Entrar

Como evitar fraudes na Internet com os seus dados?

Com medidas simples, veja como evitar fraudes na Internet e não ter suas informações roubadas por criminosos.

Se você se preocupa em como evitar fraudes na Internet e proteger suas informações no ambiente virtual, saiba que não está sozinho. O Brasil está entre os países que fazem mais vítimas de golpes no ambiente virtual, ocupando a quinta posição no ranking de vazamento de informações na Web.

Mas os números não param por aí: a cada 17 segundos, uma tentativa de fraude ocorre no paíse as lojas virtuais movimentam mais de R$ 3,6 mil em tentativas de fraudes por minuto. Para fugir dessas estatísticas, é importante tomar algumas medidas para se prevenir. Confira, a seguir:

Como evitar fraudes na Internet? Confira dicas

Listamos alguns cuidados que você deve tomar para se proteger de golpes e fraudes na Internet:

Dobre a atenção ao fazer compras online

As compras online estão cada vez mais presentes na vida dos brasileiros. Mas, antes de passar seus dados para a empresa, é importante conferir a idoneidade de instituição e checar a segurança do site.

• Pesquise sobre a empresa em sites como o Reclame Aqui e confira a opinião de outros usuários que já compraram na loja;

• Faça uma rápida pesquisa no Google para se certificar de que não há nenhum caso de golpe envolvendo a marca;

• No site da empresa, avalie as informações de contato disponíveis ao público, como endereço, formas de contato e CNPJ;

• Caso ainda tenha dúvidas, confira no Procon do seu estado se existe alguma lista de empresas a serem evitadas (no caso do Procon-SP, você pode conferir essa lista no site da instituição);

• Mesmo que você decida comprar em um site conhecido, sempre verifique se eo endereço que aparece no navegador começa com “https” e se há o símbolo do cadeado no início da URL (certificações que dão mais segurança ao site e evitam roubos de senhas e ataques de invasores);

• Desconfie de promoções com preços muito abaixo dos praticados pelo mercado, especialmente aquelas ofertas que chegam via e-mail, WhatsApp ou outras meios, com link para clicar. Monitore os preços dos produtos que deseja comprar por sites confiáveis como Zoom, Buscapé, Jácotei e outros.

• Se possível, leia a política do site, já que é neste documento que estão descritas as formas como a empresa coleta e usa seus dados pessoais;

• Guarde todos os comprovantes de pagamento e notas fiscais dos produtos comprados online.

Escolha senhas fortes

Usar senhas fortes e trocá-las periodicamente é a melhor maneira de evitar invasão ao seu e-mail, redes sociais e, principalmente, aplicativos de bancos e outros serviços financeiros.

Uma das respostas sobre como evitar fraudes na Internet é evitar usar a mesma senha para todos os sites que você acessa. Além disso, claro, não use senhas sequenciais (como “123456”), datas de nascimento, nomes de familiares e outras informações que podem ser facilmente descobertas.

Se possível, crie uma senha que combine letras maiúsculas e minúsculas, caracteres especiais (como travessão, arroba e asterisco) e números.

Aprenda a identificar e-mails falsos

Todo mundo já recebeu um e-mail com alguma proposta irrecusável, como promoções com excelentes descontos, sorteios de brindes, crédito fácil ou até mensagens para atualização de cadastro em um banco onde nem sequer tem conta.

Infelizmente, a maioria é o que chamamos de “phishing”. São mensagens falsas que servem apenas como iscas para você clicar nelas, passar seus dados pessoais e enviá-los a golpistas.

Por isso, sempre desconfie desses e-mails. Caso receba uma mensagem do banco, do INSS ou de outro órgão pedindo para confirmar seus dados, entre em contato diretamente com a empresa ou órgão público, pelo telefone ou outros meios de contato conhecidos, e confirme se realmente estão lhe pedindo essas informações.

Outra dica é passar o mouse sobre o botão para clicar no e-mail e ver, na parte de baixo da tela, para qual site o botão ou link está sendo redirecionado. Verifique se o que aparece é o site oficial.

Utilize corretamente o Internet Banking

O Internet Banking é uma verdadeira “mão na roda”, não é? Mas para evitar fraudes na Internet, é preciso ter atenção na hora de usá-lo. Quando for deixar a página, em vez apenas fechar o navegador com o “x”, procure sempre clicar em “Sair”. Assim, você fará o logout do sistema e diminuirá as chances de hackers e criminosos acessarem seus dados.

