Entrar

Acesso grátis à série Round 6? Não clique! É o golpe do roubo de dados pessoais

A série coreana Round 6 estreou no Netflix em 17 de setembro de 2021 e bateu recordes de audiência na plataforma de streaming. No enredo, os personagens são selecionados para participar de um jogo infantil no qual arriscam suas próprias vidas. Fora do Netflix, o risco é outro. Foi o suspense ganhar popularidade para o cibercrime forjar falsos produtos com o nome da série e até mesmo oferta de acesso gratuito para assistir mediante cadastro de dados. 

Os golpes foram identificados pela Avast, empresa de software Antivírus, que rastreou aplicações de malware ou mesmo roubo de dados pessoais com o apelo da série. Para o rastreio, os pesquisadores do Laboratório de Ameaças da Avast usam a plataforma de inteligência contra ameaças para dispositivos móveis, chamada Apklab.io Um dos golpes é a oferta de aplicativos para baixar wallpaper, imagens e memes da série. Ao baixar a aplicação, o usuário autoriza um arquivo malicioso e infecta o dispositivo, celular ou computador. As maiores ameaças foram identificadas nos smartphones Android e nos computadores desktops.

A outra enganação faz a oferta de acessar gratuitamente a série de nove episódios em um site web mediante cadastro. Os anúncios para assistir de graça são distribuídos em mídias sociais ou em aplicações de mensageiros. Ao acessar o site falso, o usuário é convidado a preencher um cadastro com informações pessoais e financeiras. Mas a operação não se completa de jeito nenhum, mesmo após o preenchimento e o envio dos dados. O erro é a justificativa para não disponibilizar, mas na realidade a oferta é falsa. Os criminosos visam mesmo roubar dados pessoais para aplicar fraudes de falsa identidade e financeiras.

Segundo André Munhoz, gerente da Avast no Brasil, os golpes podem ser projetados para enganar as pessoas, para que se registrem em assinaturas de SMS premium e bombardear os seus dispositivos com anúncios, com os quais os cibercriminosos ganham dinheiro a partir dos cliques nos anúncios exibidos nas redes. “Há casos mais sérios em que os dados confidenciais das pessoas, como detalhes de cartão de crédito, e-mails, senhas e pins para acessar contas online – como contas bancárias -, são roubados para obter acesso direto ao dinheiro das vítimas ou para vender os dados na deepweb”, explica Munhoz.

Como identificar os golpes do Round 6

Há aplicativos e sites que oferecem imagens e produtos com a marca e os personagens da série Round 6, mas é preciso estar atento para a autenticidade do serviço. Procure não baixar arquivos de sites aleatórios, ou seja, que você não tenha acessado antes. Leia as avaliações de outros usuários sobre o aplicativo antes de baixar. Verifique quem desenvolveu o site e o aplicativo, se a empresa ou desenvolvedor tem outros trabalhos ativos.

Já a oferta para assistir à série fora da plataforma da Netflix ou será fraude ou será pirataria. A produção, ideia original do diretor Hwang Dong-hyuk em 2008, foi uma das apostas para investimento próprio da Netflix. A série é ofertada apenas na plataforma e somente para assinantes, não há acesso legal em outros canais. Portanto, o usuário que receber uma oferta de “assista grátis” deve ter consciência de que ou é pirataria ou é golpe.

Dicas para não cair no golpe do Round 6

Para Munhoz, os golpes que abusam de temas populares, em sua maioria, visam um grande número de vítimas. Uma das maneiras é justamente alegando oferecer streams online gratuitos. No entanto, os links podem conter malware ou anúncios maliciosos. Da mesma forma, golpes que oferecem produtos ou personagens da marca são criados como isca para os usuários fornecerem dados confidenciais ou baixar malware em seus dispositivos. Munhoz alerta que a Polícia Nacional Espanhola também alertou para a circulação de cartões físicos, que se pareciam com cartões da série, incluindo um código QR. Os policiais alertaram que o código QR incluído nesses cartões poderia levar a sites maliciosos. Fique atento para as dicas do especialista e não caia no golpe:

  1. Instale um antivírus. Os usuários podem se proteger, em primeiro lugar, usando um software antivírus em todos os dispositivos, incluindo dispositivos móveis.

  2. Baixe apps de lojas oficiais. Ao baixar aplicativos, os usuários devem aderir à Google Play Store ou à Apple App Store, o que pode ajudá-los a evitar malware.

  3. Leia com atenção as avaliações de qualquer app antes de baixá-lo. Como precaução adicional, recomenda-se que os usuários leiam cuidadosamente as análises e avaliações, para ver se as análises revelam possíveis sinais de alerta.

  4. Desconsidere códigos QR de cartões encontrados ou distribuídos em locais públicos. É desaconselhada a leitura de códigos QR em cartões impressos, assim como não conectar dispositivos USB em computadores compartilhados, pois ambos podem levar à instalação de malware.

  5. Assista a séries apenas em plataformas oficiais de streaming. Para qualquer pessoa que ainda não assistiu à série, recomenda-se que assista apenas no Netflix e não em qualquer outro site de streaming, já que esses streams não oficiais normalmente veiculam adware e outros malwares.

  6. Não forneça dados pessoais e financeiros a não ser para uma finalidade específica em sites conhecidos e com proteção certificada. Confira se há um cadeado do lado esquerdo da barra de endereço e se os contatos como telefone e endereço da empresa são verificáveis.

Quer evitar fraudes e problemas futuros? Conheça o Serasa Premium

Com ele, você será alertado por e-mail e SMS sempre que houver uma movimentação no seu CPF e CNPJ como: novas consultas, protestos, ações judiciais, vazamento de dados na Dark Web e mudança em seu score e muito mais:

Função Lock&Unlock: bloqueie e desbloqueie seu Serasa Score para consultas de terceiros. Isso pode ajudar você a evitar que golpistas peçam crédito em seu nome.

Relatórios: receba um resumo quinzenal e tenha acesso total ao seu histórico de dados.

Consultor VIP:
atendimento exclusivo sempre que precisar de ajuda.