Entrar

Empréstimo para construção: será que vale a pena?

Financiamento especial ou linha de crédito pessoal? Descubra como utilizar e ter acesso ao empréstimo para construção!

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 31 de março de 2022.

O empréstimo para construção é uma alternativa para quem tem o sonho de construir a casa própria ou fazer uma reforma.

O sonho de comprar o próprio imóvel é algo muito cultural no Brasil. Segundo o Instituto Datafolha, ter a casa própria é um sonho para 87% da população. E para 95% das pessoas, a casa é o seu local favorito.

O que é empréstimo para construção?

O empréstimo para construção é como um empréstimo pessoal ou um cartão de crédito.

Você paga o valor acordado por mês e assim vai quitando sua dívida com o banco! Mas, atenção a um detalhe importante: nessa modalidade de crédito, você pode usar o valor proposto somente para gastos relacionados a obra.

Isto é, com o empréstimo, você pode comprar materiais de obra, contratar profissionais, alugar equipamentos e tudo que for preciso para reformar ou construir o seu imóvel.

Porém, antes de realizar o empréstimo para construção, é importante ter um bom planejamento financeiro para garantir o pagamento das parcelas e realizar o seu sonho sem problemas!

As regras relacionadas ao empréstimo são sempre informadas no momento do contrato. Leia atentamente para evitar problemas!

Aprenda como reformar a casa sem gastar muito!

Como conseguir um empréstimo para reforma ou construção

Assim como nas outras modalidades, para conseguir um empréstimo para reforma ou construção, será necessário passar por diversas etapas de análise, onde a instituição financeira entenderá se vale a pena conceder o crédito.

Passo 1 — Análise de crédito:

Aqui o banco consulta o seu perfil financeiro para entender se você tem o “nome limpo”, quanto recebe por mês, se terá condições de pagar o valor devido, quais são seus hábitos de pagamento, o seu Score etc.

Para pedir um financiamento para construção, o ideal é ter o nome limpo. Alguns bancos até aceitam emprestar dinheiro para quem tem pendências no CPF, mas as taxas geralmente são muito mais altas.

Consulte agora o seu Score gratuitamente.

Além disso, também é importante comprovar sua renda para que o banco possa realizar a análise. Para isso, será preciso disponibilizar uma série de documentos como:

• Documento de identidade (RG ou CPF);
• Comprovante de renda;
• Comprovante de residência;

O comprovante de residência que pode ser usado varia de acordo com a instituição. No geral, são aceitos:

  • Contas de água;

  • Contas de luz;

  • Contas de telefone celular;

  • Contas de telefone fixo;

  • Contrato de aluguel, desde que tenha sido reconhecido firma em cartório;

  • Declaração do Imposto de Renda recente;

  • Carnê de cobrança de IPTU;

  • Conta de TV por assinatura;

  • Conta de internet;

  • Contas de gás canalizado;

  • Fatura de cartão de crédito;

  • Escritura de imóvel;

  • Carnê de cobrança do IPVA;

  • Contracheque, desde que tenha sido emitido por órgão público;

  • Demonstrativos que tenham sido enviados pelo INSS ou SRF;

  • Extrato do Fundo de Garantia enviado pela Caixa Econômica Federal;

  • Registro de Licenciamento de veículos;

  • Documento que comprove o financiamento imobiliário.

Passo 2 - Proposta da financeira:

Após ter todas as suas informações em mãos, o banco entrará em contato para liberar uma nova opção de crédito para você. Neste passo, você será informado das taxas de juros e o valor máximo que poderá ter como crédito.

Sempre avalie qual é o prazo de parcelamento que se encaixa na sua situação financeira. É importante ter a certeza de que o valor da parcela mensal cabe em seu orçamento, para não estourar as contas e acabar no vermelho.

Passo 3 - Assinatura do contrato:

No último estágio, você precisa assinar o contrato de empréstimo. Leia atentamente as cláusulas do contrato, especialmente como e para que o crédito pode ser usado. Após a assinatura, o valor do crédito é depositado diretamente na sua conta.

Qual a melhor opção de empréstimo construção?

O melhor empréstimo para construção é aquele que oferece o valor que você precisa para realizar a sua obra com os juros mais em conta para o seu bolso. Por isso, para decidir qual a melhor oferta, é necessário comparar propostas de diversas instituições.

Confira as principais instituições que oferecem a modalidade de empréstimo para construção:

• Banco Inter – ConstruCasa
• Santander – UseCasa
• Creditas – Empréstimo para Construção
• Bradesco – Crédito imobiliário para construção
• Caixa Econômica Federal – construção em terreno próprio
• Banco do Brasil – Crediário para aquisição de material de construção
● Itaú — Financiamento Construção Itaú (crédito imobiliário).

Há várias opções de empréstimo para reforma e construção no mercado. Lembre-se de sempre comparar as taxas, prazos e regras.

Sempre vale a pena realizar simulações para um empréstimo pessoal também. Dependendo do prazo que você precisa, a instituição financeira pode oferecer uma opção melhor nesta modalidade.

Precisa de uma simulação? Use o Serasa eCred para consultar as melhores opções de empréstimo.

Faça uma boa análise do seu planejamento financeiro pessoal antes de realizar a contratação de um empréstimo. Pegar dinheiro emprestado pode ser uma boa solução para adiantar um sonho, desde que você tenha o orçamento necessário para honrar com esse compromisso!

Tome cuidado para não realizar empréstimos que comprometam demais a sua renda. O ideal é a parcela não superar 20% do seu salário. Veja o quanto você pode comprometer no seu caso!

Afinal, além da parcela para construção, você ainda continuará gastando com: aluguel, transporte, mercado, contas básicas, parcelas no cartão de crédito, lazer, escola e por aí vai. O planejamento é a chave para que tudo aconteça da melhor forma.

Se você gostou desse artigo e quer mais dicas que ajudarão a conquistar a renda para realizar seus sonhos, não deixe de acompanhar as novidades no Blog Serasa!