Entrar

O que é lockdown: existe possibilidade de uma nova medida?

Entenda definitivamente o que é lockdown e quais são os riscos de voltar a enfrentar medidas mais restritivas no Brasil

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 26 de julho de 2022.

Antes da pandemia do coronavírus, a maioria das pessoas sequer tinha ouvido o termo lockdown. Hoje, passados dois anos do primeiro confinamento social, é difícil encontrar quem não saiba o que é lockdown e seus efeitos.

O lockdown foi uma medida adotada pelos governos de vários países para tentar conter a circulação do vírus da covid-19, visando minimizar o número de contaminações e, consequentemente, de novas vítimas.

Neste texto, vamos explicar o que é lockdown, como a medida foi adotada, quais foram (e continuam sendo as consequências) e se existe possibilidade de ser instituído novamente no Brasil.

O que significa lockdown?

Lockdown significa “trancar portas”. E foi exatamente pelo seu significado que o termo começou a ser utilizado quando se iniciaram as primeiras medidas de restrição de circulação no país, em março de 2020, tendo como principal objetivo minimizar o número de pessoas circulando nas ruas, no comércio e nos ambientes de trabalho.

A medida foi adotada por diversos Estados, exigindo inclusive o fechamento temporário de algumas atividades econômicas. Dessa forma, a maior parte das empresas passou a operar em regime home office, quando os colaboradores desenvolviam suas atividades de forma remota, de casa, sem precisar se deslocar.

Lockdown e quarentena são diferentes

A quarentena é marcada por um isolamento social. Pode ser mais branda, quando se isola apenas pessoas de um determinado grupo de risco, permitindo que o restante da população desenvolva suas atividades normalmente, observando regras de higiene, ou mais severa, quando envolve o fechamento de escolas e estabelecimentos, a proibição de aglomerações e até mesmo a paralisação de atividades consideradas não-essenciais.

A quarentena é um tipo de isolamento que não desencadeia um bloqueio radical das atividades na cidade. Ela visa apenas reduzir o fluxo de pessoas circulando.

Lockdown é um bloqueio na circulação das pessoas, que ocorre para todos, sendo liberada a circulação somente de profissionais que atuam em atividades totalmente essenciais, como os de profissionais de saúde, bombeiros e funcionários operacionais de empresas de saneamento.

Portanto, todos aqueles que atuam em comércio varejista e atividades consideradas não-essenciais devem trabalhar à distância, para que não saiam de suas casas, ajudando a segurar a propagação do vírus.

Ao decretar quarentena na cidade, por exemplo, atividades não essenciais como teatros e cinemas podem ficar fechados temporariamente.

Resumindo: quarentena é uma medida para redução do fluxo de pessoas na cidade, mas é bem menos radical do que o lockdown.

Lockdown foi uma medida emergencial adotada no mundo

Tendo em vista os riscos trazidos pela pandemia, o mundo inteiro buscou soluções para minimizar o número de contaminados. Países como Itália, Argentina, Reino Unido, França e Nova Zelândia adotaram imediatamente o lockdown como medida temporária a fim de evitar que o sistema de saúde entrasse em colapso. No Brasil, também algumas cidades e Estados adotaram medidas de lockdown temporário, visando evitar o caos no Sistema Único de Saúde.

Quais são os impactos da medida?

O fechamento temporário de empresas acaba gerando reflexos na economia, acarretando perdas financeiras não somente aos empreendedores, mas também aos trabalhadores. Algumas empresas não suportaram a paralisação. Diante disso, o Governo Federal desenvolveu medidas emergenciais, como o Auxílio Emergencial para os mais vulneráveis, bem como linhas de crédito especiais para empresas visando reduzir os impactos no país.

Existem países ainda em lockdown?

No último dia 4 de julho de 2022, a China anunciou um surto de casos de Covid-19 na província de Anhui, o que desencadeou novo lockdown na região. O objetivo das autoridades chinesas é bloquear a circulação de 760 mil habitantes a fim de reduzir as transmissões na região. Atualmente o país adota a política que é conhecida como “covid zero”, que tem como medida determinar o isolamento de todas as pessoas contaminadas.

Além disso, as autoridades fazem o rastreamento dos contatos próximos das pessoas contaminadas.

Dessa forma, a China realiza um lockdown muito severo na região, proibindo os habitantes até mesmo de realizarem compras de mantimentos básicos, visando evitar a circulação das pessoas, que só é reestabelecida quando os testes PCR dão negativos.

Embora o Brasil esteja com medidas mais flexíveis, não são todos os países que seguem o mesmo padrão. Quem deseja fazer viagens internacionais precisa pesquisar informações sobre o local de destino e verificar as eventuais exigências para a entrada no país ou cidade.

Existem chances de novas medidas restritivas serem adotadas no Brasil?

Com grande parte da população vacinada, o Brasil vem adotando medidas menos restritivas. As empresas já reabriram, mas os cuidados foram mantidos. O vírus ainda não foi embora, porém hoje vivemos a fase que ficou conhecida como “novo normal”. Sendo assim, não existe previsão de que o país volte a enfrentar novamente medidas restritivas.

Outro ponto importante é que, ao longo dos últimos anos, a população foi orientada em relação aos hábitos de higiene para manutenção da própria saúde, adotando cuidados que evitem novos surtos de Covid-19.

Aproveite que agora já sabe o que é lockdown e compartilhe o conteúdo nas redes sociais para espalhar o conhecimento.