o impacto de imprevistos no seu bolso, como uma despesa médica inesperada ou a necessidade de algum reparo urgente em casa, por exemplo.

Agora que você já sabe como funciona o Saque-Aniversário do FGTS, que tal conferir algumas dicas de finanças para cuidar ainda melhor do seu dinheiro?

Navegue no Blog da Serasa, seu portal de educação financeira.

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.