Entrar

PIS 2022: saiba se você tem direito e como sacar

Uma nova parcela do benefício será paga em 2022. Confira o artigo para entender se você é um dos trabalhadores que tem direito ao PIS 2022.

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 09 de dezembro de 2021.

“Será que tenho direito ao PIS 2022?”. Essa é uma das perguntas que mais preocupa os trabalhadores atualmente. Isso porque os brasileiros não tiveram acesso a esse benefício em 2021, por causa da crise causada pela pandemia da Covid-19.

Essa suspensão temporária do benefício atingiu os trabalhadores que iriam recebê-lo no segundo semestre de 2021, mas os prejudicados receberão o valor junto ao abono salarial de 2022.

Quer entender mais sobre como funciona o PIS e como ficará o benefício no ano que está por vir? É só continuar a leitura!

O que é o PIS-PASEP? Entenda esse benefício

O PIS é a sigla para Programa de Integração Social. Ele foi criado para pessoas que trabalham em empresas privadas. Já PASEP é a sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, destinado para trabalhadores de órgãos públicos.

Ambos são programas onde os empregadores depositam contribuições em um fundo ligado aos empregados, o famoso fundo do PIS/PASEP. É a partir dele que o trabalhador recebe benefícios como o abono salarial, garantindo um salário a mais para trabalhadores de baixa renda.

A contribuição ao fundo PIS/PASEP é descontada todo mês do salário bruto do trabalhador. Mas, para ter acesso ao benefício não é necessário ser dispensado ou ter seu contrato de trabalho finalizado, pois todos os anos é liberado um calendário para saque.

Para ter direito, é preciso preencher alguns requisitos trabalhistas, como ter recebido em média até dois salários-mínimos por mês, sempre proporcional ao período trabalhado.

Alguns requisitos para receber o PIS são:

  1. Trabalhar com carteira assinada durante pelo menos 30 dias no ano anterior ao benefício;

  2. Estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

  3. Recebeu até dois salários-mínimos por mês, em média. Caso não tenha trabalhado o ano inteiro, o cálculo é feito de forma proporcional;

  4. Ter seus dados informados pelo seu empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Você tem direito ao PIS?

Segunda a Caixa Econômica Federal, “os valores depositados referentes ao Programa de Integração Social, distribuído pelas empresas aos empregados cadastrados no programa entre 1971 até 04/10/1988, estão disponíveis para saque uma vez iniciado o calendário de Pagamento do Abono Salarial e dos rendimentos, independente do mês de nascimento do titular, desde que se atenda a um dos motivos previstos em Lei”.

É disponibilizado o PIS para trabalhadores dos grupos citados abaixo, estejam eles empregados atualmente ou não:

  1. Aposentados ou pessoas com idade igual ou superior a 60 anos;

  2. Inválidos (do participante ou dependente);

  3. Transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar);

  4. Neoplasia maligna – câncer (participante ou dependente);

  5. Idoso e/ou portador de deficiência alcançado pelo Benefício da Prestação Continuada;

  6. SIDA/AIDS (do participante ou dependente) e outros.

Se você comprovar que faz parte de pelo menos um desses grupos e preencher os requisitos mínimos, está apto a fazer parte do Programa de Integração Social ou Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

Por onde você pode sacar ou ter acesso ao seu benefício?

O saque dos rendimentos do PIS/PASEP pode ser realizado de diversas formas, através de crédito em conta na Caixa Econômica Federal, caixas eletrônicos, agências da Caixa ou lotéricas utilizando o seu cartão.

Caso você queira realizar a retirada presencialmente e em espécie, não deixe de levar seus documentos de identificação, como a carteira de identidade ou outros documentos que possuem a mesma validade.

Nunca consultou se tem direito ao PIS e quer descobrir agora? Segue o passo a passo:

Nunca consultou se tem direito ao PIS e quer descobrir agora? Segue o passo a passo:

Você pode consultar se tem ou não direito ao saque do seu benefício do PIS sem precisar sequer sair da sua casa. Basta apenas ter o seu CPF e aparelho eletrônico em mãos. Confira o passo a passo que preparamos para você:

  1. Pelo celular ou computador, acesse o site do Meu INSS. Caso queira usar o aplicativo, ele está disponível para aparelhos iOS e Android;

  2. Clique no botão “entrar com gov.br”. Caso já tenha feito seu o cadastro, é só prosseguir. Se for o seu primeiro acesso, é necessário realizar um cadastro com os seguintes dados: nome, e-mail, CPF, data de nascimento, celular, nome da mãe e estado;

  3. Autorize o acesso aos seus dados pessoais e leia os termos de privacidade;

  4. Confirme as suas informações para habilitar e verificar o seu cadastro. Faça a conferência com bastante atenção, para evitar retrabalhos;

  5. Acesse “Meu Cadastro”;

  6. Vá até a seção PIS-PASEP e confira o seu número, que está identificado como NIT;

  7. Acesse o site ou aplicativo do FGTS;

  8. Insira seus dados e pronto! Agora você consegue consultar as suas informações pessoais relacionadas ao benefício PIS/PASEP.

PIS 2022: quanto vou receber?

O abono salarial é proporcional ao tempo de serviço do trabalhar no ano de contribuição, desde a Lei 13.134/15. Isso quer dizer que o valor a ser pago é proporcional ao período trabalhado em 2021 – lembrando que um dos critérios para acesso ao benefício é ter trabalhado por pelo menos 30 dias durante o ano de 2021.

O valor do abono salário é feito baseado no salário-mínimo do ano de pagamento (neste caso, de 2022). Por enquanto, o Governo Federal ainda não divulgou o salário-mínimo que será praticado no próximo ano.

Para realizar o cálculo, basta multiplicar os meses trabalhados por 1/12 do valor do salário-mínimo. Em um exemplo prático, vou considerar o salário-base de R$ 1.000 e um período trabalhado de 10 meses.

Abono salário = 1/12 * 10 * R$1.000 = R$833,33.

Quando será o próximo pagamento?

Até o momento, o calendário oficial para o pagamento do abono salarial ainda não foi divulgado pela Caixa Econômica Federal, mas a previsão é de que o cronograma completo seja disponibilizado até o fim do mês.

Lembrando que com o acesso à internet você pode conferir tudo sobre o Abono Salarial, o Seguro-Desemprego e o INSS em apenas alguns cliques, evitando a necessidade de se deslocar ou conversar com algum atendente.

Espero que este artigo tenha te ajudado a entender e conferir se você terá ou não acesso ao PIS-PASEP para o ano de 2022. Gostou do conteúdo? Não deixe de enviar para as pessoas que também precisam ter acesso a essa informação, mas não sabem como.

No blog da Serasa, você encontra outros conteúdos sobre educação financeira. Acesse e confira!