Entrar

Quer abrir o seu CNPJ, mas não sabe como? Aprenda o passo a passo para fazer isso pela internet!

O passo a passo para abrir o seu CNPJ pela internet de forma gratuita e rápida para que você empreenda do jeito certo e assegurado de diversos direitos

Foto Veridiana
Publicado em: 21 de dezembro de 2021.

Você precisa criar o seu CNPJ para começar a empreender com o pé direito ou mesmo para se formalizar e regularizar com o Governo? No conteúdo de hoje, você terá acesso ao passo a passo para abrir o seu CNPJ – MEI em poucos minutos, tanto pelo celular quanto pelo computador.

O CNPJ é uma forma de formalizar e garantir o seu acesso a diversos benefícios trabalhistas, mesmo que você empreenda e seja seu próprio chefe. Por isso, com o seu CNPJ tudo se mantém regularizado e você fica em dia com impostos e documentações.

Qual é o primeiro passo para abrir um CNPJ?

Para criar o primeiro CNPJ para a sua empresa é preciso que você faça um cadastro no Portal do Empreendedor, onde em poucos minutos, você consegue tirar o seu certificado de empresa, para que você possa empreender 100% dentro da lei.

Além disso, a emissão de um CNPJ envolve outros órgãos do Governo, como Junta Comercial, Receita Federal, Prefeitura e órgãos responsáveis por eventuais licenciamentos, quando necessários.

Antes de mais nada, se atente às condições para abrir o seu CNPJ:

  1. Não ser sócio ou titular de outra empresa;

  2. Ter um faturamento anual de até R$ 81 mil;

  3. Exercer apenas as atividades permitidas

Passo 1: Antes de mais nada, separe seus documentos

Eles são essenciais em qualquer ação que você for realizar em prol do seu cadastro. Para fazer o cadastro no Portal do Empreendedor, você precisa informar os seguintes dados:

  • CPF;

  • Título de Eleitor ou Declaração de Imposto de Renda;

  • Endereço residencial;

  • Contato;

  • E-mail;

Passo 2: Crie a sua conta no site do Governo

No Portal do Empreendedor, clique na opção “QUERO SER MEI” e depois na opção “Formalize-se”, onde você será redirecionado ao site de cadastro do gov.br. Esse é um cadastro que permite acessar diversos serviços públicos, sem precisar que você saia de casa.

Nessa fase é necessário que você esteja com o seu CPF em mãos, além de já ter em mente uma ideia de senha. Após isso, autorize o acesso aos seus dados pelo Portal do Empreendedor – Área do Usuário da Redesim.

Preencha o número do seu título de eleitor e o número do seu telefone celular, onde você receberá um código de verificação através de SMS.

Passo 3: Chegou a hora de começar a cadastrar a sua empresa:

Esse é o local onde você preencherá todas as suas informações pessoais, como:

  • CPF;

  • Nome empresarial;

  • Data de nascimento;

  • Seu nome;

  • Nome da mãe;

  • Nacionalidade;

  • RG e todas as informações relacionadas;

  • Meios de contato: email e telefone;

  • Capital social;

Além disso, é nessa página onde você escolhe o seu código de atividade, que deve ser o mesmo ou similar ao que você executa. Nesse campo, “Ocupação Principal”, pesquise pela sua área de atuação e escolha a que melhor se encaixa.

Logo após, escolha as opções secundárias, uma lista de atividades que são anexas a sua empresa, você pode escolher até 15 itens opções relacionadas ao seu trabalho.

Passo 4: Escolha o seu endereço comercial

Essa seção é o local onde você preencherá o endereço comercial da sua empresa, que pode ser a sua casa ou um ponto alugado. Preencha todo o endereço da empresa, com CEP e ponto de referência.

Passo 5: Dê check em todas as declarações e se prepare para emitir o seu CCMEI

Essas declarações são importantes, porque declaram que você não só está ciente da lei, mas também que está dentro dos requisitos obrigatórios para se tornar um MEI.

Clique em “continuar” e confirme os dados preenchidos. Se estiver tudo certo e de acordo com os seus documentos, basta clicar em “confirmar”.

Logo na tela seguinte, você tem acesso ao seu número CNPJ, para os próximos passos, basta emitir o seu Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), o documento que certifica a empresa como registrada no CNPJ.

Em apenas 5 passos, você emitiu um dos certificados mais importantes de um empreendedor, não importando seu nível ou identificação. Estar regularizado com o Governo, é a melhor escolha que você pode fazer para a saúde da sua empresa, que funcionará sem nenhum risco de fechamento ou multa.

Se você conhece alguém que precisa criar o CNPJ, não deixe de enviar para ele esse post.