Entrar
Navegação do blog
  1. Blog
  2. Olimpiada Educacao Financeira

Saiba o que é a Olimpíada de Educação Financeira

Olimpíada de Educação Financeira: o que é, como vai funcionar e como se inscrever gratuitamente

Publicado em: 8 de julho de 2024

Categoria Educação financeiraTempo de leitura: 10 minutos

Texto de: Time Serasa

cofrinho rosa em cima do livro com quadro-negro.

A educação financeira vem sendo trabalhada cada vez mais cedo dentro de casa. Diversas pesquisas já mostram isso, como o estudo Finanças para os filhos: dinheiro é coisa de adulto?, realizada pela Serasa em 2023. A pesquisa revela que 8 em cada 10 famílias abordam o assunto com os filhos.

Nesse contexto, uma iniciativa do Governo Federal pretende ampliar ainda mais o acesso a esse tipo de conteúdo, levando-o para dentro das escolas: trata-se de uma olimpíada de educação financeira em nível nacional.

Essa é a 1ª Olimpíada do Tesouro Direto de Educação Financeira (Olitef), lançada em 2024 e que pretende incentivar o aprendizado sobre educação e responsabilidade financeira para alunos de todas as escolas brasileiras.

Entenda aqui como isso deve ser feito, o que é a Olimpíada de Educação Financeira, como ela vai funcionar e como se inscrever.

Assista | Bate papo sobre finanças e crianças com Thiago Godoy

O que é a Olimpíada de Educação Financeira

A Olimpíada de Educação Financeira é uma novidade que surgiu em 2024 para promover e estimular a educação financeira dentro das escolas. A ideia é realizar uma competição nacional que avalie o conhecimento financeiro de crianças e adolescentes em idade escolar, criando uma jornada de conhecimento capaz de acompanhá-las durante toda a vida.

A lógica é simples: quanto mais cedo elas aprendem a lidar com dinheiro, mais chances terão de se tornarem adultos financeiramente conscientes e responsáveis. Levar a educação financeira para as escolas ensina os alunos a gerenciar seus recursos (ganhos e gastos), economizar dinheiro de forma eficaz e entender as diferentes alternativas de investimentos.

Para que isso seja possível, a iniciativa deve disponibilizar aos professores materiais didáticos de apoio que vão desde conceitos básicos de orçamento, investimentos, empréstimos, até gestão de dinheiro, prevenção ao endividamento, matemática financeira básica e noções de economia​​​​​​.

A 1ª Olimpíada do Tesouro Direto de Educação Financeira (Olitef), que deve ocorrer anualmente, é uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC), o Tesouro Nacional e a Bolsa de Valores (B3). As inscrições são gratuitas e as provas ocorrem em setembro.

Leia também | Educação financeira infantil: como praticar em casa

Como vai funcionar

  • A Olimpíada de Educação Financeira será uma competição nacional com provas que devem acontecer em setembro. Os participantes terão de responder a 15 questões objetivas de três diferentes níveis (fácil, médio e difícil), que se dividem de acordo com o grau escolar em que eles se encontram:
  •  
  • ● 6° e 7° ano do Ensino Fundamental (nível 1)
  • ● 8° e 9° ano do Ensino Fundamental (nível 2)
  • ● 1ª série do Ensino Médio (nível 3)

 

  • Os temas a serem trabalhados nas provas são os seguintes:
  •  
  • ● educação financeira básica - 8 questões
  • ● renda fixa - 5 questões
  • ● renda variável - 2 questões

 

Cada questão também terá uma pontuação específica, somando, no total, 56 pontos. Quem alcançar as melhores notas será premiado.

As provas devem ser realizadas presencialmente nas próprias escolas, que serão responsáveis por aplicá-las com base nos protocolos e diretrizes fornecidos pela organização da Olitef.

Leia também | Em qual banco digital abrir conta para menor de 18 anos? Conheça 8 opções

Quem pode participar da 1ª Olimpíada de Educação Financeira

Escolas de todo o Brasil podem inscrever seus alunos, sejam elas públicas, particulares ou de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Mas é preciso que eles estejam matriculados a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até a 1ª série do Ensino Médio.

Segundo o MEC, quase 91 mil escolas estão habilitadas a participar da competição, formando um universo de cerca de 19,36 milhões de estudantes. Por isso, a meta é alcançar mais de 1 milhão de participantes nesta 1ª edição do evento.

Como se inscrever e prazos

As inscrições para participar da Olimpíada de Educação Financeira estão abertas desde o fim de maio e vão até setembro. Elas podem ser feitas diretamente no site oficial da competição. Mas atenção: é preciso primeiro inscrever a escola para só depois cadastrar os alunos participantes.

As provas serão realizadas também em setembro. O calendário da competição é o seguinte:

Inscrições das escolas até 9 de setembro
Cadastro dos alunos participantes até 13 de setembro
Liberação do caderno de provas para organização da aplicação 12 de setembro
Aplicação das provas 17 a 21 de setembro
Envio de respostas dos estudantes 23 de setembro a 13 de outubro
Divulgação dos resultados preliminares e abertura da fase de recursos 28 de outubro
Encerramento da correção das respostas dos estudantes e fim da fase de recursos 6 de novembro
Divulgação dos resultados oficiais 7 de novembro

A premiação

Todos os participantes receberão certificados digitais, mas os alunos que alcançarem os melhores desempenhos do país receberão medalhas.

Aqueles que estiverem vinculados a escolas públicas também vão ajudar sua instituição a conquistar premiações em dinheiro. As duas melhores escolas públicas de cada estado receberão um prêmio de R$100.000 para investir na melhoria das instalações, como realização de pequenas reformas e compra de equipamentos, por exemplo, totalizando 54 instituições de ensino premiadas.

Entre essas 54 escolas premiadas, as três melhores receberão ainda R$300.000 (para a primeira colocada), R$200.000 (segunda colocada) e R$100.000 (terceira colocada).

Professores e diretores também serão recompensados. Juntos, eles receberão R$40.000 para serem divididos.

Acesse o canal da Serasa no YouTube

O Serasa Ensina é o canal da Serasa no YouTube para ajudar a descomplicar sua vida financeira. Ele traz centenas de conteúdos para ajudar a cuidar do dinheiro, negociar dívidas, proteger-se contra fraudes, aumentar o Serasa Score, economizar na rotina e organizar as finanças. 

Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar

Artigos relacionados