Em fevereiro deste ano, o presidente Jair Bolsonaro manifestou a intenção de ampliar o Bolsa Família 2021. A ideia é contemplar com o benefício do programa famílias desassistidas com o fim do Auxílio Emergencial, criado para conter os efeitos da crise econômica agravada pela pandemia.

No entanto, alguns meses após este pronunciamento, o Brasil atravessa um aprofundamento da crise sanitária. Isso levou o governo a prorrogar o Auxílio Emergencial em mais quatro parcelas. Desta forma, as mudanças previstas para o Bolsa Família 2021 foram adiadas.

Mesmo assim, a Secretaria do Tesouro Nacional garante que há recursos disponíveis para a ampliação do programa. Segundo o órgão, há um orçamento de gastos de R$ 34,8 bilhões em 2021. Esse montante seria suficiente para aumentar em um milhão o número de famílias beneficiadas.

E, embora ainda não se saiba qual será o novo formato do Bolsa Família 2021, algumas mudanças já vêm sendo implementadas. Neste artigo, listamos quais são elas, além de especificar quais são as regras para quem deseja acessar o benefício neste ano.

Bolsa Família 2021: o que mudou em relação ao pagamento?

A primeira grande mudança referente ao Bolsa Família 2021 diz respeito à forma de pagamento do benefício. Para quem não é correntista da Caixa, o banco criou, automaticamente, uma poupança digital em nome do responsável pela família.

Esse recurso vem para substituir o Cartão Social, tradicionalmente utilizado pelos beneficiários ao longo dos últimos anos. A propósito, a Conta Digital Caixa criada tem a mesma senha do antigo cartão, para facilitar o acesso de quem não é correntista do banco.

A conta pode ser acessada pelo app CAIXA Tem para:

  • Realizar compras no débito virtual;
  • Pagar boletos;
  • Pagar contas como água, luz e telefone;
  • Fazer transferências e saques sem cartão nos caixas eletrônicos e nas lotéricas,
  • Realizar transações via Pix.
  • Mesmo que cada beneficiário receba um novo cartão magnético de sua Conta Digital Caixa, o antigo cartão Bolsa Família ou o Cartão Cidadão também permitem a realização de saques em sua conta poupança via casas lotéricas.

    Como funciona a Poupança Caixa Fácil?

    A própria Caixa Econômica Federal define a Poupança Caixa Fácil como uma conta simplificada, com limite de saldo e movimentação mensal de R$ 3.000,00.

    De acordo com a instituição financeira, a conta possui um cartão magnético que possibilita fazer compras, depósitos, saldos, transferências e muito mais. Além disso, a conta Poupança Caixa Fácil pode ser movimentada por meio do Internet Banking Caixa.

    Como se inscrever no Bolsa Família 2021?

    O método de cadastro no programa Bolsa Família não foi alterado. O responsável pela família deve buscar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de seu município — ou outra estrutura administrativa designada para o cadastramento — e solicitar sua inscrição.

    Depois de concluir a inscrição, as famílias passam por uma triagem realizada pelo sistema informatizado do Ministério da Cidadania, que identifica se os candidatos ao benefício cumprem as regras para recebê-lo e se estão com as informações atualizadas no Cadastro Único — CadÚnico. A aprovação ainda fica condicionada ao teto orçamentário do município para custeio do programa.

    De acordo com o governo, o programa é destinado a famílias extremamente pobres, cuja renda mensal por pessoa é de até R$ 89,00, e pobres, cuja renda mensal por pessoa está entre R$ 89,01 e R$ 178,00.

    As famílias pobres participam do programa desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

    Documentos necessários para cadastro no Bolsa Família 2021

    No ato do cadastro no Programa Bolsa Família, serão exigidos do candidato os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de identidade;
  • Cadastro de pessoa física (CPF);
  • Carteira de trabalho;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de residência;
  • E para os dependentes: certidão de nascimento e RG.
  • Critérios para se manter no Bolsa Família 2021

    Além de obedecer aos critérios de renda e tipo de composição familiar, é preciso cumprir algumas obrigações para continuar no cadastro do Bolsa Família 2021. Veja quais são elas:

  • No caso de existência de gestantes na família, é obrigatório que elas compareçam às consultas de pré-natal, conforme calendário sugerido pelo Ministério da Saúde;
  • Participação em atividades educativas ofertadas pelo Governo, sobre aleitamento materno e alimentação saudável, no caso de inclusão de nutrizes (mães que amamentam);
  • Manter em dia o cartão de vacinação das crianças de 0 a 7 anos;
  • Acompanhamento da saúde de mulheres na faixa de 14 a 44 anos;
  • Garantir frequência mínima de 85% na escola, para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, e de 75%, para adolescentes de 16 e 17 anos.
  • Qual é o valor do benefício do Bolsa Família 2021?

    O Bolsa Família 2021 conta diferentes categorias de benefício. Veja quais são elas:

  • Benefício Básico: famílias em situação de extrema pobreza – R$ 89,00 mensais;
  • Benefício Variável: famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças ou adolescentes de 0 a 15 anos – R$ 41,00 para cada familiar, podendo acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00;
  • Benefício Variável Jovem: famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza e que tenham em sua composição adolescentes entre 16 e 17 anos – R$ 48,00 por mês, podendo acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 96,00;
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza: famílias em situação de extrema pobreza. Cada família pode receber um benefício por mês – o valor é calculado a partir da renda da família.
  • Agora que você já sabe todas as informações sobre o Bolsa Família 2021, a Serasa tem mais um dica para você: aproveite o valor de seu benefício de maneira consciente, para atender às necessidades básicas da sua casa ou colocar o orçamento doméstico em dia.

    No Serasa Limpa Nome, você consulta a situação do seu CPF e, se tiver dívidas em atraso, pode conseguir ofertas para negociar os débitos com até 90% de desconto. Acesse a plataforma agora mesmo e confira as condições de negociação disponíveis para você.

    Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

    Consultar agora