Entrar

O que rende mais que a poupança? Conheça opções de investimentos

Quer saber o que rende mais que a poupança? Descubra opções que vão te ajudar a multiplicar seu dinheiro de forma segura e simples.

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 14 de fevereiro de 2022.

Quer investir começar a investir, mas não sabe o que rende mais que a poupança? Neste conteúdo, você terá acesso às opções de investimento que te ajudarão a guardar o seu dinheiro de forma segura, multiplicar o seu patrimônio e melhorar a sua saúde financeira. Vamos lá?

Por que a poupança é o investimento mais famoso?

A caderneta de poupança já existe há anos e por um bom tempo ela era uma das únicas formas de a população mais pobre guardar e fazer seu dinheiro render.

Por isso ela ainda é tão famosa entre os brasileiros. “Poupança” virou até sinônimo de “guardar dinheiro”. Atualmente, ela segue sendo uma opção de fácil acesso, descomplicada e muito simples para pessoas comuns que desejam fazer algum tipo de reserva.

Leia também | Como guardar dinheiro mesmo ganhando pouco? Confira dicas

Mas, mesmo com os lados tão positivos da poupança, é preciso atenção, já que o rendimento da caderneta não é considerado vantajoso a longo prazo por ser extremamente baixo.

Por isso, você conhecerá e entenderá como funcionam outros tipos de investimentos, que podem ser tão simples quanto a poupança, mas que farão o seu dinheiro aumentar, oferecendo uma rentabilidade melhor que a caderneta.

Afinal, o que rende mais do que a poupança?

Atualmente, o mercado financeiro conta com milhares de investimentos disponíveis. Alguns são mais seguros, enquanto outros apresentam mais riscos para o bolso do investidor. Mas, de modo geral, cada um deles apresenta uma vantagem.

Algumas das opções disponíveis para o investidor e que podem trazer boas rentabilidades se dividem em renda fixa ou variável.

Agora, para escolher o melhor investimento para o seu bolso e que aumente o dinheiro que você tem hoje, é importante pensar nos seus objetivos, metas, o quanto possui de

disponibilidade financeira para investir e o quanto você está disposto a deixar o dinheiro rendendo. Todas essas características ajudam a definir o seu perfil de investidor.

Esse perfil é o resultado de uma análise do seu comportamento em relação aos investimentos, assim como os riscos que você está disposto a assumir ao alocar o seu dinheiro em um ativo que crescerá o seu patrimônio.

Muitas opções de investimentos rendem mais do que a poupança, mas para escolher o melhor para você é importante conhecer as características dos que já estão disponíveis no mercado e verificar quais deles se encaixam melhor em seus objetivos de curto, médio e longo prazo, para que apresente resultados que estejam de acordo com as suas expectativas.

A poupança, apesar de não ser uma das opções de maior rendimento, ainda assim é possui algumas características vantajosas para quem a adere. Quer um exemplo?

Ao contrário de alguns investimentos, a poupança não exige limite mínimo de aplicação inicial, um valor mínimo para o resgate do dinheiro, taxa de administração ou mesmo tributação, já que é isenta de Imposto de Renda e IOF.

Quais são os ativos que rendem mais do que a poupança?

Se você quer conhecer qual dessas é a melhor aplicação financeira para começar a alocar o seu dinheiro para ter maior rentabilidade, essas podem ser algumas opções para multiplicar seu patrimônio.

Para garantir que você invista de forma segura com opções que rendem mais do que a poupança, é essencial que você observe e escolha um dos ativos que mais se assemelham, porém oferecem vantagens superiores, como o Tesouro Direto, CDBs, LCI e LCA e outros.

· Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um ativo de investimento do Governo que direciona o valor que você aplica em ações públicas. Ao longo do prazo, ele devolve o dinheiro que você emprestou com juros.

O Tesouro surgiu especialmente com o objetivo de democratizar o acesso aos títulos públicos, permitindo aplicações a partir de R$ 30,00… Assim, essa opção se torna acessível ao bolso de iniciantes que querem entrar para o mundo dos investimentos. Além disso, o Tesouro oferece várias vantagens, como uma boa rentabilidade, baixo risco, liquidez diária e proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Leia também | Quais são as melhores opções de investimento a longo prazo?

· Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Se você procura outras opções seguras, o CDB pode ser uma ótima alternativa, já que é um investimento de renda fixa que apresenta estabilidade, segurança e um rendimento maior do que a poupança.

Esse é um ativo que oferece diferentes tipos de rendimento, sendo eles o prefixado, com um juro anual definido antes da compra do ativo; e o pós-fixado, atrelado à variação de um índice da Bolsa. Uma das principais vantagens do CDB é que ele acompanha a Taxa Selic e promete retorno de 100% do CDI.

Leia também | O que é Taxa Selic e como ela afeta sua vida?

· Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

Entre os melhores títulos de renda fixa, as letras de crédito são ativos criados especialmente para financiar projetos do mercado imobiliário.

Para ficar mais claro, as letras de crédito são emitidas por bancos e outras instituições financeiras. Logo, você empresta o seu dinheiro para o banco e este faz empréstimos para empreiteiras, fazendo quase uma terceirização de empréstimo.

Assim, eles utilizam a quantia para financiar as obras e ações imobiliárias, para no fim, devolver o dinheiro para você com juros.

Diferentemente dos outros ativos, o LCI é tributado. Por consequência é necessário declarar e pagar imposto uma porcentagem sobre todos os lucros que obteve com os ativos. No mais, esse é um ativo seguro, com uma baixa liquidez e que oferece diferentes tipos de rendimento, assim como o Tesouro Direto.

· Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

Assim como o LCI, as LCAs também são ativos utilizados para financiamento, mas em agronegócio. Mas, diferentes do LCI, as LCAs são isentas de tributação, ou seja, ao não precisar pagar o imposto ao Governo, você consegue lucrar ainda mais e aumentar o seu patrimônio.

Para melhorar ainda mais esse ativo, ele também conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito, permitindo que as suas operações sejam ainda mais seguras e lucrativas.

Agora você já pode deixar a poupança de lado e começar a fazer o seu dinheiro render de verdade com essas opções seguras e lucrativas de investimentos. Para conferir mais conteúdos exclusivos de educação financeira, acesse o blog da Serasa.