Entrar

Como economizar dinheiro ganhando pouco? Confira dicas

Quer saber como economizar dinheiro ganhando pouco para manter o planejamento financeiro em dia? Separamos dicas especiais para você.

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 09 de dezembro de 2021.

Afinal, como economizar dinheiro ganhando pouco? Essa é uma das perguntas mais ouvidas por um educador financeiro. Atualmente, 30 milhões de brasileiros recebem até um salário-mínimo, segundo um estudo elaborado pela consultoria IDados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) do segundo trimestre de 2021.

Como economizar dinheiro ganhando pouco?

Nem sempre é fácil poupar dinheiro quando se ganha pouco, né? Para isso acontecer de verdade, é necessário um planejamento financeiro muito bem-feito. Se esse é o seu objetivo, separamos algumas orientações que podem te ajudar. Confira, a seguir:

Entenda a sua realidade atual

O primeiro passo para realmente economizar dinheiro é entender o que está acontecendo na sua vida financeira.

Nesse artigo, separei várias dicas que vão te ajudar na economia do dia a dia, mas se você não entender os seus hábitos de consumo e os gastos que apertam o seu orçamento, dificilmente conseguirá aplicá-las.

Uma das formas mais famosas de fazer essa organização é através de uma planilha. Você pode entender mais sobre como usar e montar uma planilha financeira aqui.

Reveja os gastos desnecessários

Com a organização feita, chegou a hora de colocar a mão na massa.

Se você seguiu o passo a passo completo na hora de criar a sua planilha financeira, com certeza reparou alguns gastos que não são essenciais para você.

E quero deixar claro aqui: o “essencial” varia para cada pessoa. Para alguém que tem filhos, pode ser pagar uma atividade extracurricular. Para quem é solteiro, pode ser um lazer no final de semana. Para jovens que estão começando agora a trabalhar, talvez seja sair com os amigos da faculdade.

Independentemente da sua realidade, o que vai realmente te ajudar a economizar dinheiro é mudar os hábitos do dia a dia. A economia só acontece quando você coloca a educação financeira na sua vida. Com pequenas mudanças, é possível ter um grande alívio no final do mês.

Separei 10 hábitos e gastos que podem ser mudados por todo mundo, e que vão te ajudar a juntar dinheiro mesmo ganhando pouco:

  1. Tarifas de manutenção de conta corrente: você sabia que não precisa pagar essa taxa? É possível trocar o seu pacote pela cesta de serviços essenciais ou abrir conta em um banco digital.

  2. Taxa de transferência bancária: em média, os bancos cobram R$ 10 por cada transferência. Ao invés usar TED ou DOC, as modalidades de transferências mais tradicionais, aproveite para usar o PIX sempre que possível. É uma opção gratuita para contas de pessoas físicas.

  3. Assinaturas que não são usadas: sabe aquele serviço de streaming que você paga e mal acessa o catálogo? Ou aquelas revistas que chegam na sua casa, mas ninguém lê? Cancele! Não tem por que ficar rasgando dinheiro com isso, né?

  4. Elimine o desperdício: sabe aquela comida que estraga ou as roupas que ficam paradas no guarda-roupa? Esses são exemplos clássicos de desperdício de dinheiro. No caso do mercado, você pode diminuir a quantidade de compra dos itens que sempre sobram. E no caso das roupas, pode vender o que está parado e ainda fazer uma renda extra.

  5. Faça listas: essa dica vai de encontro com o item 4. Para te ajudar a economizar na hora da compra, faça sempre uma lista antes de sair de casa! É uma excelente forma de organizar os itens que realmente são importantes e evitar compras desnecessárias.

  6. Leve marmita: esse é um bom e velho exemplo para economizar no dia a dia. Leve a comida para o almoço e até mesmo o lanche da tarde. É uma ótima forma de economizar e ainda comer de forma mais saudável. E essa dica funciona até para quem recebe o vale refeição, tá? Levando comida na semana, você pode usar o vale aos finais de semana e garantir o lazer sem comprometer o orçamento.

  7. Títulos de capitalização e sorteios em geral: se a ideia é economizar dinheiro, é melhor não manter no orçamento algo que só te dá gasto, né? Sorteios não são investimentos e, na maioria das vezes, não trazem retorno algum.

  8. Use cupons de desconto e cashback: precisa comprar? Então faça isso da forma mais inteligente possível! Busque cupons online e procure sites que ofereçam o sistema de cashback.

  9. Multas por atrasos de pagamento: já pagou essa taxa de atraso por apenas esquecer de pagar a conta? Você até tinha o dinheiro em conta, mas não lembrou de realizar o pagamento? Crie uma organização para que isso não aconteça. Anote em um caderno ou planilha a data de pagamento das contas para não esquecer.

  10. Limite o acesso ao crédito: essa é uma dica essencial para aquelas pessoas que não conseguem manter um bom relacionamento com as opções de crédito. Se para você for algo que incentiva as compras por impulso, elimine, pelo menos temporariamente.

Invista em conhecimento

Para quem ganha pouco, investir em conhecimento e capacitação é essencial para evoluir profissionalmente.

Mesmo seguindo as dicas que dei no item anterior, fica claro que é algo limitado né? Afinal é possível economizar no mercado, mas ainda assim precisamos comer.

Com o dinheiro economizado através dos conselhos deste artigo, invista em livros e cursos que complementam sua área de atuação. Eu costumo dizer que “investir em conhecimento sempre rende os melhores juros”. Aprimorar suas habilidades e conhecimentos técnicos vai te permitir ganhar cada vez mais ao longo da sua carreira. E é claro que isso traz mais flexibilidade ao orçamento doméstico.

Então, dentro do seu planejamento financeiro, sempre dedique um valor para isso. E, se fazer esse investimento realmente for inviável no momento, busque cursos gratuitos para se atualizar.

Defina objetivos

Por último, mas não menos importante, é preciso ter objetivos claros. Não é fácil mudar hábitos, ainda mais aqueles que estão com você há anos. Por isso, é importante ter um incentivo para que esse processo seja o mais tranquilo possível.

Pare e pense: quais são os seus sonhos? O que você quer conquistar nos próximos anos? Pode ser coisas materiais (casa própria, viajar etc.) ou não materiais (como ter mais estabilidade e segurança).

Dessa forma, quando bater a vontade de extrapolar o orçamento ou quando você ficar perdido, lembre-se do motivo pelo qual você está fazendo isso.

Por exemplo: “estou economizando e mudando hábitos porque quero proporcionar mais qualidade de vida para a minha família.” Percebe como fica mais fácil poupar dinheiro fazendo isso?

Espero que essas dicas se transformem em um pontapé inicial para você conseguir poupar e ter uma relação melhor com as finanças. No blog da Serasa, você pode encontrar muitos outros conteúdos de educação financeira. Acesse e aproveite!