Entrar

Os melhores e mais recomendados livros para investidores

Confira uma lista atualizada com os melhores livros para investidores e para quem está pretendendo se tornar um

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 10 de janeiro de 2022.

Se você quer aprender sobre investimentos e mercado financeiro, nada melhor do que aprender com quem já fez ou faz isso há mais tempo, não é mesmo? Vou listar aqui alguns dos livros para investidores que eu mais gosto.

Aprender com livros é uma ótima maneira de adquirir conhecimento, além de exercitar o seu cérebro, estimular a criatividade, aumentar o foco e a concentração e melhorar a sua escrita. A leitura amplia sua visão sobre a realidade, pois te faz conhecer outros pontos de vista, estimulando seu pensamento crítico.

Caso você esteja buscando conhecimento para começar a investir e aplicar o seu dinheiro, primeiro você precisa ler sobre esse tema e conhecer os conceitos e estratégias utilizadas pelos grandes investidores. Nesses livros, você aprenderá desde os fundamentos mais básicos e iniciantes até os mais avançados.

Confira aqui a lista com alguns dos melhores livros para investidores

1) Pai rico, pai pobre (Robert Kiyosaki)

Um clássico que não sai de moda. Eu recomendo esse livro para iniciantes entenderem o raciocínio por trás do investimento. Pai rico, pai pobre é, há vinte anos, o livro número um em finanças pessoais, e é o primeiro passo para entrar no mundo dos investimentos.

Antes de se aventurar na compra e venda de ações, você precisa dominar o seu orçamento e o mais importante: a sua mente.

O livro demonstra a importância de ter o controle do próprio destino e isso passa pela educação financeira, para aprender não a trabalhar por dinheiro, mas fazê-lo trabalhar para você.

2) Os segredos da mente milionária (T. Harv Eker)

Outro livro de leitura obrigatória. Nele, o autor ensina a enriquecer mudando nosso conceito sobre dinheiro e aprendendo a adotar hábitos de pessoas bem-sucedidas. Ele quebra nossos pré-conceitos e crenças negativas que às vezes carregamos desde a infância sobre o dinheiro sem nem percebermos.

Esse livro vai além da questão financeira, orientando a um aumento de riqueza mental e também emocional.

3) O Homem mais rico da Babilônia (George Samuel Clason)

Todos os princípios das finanças e do investimento estão concentrados nesse título.

Inspirado na cidade mais rica e próspera da antiguidade, a obra dá excelentes conselhos para evitar a falta de dinheiro, buscar conhecimento em vez de apenas lucro, garantir uma renda para o futuro etc. Esse é o livro indicado para quem quer aprender a construir e multiplicar seu patrimônio.

4) Do mil ao milhão, sem cortar o cafezinho (Thiago Nigro)

Um dos maiores influenciadores brasileiros do mundo das finanças e dono do canal O Primo Rico, Thiago Nigro compartilha seu método de organização de finanças pessoais e formação de patrimônio, além dos três pilares para atingir a independência financeira: gastar bem, investir melhor e ganhar mais. Thiago desmistifica que o dinheiro está disponível apenas para uma minoria e afirma que, com disposição e dedicação, todos conseguem gerar renda e aumentar seu patrimônio.

5) O investidor inteligente (Benjamin Graham)

Considerado um dos melhores livros de investimento do mercado financeiro, essa leitura é um pouco mais avançada. Foi um dos livros que o Warren Buffet, um dos maiores investidores de todos os tempos, leu no início da sua carreira.

Benjamin Graham é apontado como o maior consultor de investimentos do século 20 e ensina a evitar os principais erros do mundo financeiro.

Ensinamentos em comum

Os livros sobre mercado financeiro e investimentos têm algumas lições em comum, como por exemplo, o fator urgente de você aprender a controlar seu dinheiro para que ele não te controle, saber que o hábito de investir com constância é mais importante do que a quantidade de dinheiro que você tem para comprar ativos financeiros e que a maior parte dos problemas com suas finanças são resolvidos por uma mudança de mentalidade.

Mão na massa!

Ultimamente, está na moda se vangloriar da quantidade de livros lidos no período de um mês ou um ano, mas eu não vejo vantagem nisso.

De nada adianta ler rapidamente um monte de frases em sequência para marcar um “check” se os ensinamentos do livro serão esquecidos logo ao iniciar a próxima leitura, também feita às pressas?

Tome o tempo necessário para “digerir” o conteúdo do livro. Faça anotações das partes que você considera mais importantes e se esforce para aplicá-las na sua rotina, no seu dia a dia.

Leitura é para ser absorvida e aplicada, e não uma competição para ver quem leu mais rápido. Quantidade não significa qualidade. Portanto, preze pela última.

Lembre-se de que o maior jogo é aprender a cuidar do seu dinheiro, fruto do suor do seu trabalho, para fazê-lo trabalhar para você e garantir uma maior tranquilidade no futuro. Quanto antes você começar a investi-lo, mais o seu “eu” do futuro irá agradecer.

Então, absorva com atenção as palavras de quem já trilhou o caminho que você está começando a percorrer. Aprenda e siga os ensinamentos de quem já deu certo e não fique atrás de “hacks” e dicas para encurtar a jornada.

No mercado financeiro não existe atalho e nem caminho rápido. Existe o começar agora, aos poucos, e pensar no longo prazo. Afinal, se existisse caminho mais fácil os grandes investidores já o teriam descoberto, certo?

Você provavelmente não juntou o seu dinheiro de um dia para o outro, então também não poderá aprender sobre onde aplicá-lo de forma corrida. Tome o seu tempo e se informe através de várias fontes sobre finanças, Bolsa de Valores e mercado financeiro.

Além de diversificar os seus investimentos, é interessante também diversificar as formas e origens de conhecimento. Uma ótima opção para além dos livros são os podcasts. Existem vários canais sobre o tema, e você pode escutá-los enquanto vai para o trabalho, faz faxina na casa ou pratica uma atividade física. O importante é não parar de aprender!

Leia também | Como economizar dinheiro ganhando pouco? Confira dicas