Desde que chegou ao Brasil, em 2010, a Black Friday faz sucesso entre os consumidores. Mesmo no ano passado, com as restrições de circulação mais intensas, o comércio online registrou um aumento de 41% no faturamento na semana do evento, segundo a consultoria Ebit Nielsen. Mas, em pouco tempo, a campanha ganhou um apelido nada carinhoso por aqui: Black Fraude.

Tudo começou quando, logo nos primeiros anos, as lojas investiram pesado em propagandas para aumentar o volume de vendas. Os descontos anunciados para a data chegavam a 80%, mas os consumidores mais atentos logo perceberam um comportamento desonesto: muitos lojistas aumentavam o valor dos produtos na véspera do evento para anunciar reduções de preços maiores e criar ofertas mais atrativas.

Depois disso, outras práticas desleais se tornaram comuns durante o evento. Frete abusivo para compensar os descontos oferecidos nos produtos, mudança de preços na hora de fechar as compras em lojas online e crimes para roubar dados e aplicar golpes financeiros fizeram o termo Black Fraude ganhar mais força com o passar dos anos.

Como evitar a “Black Fraude” durante a Black Friday 2021?

Para não cair em fraudes – seja ao comprar produtos com descontos maquiados ou se tornar vítima de golpes financeiros –, antes de tomar sua decisão de compra, o consumidor pode adotar algumas medidas preventivas para fazer um bom negócio.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para evitar que a sua Black Friday se transforme em Black Fraude. Confira, a seguir:

Faça sua lista de desejos

Para evitar compras por impulso, uma estratégia interessante é listar os produtos que você deseja comprar antes mesmo da chegada da Black Friday. Revise essa lista de vez em quando e, sempre que achar necessário, adicione e retire os produtos. Não se esqueça de fazer uma pesquisa de preços e lojas e acrescentar essas informações à lista. Isso vai te ajudar a não ser enganado pelos falsos descontos.

Se o desejo continuar e você tiver condições financeiras para comprar esses itens, o período da Black Friday pode ser uma grande oportunidade. Algumas lojas online oferecem maiores descontos para quem paga com cartão de crédito. Além disso, ter um cartão com um bom limite nesse período pode ser interessante para antecipar as compras dos itens que você precisa sem comprometer muito do seu orçamento agora.

Se você ainda não tem o seu cartão de crédito ou quer pedir mais um, acesse o Serasa eCred agora mesmo. Com base no seu perfil financeiro e necessidades, a plataforma pesquisa, compara e recomenda as melhores opções disponíveis no mercado para você. Aí, é só escolher a que mais gostou e fazer o seu pedido online. Ainda dá tempo de solicitar o seu e aproveitar os descontos.

Nunca feche uma compra antes de comparar preços entre lojas

Se você viu um anúncio e bateu a tentação de comprar, salve o produto no carrinho de compras, mas não feche negócio naquele momento. Antes, acesse os sites concorrentes para conferir os preços anunciados (considerando, também, as variações de frete) e ter a certeza de que está escolhendo a oferta mais vantajosa.

Em 2020, o Ibevar (Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo & Mercado de Consumo) identificou ofertas de lojistas que aumentaram em até 70% o valor do produto na véspera da Black Friday para anunciar descontos maiores depois. O levantamento analisou 6.500 itens diferentes em mais de 30 categorias. Então, seja qual for o produto que você deseja comprar, lembre-se que pesquisar nunca é demais.

Para ficar ainda mais protegido contra a “Black Fraude” dos descontos, acesse sites de comparativo de preços como o Zoom, Buscapé e JáCotei. Como os algoritmos de comparação desses sites consideram a variação de preços ao longo do tempo, se houver indicação de preço baixo, você pode fechar sua compra com mais segurança.

Compre apenas em sites seguros

Ao encontrar uma oferta com um preço muito baixo, fica difícil resistir. Mas, se não quiser se tornar uma vítima da “Black Fraude”, não se deixe levar por impulsos.

Durante a campanha de Black Friday, o volume de vendas aumenta porque as pessoas ficam mais propensas a comprar. O problema é que os criminosos sabem disso e já se preparam com antecedência. Muitos deles desenvolvem sites falsos para roubar dados pessoais e financeiros de consumidores.

