Entrar

Americanas é confiável? Entenda o que significa a fusão com a B2W para o consumidor

A pandemia em 2020 acelerou o consumo pelos canais digitais para varejistas do mundo todo. Os marketplaces tradicionais ou nativos digitais consolidaram os negócios, Os grandes grupos do varejo tradicional de loja física tiveram de investir em melhoramentos nas operações digitais. A Lojas Americanas anunciou a fusão das operações dos pontos de venda físicos com a operação das lojas da holding B2W, unindo em uma única plataforma os negócios das lojas físicas e dos e-commerces americana.com, Submarino e a ShopTime.

A operação integrada pode ser positiva para o consumidor, pois a tendência é que as lojas físicas e digitais respondam pela experiência de compra e venda com um atendimento único. Como empresas separadas, comprar na loja física ou no site era como comprar em lojas distintas. Porém, o consumidor deve estar atento para o manejo das informações pessoais cadastradas pelas marcas do grupo, pois a gigante em operação no Brasil deve observar os princípios de proteção dos dados pessoais.

A unificação de banco de clientes cadastrados pela empresa somará 48 milhões de consumidores ativos. Para um varejista, é importante, além da segurança da informação contra ataques cibernéticos, obedecer ao princípio da finalidade, ou seja, os dados coletados para operações de compra e venda só podem ser utilizados pela nova empresa para os mesmos fins para os quais foram autorizados inicialmente. Caso a fusão gere prestações de serviços diversos, a empresa deverá solicitar novo consentimento para tratamento de dados dos clientes. A LGPD brasileira veda autorização genérica.

Mas a Americanas é segura para compras online?

A marca Americanas é a mais forte entre os e-commerces integrantes da operação de fusão. Na avaliação dos próprios consumidores online, a empresa é bem cotada. A mensuração de satisfação pode ser extraída de sites de defesa do consumidor e em avaliações dos clientes nas lojas de aplicativos em iOS e Android. Outra medida que influencia na reputação do comércio online é o volume de reclamações e o tempo de resposta.

No site Reclame Aqui, a Americanas recebeu a nota 8,3 e foi avaliada como um serviço ótimo. O site somava 119.807 queixas de consumidores em três anos, com índice de resposta de 95,7% e com índice de solução de 88,8%, ou seja, os problemas costumam ser resolvidos. A taxa de retorno também é alta, considerando que 77,6% se dizem dispostos a voltar a comprar na Americanas.

Na Apple Store, o aplicativo Americanas, desenvolvido pela B2W, possui 578.580 avaliações computando uma nota de 4,7, sendo a avaliação máxima de nota 5. O aplicativo segue os requisitos de privacidade e explicita os dados que são coletados e vinculados ao perfil individual do consumidor. A lista publicada na apresentação do serviço contém o rastreamento de suas compras, localização e identificadores em apps e sites de outras empresas vinculadas, a coleta de informações sobre o seu comportamento de compras no aplicativo, suas informações financeiras, localização geográfica, informações de contato como o e-mail e informações sobre o uso do aplicativo como tempo e frequência. Há ainda o aviso de que dados sobre conteúdos gerados pelo usuário, histórico de busca e identificação do dispositivo podem ser coletados, mas não serão vinculados à sua identidade.

Na Google Play, o aplicativo das Americanas é avaliado em 4,4 na média das 611.644 mil participações, sendo a cotação máxima de 5 pontos. Nos detalhes de permissão de uso, o app indica acessar a agenda de contatos no dispositivo, agenda de compromissos para ver compromissos ou adicionar eventos, acessar a câmera (fotos e vídeos) e lanterna do celular, o número do telefone e o armazenamento de dados de navegação para preenchimento automático. A empresa explicita que utiliza dados de três tipos: os fornecidos pelo cliente em cadastro, as informações de navegação coletadas automaticamente (cookies) e as informações coletadas pelo dispositivo móvel.

A empresa afirma na política de privacidade que os dados cadastrais dos clientes são divulgados para terceiros quando necessários para o processo de entrega de um produto, para cobrança ou participação em promoções com consentimento dos clientes. O uso dos dados pessoais garante que o pedido chegue em segurança no endereço certo e no prazo de entrega estipulado. A empresa orienta os consumidores a adotarem medidas de proteção individuais em relação aos dados pessoais fornecidos no cadastro ou nas compras como não compartilhar o login e senha, acessar via Minha Conta em computadores compartilhados e sempre fazer logout para evitar que pessoas não autorizadas acessem e utilizem as informações sem o seu conhecimento.

Além disso, a empresa reforça que não entra em contato por telefone, WhatsApp, SMS ou e-mail solicitando dados pessoais. Em nenhuma hipótese eles devem ser fornecidos, pois pode ser uma tentativa de uso indevido. Portanto, apesar dos consumidores indicarem bom índice de satisfação e da empresa seguir as diretrizes de proteção de dados, não se pode descuidar dos cuidados preventivos para não se surpreender com transtornos futuros.

PASSO 2: Desconfie sempre!

Desconfie se a pessoa pedir essas informações em ligações telefônicas, mensagens de SMS, e-mail ou WhatsApp. A dica é só avançar no atendimento se você tiver procurado o serviço, entendido a necessidade do cadastro e construído uma relação de confiança com quem estiver falando. Fique esperto, pois muitas ofertas de empréstimo são golpe.

PASSO 3: Não forneça sua senha para ninguém

“Ninguém” inclui família, amigos, colegas. Sua senha é pessoal e intransferível. Não compartilhe nem senha de Facebook, TikTok ou Instagram, muito menos de bancos e e-commerces. Fique atento a como evitar fraudes em compras online, que também são muito comuns.

PASSO 4: Troque sua senha com frequência, a cada dois ou três meses

Também garanta uma combinação de letras, números e símbolos avaliada como senha forte. Muitas vezes é preciso criar duas ou três combinações antes de confirmar a alteração.

PASSO 5: Na dúvida, não clique.

Muitos links para cadastro de dados chegam por e-mail falso, WhatsApp ou mídias sociais. São mensagens tentadoras como “Você foi premiado!”, “Promoção imperdível!”, “Última chance para ganhar o brinde” e outras frases que acionam nossos gatilhos emocionais para nos induzir a preencher dados ou mesmo para autorizar instalação de programas maliciosos nos nossos computadores e telefones. Só clique se tiver certeza da origem do link!

Quer evitar fraudes e problemas futuros? Conheça o Serasa Premium

Com ele, você será alertado por e-mail e SMS sempre que houver uma movimentação no seu CPF e CNPJ como: novas consultas, protestos, ações judiciais, vazamento de dados na Dark Web e mudança em seu score e muito mais:

Função Lock&Unlock: bloqueie e desbloqueie seu Serasa Score para consultas de terceiros. Isso pode ajudar você a evitar que golpistas peçam crédito em seu nome.

Relatórios: receba um resumo quinzenal e tenha acesso total ao seu histórico de dados.

Consultor VIP: atendimento exclusivo sempre que precisar de ajuda.