Entrar
Navegação do blog
  1. Blog
  2. Como Cobrar Alguem Sem Perder Amizade

Como cobrar alguém sem perder a amizade

Como cobrar uma dívida de alguém: 4 dicas do que fazer (e não fazer) nesse momento que ninguém gosta.

Publicado em: 20 de dezembro de 2023

Categoria Educação financeiraTempo de leitura: 3 minutos

Texto de: Time Serasa

Mulheres mãos pagando e recebendo dinheiro brasileiro

Dinheiro emprestado, serviço como autônomo, venda para amigos e outras: são diversas as situações em que é preciso fazer uma cobrança, algo que ninguém gosta de fazer. Confira neste artigo como cobrar alguém de um valor em atraso.

Assista | Quais são os Direitos dos Endividados?

4 dicas de como cobrar alguém

Cobrar uma dívida de alguém, seja de pessoa próxima ou não, costuma ser uma situação desconfortável. Muita gente tem dificuldade de conversar sobre dinheiro, e mais ainda de evoluir o tema para uma cobrança.

O importante é manter sempre a educação e a compostura para não fechar o canal de comunicação com a pessoa, nem ofendê-la por isso. Afinal, nunca se sabe pelo que ela está passando e quais fragilidades enfrenta.

Por isso, algumas estratégias podem ser eficazes na hora de conversar com a pessoa que está em débito.

Leia também | Negociando dívidas: chegou a hora do acerto de contas

  1. Tenha clareza da cobrança e seja objetivo

    A abordagem inicial possivelmente será a mais difícil, especialmente se for o primeiro contato para fazer a cobrança. Por isso, saber se expressar de forma clara e objetiva é fundamental para que o receptor da mensagem a compreenda imediatamente o que está sendo tratado.

    O ideal, no caso, é repassar todas as informações necessárias sobre a dívida de forma direta, sem dar muitas voltas na conversa. Isso é muito comum de acontecer quando a pessoa não sabe como abordar o assunto e pode acabar dificultando ainda mais o diálogo.


  2. Cobre educadamente e com empatia

    Depois de apostar na clareza da mensagem, é preciso pensar na maneira como isso vai ser feito. O importante é cobrar os valores em atraso sem constrangimentos. No lugar disso, demonstre empatia por uma eventual situação difícil que a pessoa esteja passando – ou simplesmente considere a possibilidade de ela só ter esquecido mesmo. Evite posturas de ataque, como se já soubesse que a pendência é proposital.

    Busque deixar o momento o mais leve possível. Se o devedor for alguém conhecido, como um familiar ou amigo, procure fazer com que a conversa entre naturalmente por esse caminho em um momento informal. Isso ajuda a evitar brigas e constrangimentos.


  3. Indique um novo prazo para o devedor

    Antes mesmo de entrar no assunto com o devedor, já tenha em mente um novo prazo de pagamento para oferecer a ele, caso seja necessário. Se perceber que há reais dificuldades no pagamento e que nem um novo prazo resolverá a situação, procure oferecer uma opção parcelada, se for possível.

    Porém, como garantia, recomenda-se fazer um contrato por escrito com os prazos de pagamento, com assinatura de devedor, credor e duas testemunhas.


  4. Mantenha-se firme na cobrança

    No caso de o devedor se mostrar desfavorável à cobrança, é fundamental não perder a compostura. Nesse caso, inverta o jogo. Demonstre à pessoa inadimplente suas próprias necessidades financeiras a importância de contar com aquele dinheiro. Não é preciso dizer exatamente no que ele será utilizado, mas é crucial que ele entenda que esse valor faz falta de alguma forma.


O que não fazer na hora de cobrar alguém

A cobrança de uma dívida é sempre um momento muito duro, tanto para quem cobra quanto para quem é cobrado. Mas isso não dá direito de fazer o trabalho de qualquer jeito ou de forma grosseira, que coloque em risco o pagamento por parte de quem deve e o relacionamento pessoal entre os envolvidos.

Por isso, é prudente evitar situações que envolvam:

  • ●      ameaças diretas ou indiretas ao devedor;
  • ●      ofensas ou colocá-lo numa a posição de rebaixamento pela dívida;
  • ●      agressividade como mecanismo de pressão;
  • ●      exposição negativa e difamação nas redes sociais como tentativa de cobrança.


Na prática, o melhor caminho é sempre utilizar a diplomacia e as regras de boa vizinhança para resolver o problema, ainda que esteja trazendo dor de cabeça e preocupação.

Leia também | Saiba o que é cobrança indevida e qual a importância de resolver o problema

O que fazer quando o devedor é um amigo

Quando a pessoa em débito é alguém da família ou um amigo, procure deixar a situação leve para entrar no assunto. Isso pode ser até mais fácil do que a comunicação feita com um desconhecido, já que o credor estará mais à vontade para fazer a cobrança em momentos informais ou em conversas mais descontraídas.

Se for o caso, também é possível abordar a falta que o dinheiro em questão está fazendo e os impactos financeiros que ele pode acabar trazendo para a sua vida.

No entanto, é importante entender que, acima de tudo, não há só uma relação pessoal ali. Existe também uma relação comercial, independentemente do que seja: uma prestação de serviço, uma venda ou até um empréstimo. Assim, não é preciso deixar a situação esfriar só porque a outra parte tem alguma proximidade.

E se a negociação não der certo?

Além das estratégias de cobrança, também é preciso contar com uma situação que nem sempre se espera: aquela em que a negociação (ou a própria cobrança) não dá certo, quando todos os argumentos falharem e a pessoa negar o pagamento ou, até mesmo, não se comprometer com ele. Nesse caso, não há outro jeito a não ser ingressar com uma cobrança judicial. Nesse caso, é necessário juntar todos os documentos que comprovem a dívida e a não quitação dela.

Renegocie dívidas com ajuda da Serasa

Saber como cobrar alguém de forma correta nem sempre é uma tarefa fácil, mas tentar negociar de forma assertiva, educada e respeitosa sempre é a melhor solução. Por isso, é primordial sempre o diálogo para essas situações. Dessa forma, as chances de o dinheiro ser devolvido serão muito maiores e, principalmente, as relações pessoais serão preservadas. Se for preciso, mostre para o devedor que ela pode receber ajuda para quitar outras dívidas. 

O Serasa Limpa Nome disponibiliza ofertas de negociação de dívidas com condições especiais. Na plataforma é possível consultar as dívidas e obter até 90% de desconto para quitar os débitos. O serviço é gratuito e pode ser feito em apenas 3 minutos nos canais oficiais da Serasa: site, app (iOS e Android) ou WhatsApp (11) 99575-2096.

Siga o passo a passo:

  • ●      Acesse o Serasa Limpa Nome ou o aplicativo informe seu CPF e Senha.
  • ●      Confira sua dívida na tela e clique em Negociar.
  • ●      Escolha a melhor opção de pagamento (Pix ou boleto, por exemplo) e o número de parcelas
  • ●      Confirme as condições escolhidas e pronto!
serasa score

Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar
Média de avaliação: 3 de 5

Artigos relacionados