Nem sempre é fácil identificar a “Black Fraude”. Os sites falsos normalmente imitam marcas conhecidas ou utilizam marcas parecidas com outras já existentes.

Se ficar na dúvida, não deixe de verificar se a oferta é verdadeira. Verifique as informações de contato, faça uma ligação ou converse pelo atendimento ao consumidor para conferir se o lojista realmente existe.

Monitore seus dados

Em 2020, a principal fraude registrada durante a Black Friday, Black Week e Black Novembro foi roubo de dados de cartão de crédito. Como já mencionamos, nesse período em que os consumidores estão mais propensos a comprar, os criminosos também agem de maneira organizada para fazer o maior número possível de vítimas.

Grande parte dos dados roubados são obtidos pelos golpistas por meio dos sites falsos, mas a criatividade dos criminosos pode fazer com que mais consumidores caiam na “Black Fraude” em diferentes situações.

Aliás, esse golpe se tornou tão recorrente que o Procon-SP criou uma lista de sites de e-commerce não recomendados. Vale a pena conferir.

Outra dica é verificar a reputação da loja no site Reclame Aqui ou no buscador do Ebit Nilesen, que monitoram a avaliação dos próprios consumidores e o índice de casos resolvidos pelo estabelecimento. Quando não houver respostas às reclamações, você já sabe: nada de fechar uma compra ou informar qualquer dado pessoal no site.

Uma alternativa para aumentar sua proteção nesse período é usar o Serasa Premium. A ferramenta da Serasa monitora seu CPF 24 horas por dia e te alerta sobre qualquer consulta ou movimentação feita em seu nome, além de ocorrências de vazamentos dos seus dados. Assim, você pode agir com mais rapidez e evitar que problemas maiores aconteçam.

E quando a Black Friday já virou Black Fraude? Saiba o que fazer

1. Separe todos os registros do processo de compra, como imagem do anúncio, imagem do site de venda, print da tela do carrinho de venda, comprovante de compra e outros.

2. Acesse o espaço do Fale Conosco do site de e-commerce onde você fez a compra e faça uma reclamação oficial. Não se esqueça de salvar o comprovante.

3. Procure sites como o Reclame Aqui e registre o ocorrido. Muitas empresas aceitam negociar e resolver por intermédio da plataforma online.

4. Registre a reclamação no Procon (Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor) do seu Estado ou da sua cidade. A maior parte aceita notificação online. Neste site, você encontra os links para todos os Procons registrados pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) – do Ministério da Justiça e Cidadania.

E o que fazer se você cair em um golpe virtual na “Black Fraude”?

1. Separe todos os registros de interação com os golpistas. A primeira mensagem enviada, a página de cadastro, prints de conversas em aplicativos de mensagens e qualquer outra informação relacionada.

2. Acesse o site da delegacia de polícia do seu Estado e faça um boletim de ocorrência, normalmente tipificado como estelionato ou outros crimes. Envie todos os registros colhidos. Confira os sites das delegacias aqui.

3. Atualize o antivírus do seu computador e faça varredura nos seus demais dispositivos conectados à Internet para evitar que mais informações sejam roubadas.

4. Denuncie os perfis falsos a todas as plataformas mediadoras utilizadas: WhatsApp, gerenciador de e-mails, Facebook, Instagram, Telegram etc.

5. Fale sobre o golpe com a sua comunidade de amigos e familiares o quanto antes e monitore o uso do seu CPF para agir imediatamente caso seus dados sejam usados para contrair empréstimos ou outras dívidas em seu nome.

Quer fugir da “Black Fraude”? Aproveite a Black Friday Serasa

Quer uma solução para te ajudar a evitar fraudes com os seus dados? Então, você precisa conhecer o Serasa Premium, a ferramenta da Serasa feita para você, que quer controlar os seus dados e ser avisado sobre qualquer movimentação ou consulta feita em seu nome.

Agora, uma boa notícia: durante a Black Friday da Serasa, você tem descontos especiais para adquirir o plano anual do Premium. Assim, fica mais fácil manter o controle do seu CPF e dos seus dados pessoais durante todo o ano. Aproveite!

Proteja o seu nome com Serasa Antifraude!

CONHEÇA OS PLANOS

Consulte grátis seu CPF e seu SCORE Comece agora uma nova vida financeira.

Consultar agora