Entrar

CPF na nota fiscal

Veja para que serve e quais são os benefícios

Toda vez que uma compra é feita e o consumidor coloca o CPF na nota fiscal, ele tem benefícios. Muita gente não sabe direito o que significa incluir o CPF na nota e simplesmente diz não aos caixas nos estabelecimentos – trata-se de um grande erro!

Atualmente, das 27 unidades federativas do Brasil, 15 delas são adeptas do sistema de CPF na nota. Esta foi uma maneira encontrada pelos governos estaduais de controlar a tributação fiscal do comércio, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e também combater a sonegação de impostos e a pirataria.

Veja a seguir tudo sobre o tema!

Como cadastrar CPF na nota

Fazer a inclusão do seu CPF na nota fiscal é bastante simples. Toda vez que você for fazer alguma compra, ao passar no caixa, peça para o atendente colocar o CPF na nota. Para compras online, a maioria das plataformas digitais e sites tem esta opção na hora do pagamento.

Como consultar nota fiscal pelo CPF

É possível consultar nota fiscal pelo CPF de forma virtual. Entre no site da Secretaria da Fazenda do seu estado e procure pelo programa de nota fiscal. Cada estado tem adotado um nome específico. Em São Paulo, por exemplo, é chamado de Nota Fiscal Paulista. No Rio de Janeiro, de Nota Carioca. E, no Rio Grande do Sul, de Nota Fiscal Gaúcha.

Provavelmente, será necessário fazer um cadastro com seus dados, incluindo dados bancários, para que você possa resgatar uma parte. Após o cadastro, toda vez que você incluir o CPF na nota, vai aparecer na plataforma. Também será possível consultar a nota fiscal somente pelo CPF e senha cadastrados.

Cadastrar CPF na nota: benefícios

Cada estado possui o seu próprio sistema de benefícios ao cadastrar CPF na nota fiscal. Os mais comuns são os seguintes.

Resgate: é permitido o resgate de créditos que se acumulam. Cada estado tem o seu sistema próprio de resgate. O mais comum é o resgate em dinheiro na conta periodicamente.

Descontos: dependendo do estado, é possível conseguir descontos no IPVA e no IPTU, por exemplo.

Prêmios: já pensou em ganhar R$ 1 milhão em prêmios? Há estados que fazem sorteios das notas fiscais como forma de incentivar que mais pessoas coloquem o CPF na nota.

Estados adeptos do CPF na nota

Rio Grande do Sul, São Paulo, Maranhão, Rio de Janeiro, Alagoas, Minas Gerais, Bahia, Pará, Amazonas, Ceará, Sergipe, Rio Grande do Norte, Rondônia, Paraná e Distrito Federal.

Cadastrar CPF na nota influencia o score?

Muitas pessoas têm esta dúvida. A Serasa Score é a pontuação de crédito dos consumidores. Ela vai de 0 a 1.000 e influencia na aprovação de empréstimos, cartões e financiamentos. Quanto mais alta, melhor.

Já o CPF na nota indica uma compra paga, e não uma dívida. Para que o seu score diminua, entre os fatores analisados, estão as dívidas que não foram quitadas.

Vale a pena colocar CPF na nota em compras pequenas?

Vale, sim. É bastante comum que consumidores optem por cadastrar CPF na nota fiscal apenas em compras grandes, acreditando que somente estas trazem retornos significativos. Não é bem assim que funciona. Embora cada estado defina os percentuais que retornam para o cliente, toda compra tem algum retorno, inclusive aquele cafezinho na padaria.

Se você gosta do nosso conteúdo, assista também ao nosso canal no YouTube e ouça o podcast Serasa Ensina.