Entrar

Empréstimo para score baixo: como funciona e como conseguir?

Conheça as opções de crédito do mercado para quem tem baixa pontuação de score


Atualizado em: 28/03/2022

A pandemia da Covid-19 deixou muita gente numa situação financeira bem complicada. Com o aumento da inadimplência, aumentou a busca por ofertas de empréstimo para score baixo.

Isso porque, como já se sabe, ao deixar de pagar uma conta e ter seu nome negativado, a pontuação de score tende a diminuir, já que este é um serviço de proteção ao crédito.

Porém, o que muita gente não sabe é que, mesmo com o score baixo, ainda é possível conseguir um empréstimo. As empresas costumam checar o score e isso pode sim impactar a análise de crédito. Porém, vale lembrar que não é impossível conseguir.

Então, se você é da turma que precisa de um empréstimo e está com o score lá embaixo, fique tranquilo que nós vamos te ajudar!

Empréstimo com score baixo: como conseguir?

O score é a pontuação de crédito de um consumidor que indica às empresas quem são os bons pagadores. Por isso, ter um score baixo pode dificultar a concessão de crédito ou, até mesmo, aumentar o juro, já que o risco de inadimplência aumenta.

No entanto, é importante entender que a pontuação de crédito exigida para a aprovação de empréstimo, cartão de crédito e financiamento vai depender da política de privacidade do correspondente bancário.

Com a disseminação da tecnologia e as possibilidades de solicitar um empréstimo pela internet, ficou ainda mais fácil ser aprovado nas análises de crédito das instituições financeiras e ter a liberação do crédito feita de forma mais rápida.

Inclusive, o empréstimo online tem ganhado cada vez mais o coração dos brasileiros, isso graças à comodidade e facilidade. Uma pesquisa realizada pela Opinion Box, por exemplo, chamada de Pagamento Móvel e Comércio Móvel no Brasil, revelou que 25% dos brasileiros com smartphone já contrataram um empréstimo via app.

Ou seja, se você estava com receio de baixar um app para fazer empréstimo, ou talvez buscar simulações pela internet, fique tranquilo, pois isso está cada vez mais confiável.

E para você ficar ainda mais tranquilo em relação à credibilidade, saiba que a Serasa tem um serviço exclusivo para você fazer simulações de contratação de crédito pela internet.

O Serasa eCred é uma plataforma de crédito com ofertas de empréstimo e cartão de crédito de diversas empresas parceiras, como bancos, fintechs e outras instituições financeiras.

Então, fica aí essa dica: mesmo negativado ou com score baixo, você pode usar o Serasa eCred, que é totalmente gratuito, para fazer quantas simulações quiser e encontrar o crédito mais barato para você.

Mas lembre-se que, na hora de simular, observe o valor total que você pagará pelo empréstimo. É importante estar atento às taxas de juros, seguro e demais taxas que serão cobradas, por isso, fique de olho no custo efetivo total (CET) do empréstimo.

Saiba mais sobre como funciona o Serasa eCred neste vídeo

Tipos de empréstimo

Existem, basicamente, quatro tipos de empréstimo. Antes de optar por um deles, é ideal analisar cada caso e o que se encaixa melhor no seu perfil e também no seu bolso.

1. Empréstimo pessoal

É o mais comum e, geralmente, oferecido por bancos. O consumidor pode usar o dinheiro para o que ele bem entender – não é como crédito imobiliário, por exemplo, que tem um destino certo.

Essa modalidade, assim como as demais, está sujeita à análise de crédito, e o pagamento, geralmente, é mensal.

2. Empréstimo consignado

Esse tipo funciona quase da mesma forma que o empréstimo com garantia, mas a garantia de pagamento é o seu salário. O pagamento é descontado no contracheque, diretamente pelo banco. O cliente não paga nenhum boleto, já que o desconto do salário é automático.

3. Empréstimo universitário

É destinado apenas a estudantes do ensino superior para custeio da faculdade. Há opções de bancos privados e bancos públicos.

4. Empréstimo consolidado

Essa modalidade é para quem já tem dívidas com o banco. Para que as taxas parem de correr, o banco oferece um empréstimo para quitar o débito. Assim, o consumidor se compromete com um novo parcelamento.

4 dicas para aumentar seu score?

Um ponto que vale muito reforçar é que, normalmente, quanto mais baixo seu score, maior a taxa de juro que será cobrada pela instituição financeira que te concedeu o crédito.

Isso porque essa é uma forma de o banco garantir que não ficará no prejuízo caso você deixe de pagar.

Então, devido a isso, aumentar o score de crédito é uma maneira de reduzir os juros e facilitar a aprovação do empréstimo. E para aumentar o score, é necessário, primeiro, entender a importância de ter uma vida financeira saudável.

Veja as principais dicas para aumentar o score.

  • Planeje os seus gastos.

  • Limpe o seu nome se estiver negativado.

  • Pague suas contas de consumo até o vencimento.

  • Utilize o Cadastro Positivo.

Score 2.0

Para entender um pouco mais as dicas de como aumentar o score, talvez seja importante entender melhor o Score 2.0 e como ele atua.

Essa nova pontuação de crédito é calculada com base no seu comportamento financeiro. O Score 2.0 traz toda a credibilidade da Serasa em um novo método para o cálculo dos seus pontos.

A pontuação varia de 0 a 1000 e indica para o mercado quais são as chances de você pagar suas contas em dia. A Serasa utiliza Inteligência Artificial para calcular sua pontuação e leva em conta seis tipos de critérios:

● Comportamento de consultas/consultas para serviço e crédito;
● Crédito contratado;
● Histórico de dívidas;
● Pagamento de crédito;
● Pagamento de dívidas e tempo de uso do crédito.

A composição da pontuação final do Score 2.0 é:

Serasa Score 2.0

● 43,6% Pagamento de crédito;
● 19,3% Consulta para serviço e crédito/comportamento de consultas;
● 13,7% Histórico de dívidas;
● 10,1% Tempo de uso do crédito;
● 7,9% Crédito contratado;
● 5,5% Pagamento de dívidas.

Entenda mais sobre Score de Crédito neste vídeo

Cartão de crédito para negativado e score baixo

Este aqui é um tópico extra que pode te ajudar muito se você está com o score baixo. Dentre as modalidades de crédito, uma bastante concorrida é o cartão de crédito. Por conta da sua praticidade, ele acaba virando objeto de desejo.

Porém, cartão de crédito para negativado e score baixo também pode ser um pouco mais difícil de aprovar pelas mesmas razões do empréstimo. Aqui, os bancos também enxergam um maior risco de inadimplência.

Conseguir um cartão de crédito aprovado estando negativado passa pelos critérios de cada credor. Há instituições que atuam diretamente com esse público, pois estão mais preparadas para os riscos. Além disso, há opções como o cartão de crédito pré-pago e o cartão de crédito consignado.

O legal é que o Serasa eCred também pode te ajudar a encontrar um bom cartão de crédito, até mesmo aqueles sem taxa de anuidade.

E se você quer entender mais sobre as ofertas disponíveis para o seu CPF, aproveite e faça agora mesmo a simulação no Serasa eCred. É 100% online, totalmente gratuito e você pode fazer quantas simulações quiser.

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.