Entrar

Dívida do Inter: saiba como consultar e negociar

Tem uma dívida do Inter? Saiba como consultar e pagar esse débito pela plataforma Serasa Limpa Nome com até 90% de desconto.

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 05 de agosto de 2022.

Todos nós sabemos como uma dívida pode atrapalhar a vida de alguém, portanto, planejar-se e se organizar para quitar os débitos deve ser um tema tratado com seriedade e disciplina no planejamento financeiro. Se você tem alguma dívida do Inter, temos uma boa notícia pra você: vamos te ensinar a negociar, conhecer os tipos de pendências existentes com esse e outros bancos e se organizar financeiramente para ter uma vida equilibrada e saudável.

Segundo o Mapa da Inadimplência feito pela Serasa em maio de 2022, o Brasil tem mais de 66 milhões de inadimplentes atualmente, sendo que a maior parte dessas dívidas – 28,18% – são com bancos e cartões de crédito. Hoje, as famílias brasileiras endividadas se equilibram entre dívidas e despesas do mês, a um passo do superendividamento.

Conheça o Inter e contas digitais

Com origem em Belo Horizonte, o Banco Inter começou como uma financeira, a Intermedium, fundada em 1994. Após algumas idas e vindas com segmentos de crédito ao mercado, em 2014 a empresa lançou o Banco Inter – Conta Digital. A ideia era uma conta corrente totalmente gratuita, uma tendência dos bancos digitais à época. Hoje, o Inter conta com cerca de 13 milhões de correntistas pessoa física e um milhão de contas pessoa jurídica (empresas), sendo a maioria dos clientes possuidores de um cartão de crédito.

Em abril de 2016, o Banco Central publicou a resolução número 4.480, que facilitou a abertura de contas-corrente em bancos digitais, sem a necessidade de agências físicas. O brasileiro prontamente adotou o modelo das contas digitais, que oferecem um serviço totalmente online e, muitas vezes, gratuitos – com inúmeras ofertas de crédito, sem uma análise real dessa oferta.

Com uma oferta massiva de crédito no mercado sendo oferecida a uma população que não tem educação financeira, o que tem se visto na atualidade é o grande problema do endividamento. É preciso ter cuidado. No Brasil, um levantamento realizado junto aos bancos registrou um número de mais de 80 milhões de contas nos maiores bancos digitais.

Todo esse cenário prejudica as próprias instituições financeiras, que emprestam sem receber de volta, fazendo com que o crédito seja oferecido a taxas de juros cada vez mais altas, e prejudica também à população que, na hora de pegar um empréstimo ou um financiamento, acaba pagando juros altos.

Como saber o valor da minha dívida com o Inter?

Este é o primeiro passo. Na página do Serasa Limpa Nome, informe o seu CPF para que a plataforma localize sua dívida. Após isso, você verá todas as suas pendências financeiras e na plataforma.

O que acontece se as parcelas do FIES não forem pagas?

Se você acabou se endividando com o cartão de crédito Inter ou com o cheque especial oferecido por ele, não se preocupe, pois há como se organizar e quitar essa dívida com o banco.

Além de fazer a consulta, no Serasa Limpa Nome você pode renegociar a dívida com o Banco Inter tendo até 90% de desconto. Também é possível consultar e quitar débitos com outros bancos, universidades, operadoras de telefonia e lojas.

Na plataforma, dá para conferir as ofertas oferecidas para a quitação imediata ou a negociação da dívida. De acordo com o próprio Banco Inter, eles oferecem uma negociação transparente, segura e personalizada com quem está endividado. Você deve acessar a plataforma de negociação e seguir os passos informados.

Se você tem dívidas com o Inter que vão além do cartão de crédito e do cheque especial, não se preocupe. É possível negociar todas as dívidas, mas atenção: para cada débito, você deve montar uma proposta de acordo diferente. Não perca tempo, quanto mais tempo durar a dívida, mais prejuízos ao seu orçamento ela trará.

Após o acordo, não havendo outras dívidas, o banco tem até 5 dias úteis para “limpar” seu nome. O pagamento pode demorar um pouco para ser reconhecido pelo sistema, por isso, não se preocupe se, após emitir os boletos do acordo e pagá-los, a dívida permaneça como ativa no sistema. Isso é uma questão de tempo que rapidamente será resolvida.

Assista | Quitar dívidas: como negociar suas dívidas online - Serasa Ensina

Educação financeira: comece já a se organizar

É claro que ninguém gostar de ficar endividado, mas os números que mencionamos sobre o endividamento do brasileiro são assustadores. Para evitar a situação e não cair no vermelho, é preciso ter uma boa base de educação financeira e organização do orçamento, evitando assim os riscos do endividamento.

Então que tal aprender um pouco sobre como organizar sua vida financeira? Para elaborar e manter o planejamento, é preciso esforço, mas todo esse esforço será recompensado quando você aprende a lidar com o seu dinheiro.

Passe a controlar tudo o que entra de dinheiro na sua conta, distribuindo em categorias que vão compor o seu orçamento: moradia, saúde, alimentação, educação, lazer, transporte, etc. À primeira vista, pode parecer muito complexo, mas não é. Na verdade, é simples, porém exige disciplina, comprometimento e constância.

Práticas como registrar suas despesas e receitas, identificar prioridades e gastos desnecessários no orçamento mensal, definir um objetivo e estabelecer metas são importantes para que você construa sua uma vida financeira sólida, sempre pagando as contas em dia. Defina também um “teto” de gastos para cada categoria e se policie para se manter dentro dele, sem ultrapassá-lo.

Tenha em mente quais são suas dívidas

Um ponto importantíssimo aqui é, também, ter conhecimento detalhado de todas as suas dívidas. É importante consultá-las, organizá-las, colocá-las em ordem de prioridade e partir para a negociação junto aos credores. E como já falamos, você pode fazer tudo isso sem sequer sair de casa, negociando pela página do Serasa Limpa Nome.

Uma outra forma de manter em dia o orçamento e garantir um dinheiro a mais para te ajudar a quitar suas dívidas, é procurar fazer uma renda extra. Já pensou no assunto? A pandemia da COVID-19 deixou muitos brasileiros em situação financeira delicada, mas também fez surgir diversas oportunidades de trabalho em casa, garantindo assim uma renda extra para ajudar no orçamento. E essa renda extra pode ser um ponto de partida para um recomeço.