Entrar

Black Friday: dicas para não cair em golpes nessa época do ano

Saiba como se preparar para a Black Friday e aproveitar a temporada de promoções sem cair em pegadinhas ou extrapolar o orçamento.

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 02 de dezembro de 2021.

A cultura da Black Friday, vinda dos Estados Unidos, chegou há alguns anos no Brasil e se instalou de vez. Esse é o dia em que a grande maioria das lojas faz promoções para atrair clientes e vender em grande volume. A data acontece na última sexta-feira do mês de novembro e, em 2021, caiu no dia 26.

Diante de tantas opções, banners amarelos e vermelhos saltando aos nossos olhos indicando uma queda aparentemente brusca de preço, é normal que a gente se sinta perdido e muito seduzido a se deixar levar pela onda de consumismo. Mas como ceder a essa tentação?

Dicas para não ser enganado na Black Friday

Para você não cair em ciladas durante a próxima edição da Black Friday, separamos algumas que vão ajudar você e o seu bolso nessa data:

Avalie o que é necessidade e o que é desejo

Nesses tempos de muita “publi” e influência digital, durante a Black Friday não faltam ofertas tentadoras e “imperdíveis” para te atrair. Saiba identificar o que você realmente precisa e quer de fato e o que você só sentiu vontade de ter ao ser influenciado pelo passeio diário no feed das suas redes sociais.

Prudência é a palavra de ordem

Não saia comprando loucamente só porque está barato. O barato que você não precisa sai muito caro para o seu bolso. Aproveite essa época de descontos para comprar o que já estava no seu planejamento, porém por um preço mais em conta.

Tenha sempre em mente a regra de ouro: nunca, jamais, faça dívidas por causa de um consumo em excesso. Priorize o que você precisa no momento (e se de fato você precisa), verifique se cabe no seu orçamento e lembre-se de que esse dia de descontos (e em algumas lojas, a semana ou o mês todo) acontecerá novamente no próximo ano, além de outras ocasiões de liquidação que sempre existem.

Aliás, o mês de janeiro também é conhecido por ter muitas oportunidades de compras de eletrodomésticos e eletrônicos, pois as lojas costumam fazer queima de estoque de produtos que não foram vendidos na época do Natal. Então, essa é mais uma chance de

você se programar e juntar dinheiro durante mais alguns meses antes de investir em um produto.

Coloque tudo na ponta do lápis

Faça uma lista de tudo o que você pretende ou gostaria de comprar. Antes de tomar qualquer decisão e clicar no botão “finalizar a compra” na página da internet ou passar o cartão na loja, calcule o quanto custam todos os itens da sua lista e verifique se essas compras cabem no seu orçamento.

Muitas vezes, somos tomados pela emoção e sensação de bem-estar que a compra oferece, mesmo sabendo que esse é um estado de felicidade temporária. Eu gosto sempre de dar duas dicas em relação às compras:

1. Entre no site da loja em que você quer comprar e selecione os produtos. Coloque tudo no carrinho e calcule o preço. Agora feche a página, saia do computador, tome uma água e vá dar um passeio ou fazer outra atividade. Às vezes, só a sensação de encher o carrinho já é suficiente para satisfazer esse prazer que a compra proporciona.

2. A segunda dica diz respeito à regra das 72h. Caso a vontade de comprar ainda não tenha passado, aguarde por mais 72h.

Geralmente, se a compra não era necessária, você nem se lembrará mais da maioria das coisas que havia escolhido. E isso significa que a decisão seria tomada por impulso.

Se passado esse tempo a vontade ainda estiver ali, aí sim, após verificar que o valor da compra cabe no seu orçamento, você finaliza o pedido ou retorna à loja.

Aproveite a oportunidade da data

Essa é uma boa hora para você se antecipar e já comprar os presentes de Natal que pretende dar a amigos e familiares. Mais uma vez, faça uma lista das pessoas que você gostaria de presentear, quais são as possíveis lembranças e o quanto você está disposto a investir em cada uma (se tiver condições, é claro).

Lembre-se de que, por ainda estar longe da data do Natal, a pessoa não poderá realizar a troca do produto, então opte por artigos mais universais ou por aqueles que você tenha certeza de que ela irá gostar.

Leia também | Consumismo: como economizar com tantos gastos de fim de ano?

Ative o modo detetive: é hora da apuração

Pesquise muito antes de comprar. Entre em todas as lojas e procure saber sobre a variação de preço do item que você está procurando. Vá aos sites de comparadores de

preços e veja o quanto ele custava há um ou dois meses, por exemplo, para ter certeza de que não está caindo na famosa “black fraude”, pagando a metade do dobro.

Infelizmente, muitas lojas aumentam os preços dos seus produtos antes do mês de novembro para que o “desconto” seja, na verdade, igual ao valor original do produto, proporcionando uma ilusão de redução de preço. Você pode clicar aqui para ver algumas opções de sites que monitoram preços.

Golpes mais comuns

Algumas armadilhas já ficaram conhecidas, portanto, fique atento para não cair nelas. Eis algumas:
  • Fretes abusivos: muitas lojas, para “recuperar” o desconto dado, aumentam os valores de envio;

  • Lojas virtuais falsas: antes de realizar uma compra online, consulte aqui a lista feita pelo Procon de sites a serem evitados. Os criminosos criam sites de fachada para roubar dados como CPF e número do cartão de crédito para aplicar golpes financeiros. Além, é claro, de você nunca receber sua compra. Desconfie também de sites cujos preços estão muito abaixo do mercado.

Regularmente, faça o monitoramento do seu CPF para controlar as movimentações que acontecem em seu nome. Esse acompanhamento permite que você evite surpresas financeiras desagradáveis e mantenha o seu score de crédito alto (score é uma pontuação que varia entre 0 e 1.000 que indica a probabilidade de um consumidor pagar suas contas em dia. É como se fosse um histórico de “bom pagador”).

Esse controle pode ser feito através do Serasa Premium, que deixa você informado 24h por dia com alertas de dívidas, ações judiciais, negativações, protestos e muito mais.

Acesse a página do Serasa Premium e confira mais informações sobre o serviço de monitoramento do seu CPF da Serasa.

Neste vídeo do Serasa Ensina, você encontra mais dicas para aproveitar a Black Friday:

https://www.youtube.com/watch?v=0tC52vErN9A