Atenção aos golpes no WhatsApp

O número de golpes no WhatsApp não para de aumentar. A boa notícia é que também existem boas práticas para usar o aplicativo com mais segurança:
Evite clicar em links suspeitos, de anúncios de produtos grátis, brindes, descontos, falsos auxílios governamentais e afins. Se possível, sempre confira no Google antes se essa é uma mensagem verdadeira ou falsa;

Nunca compartilhe o código de seis dígitos do seu WhatsApp, porque a partir dele os criminosos podem clonar a sua conta no aplicativo. Geralmente, os bandidos ligam para a vítima ou entram em contato por outro meio, com um pretexto falso de que você ganhou algo, e pedem para passar o código para que você tenha acesso ao prêmio. Com esse código, o golpista clona a sua conta em outro celular e passa a enviar mensagens falsas aos seus contatos e ter acesso às suas conversas;

Altere suas configurações de privacidade no WhatsApp para que outros usuários não possam pegar sua foto de perfil e nome e criar uma conta falsa. Para isso, acesse: Configurações > Conta > Privacidade e altere quem tem permissão para ver sua foto de perfil, status e o “sobre” (quando você acessou o aplicativo pela última vez).

Golpes mais comuns na Internet

Existem alguns golpes que são muito comuns, e conhecê-los é fundamental para evitar fraudes na Internet. Os mais usuais são:

1) Engenharia Social: o bandido liga para você pedindo senhas, número do cartão, código de segurança ou outras informações sigilosas. Quem aplica o golpe se passa por um funcionário de suporte técnico e diz que precisa confirmar os seus dados. Esse golpe também pode ser aplicado pelas redes sociais, como por meio de mensagens oferecendo cartões de crédito.

2) Boletos falsos: os boletos falsos são golpes bem antigos, e agora também são enviados por e-mail ou outras plataformas. Para evitar que isso aconteça, antes de pagar qualquer boleto, sempre confira exatamente os dados do beneficiário e do pagador.

3) Lojas que não aceitam cartão de crédito: costume desconfiar de lojas que só aceitam pagamento via transferência ou depósito bancário. Quando for possível, prefira fazer seus pagamentos com cartão de crédito e, se houver a opção no seu banco, gere um cartão virtual apenas para fazer pagamentos.

4) Empréstimos falsos: antes de fazer uma solicitação de crédito online, sempre confira se a empresa é regulamentada pelo Banco Central e jamais faça depósitos antecipados para receber crédito. Atente-se também às condições fora das praticadas pelo mercado, como juros muitos baixos.

Vítima de fraude na Internet? Saiba o que fazer

Antes de conferir as dicas de como evitar fraudes na Internet você acabou caindo em um golpe? Se notar compras que você não reconhece no seu cartão de crédito ou um empréstimo em seu nome, a primeira dica é entrar em contato com a instituição financeira.

No caso de cartões de crédito e débito, solicite imediatamente o cancelamento do cartão e dê ciência à operadora do ocorrido. Caso acredite que a segurança do seu computador ou outro dispositivo eletrônico também foi corrompida, busque uma assistência especializada, pois você pode estar com um software malicioso instalado no aparelho, roubando seus dados.

Outro passo importante é registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.), que pode ser preenchido pela Internet ou presencialmente em qualquer delegacia.

Quer manter seus dados sempre protegidos? Conheça o Serasa Premium

Para evitar ser vítima de fraudes na Internet, outra dica crucial é monitorar os dados do seu CPF ou CNPJ para evitar o uso indevido dessas informações. Para isso, o Serasa Premium é um serviço que pode ajudar.

Com ele, seus dados são monitorados 24 horas por dia e você recebe alertas assim que houver alguma movimentação no seu CPF ou CNPJ em qualquer lugar do mundo, inclusive na Dark Web. Com esse recurso, você fica sabendo em primeira mão sempre que houver novas dívidas, negativações, protestos e ações judiciais em seu nome, tomando ações mais rápidas em caso de fraudes para evitar prejuízos maiores.

Gostou das nossas dicas de como evitar fraudes na Internet? Conheça mais sobre o Serasa Premium e veja como esse serviço pode trazer mais segurança para os seus dados e tranquilidade para a sua rotina.