Entrar

Como saber quem consultou meu CPF? Descubra

Como saber quem consultou o meu CPF? O Serasa Premium te ajuda a saber quem consultou os seus dados pessoais. Conheça as vantagens.

Colunista marlise brenol
Publicado em: 09 de fevereiro de 2022.

Como saber quem consultou o meu CPF? Você é do tipo de consumidor que fecha acordos à base da confiança ou somente com contrato e assinatura autenticada?

Há quem ainda hoje confie na palavra de clientes e prestadores de serviço, mas os riscos de golpes e fraudes são grandes. Para dar mais segurança para empresas e consumidores, há mecanismos que permitem mais transparência na relação.

A consulta ao CPF do consumidor para saber o perfil financeiro de clientes é uma prática regular no mercado de varejo e crédito. Isso significa que se o cidadão busca um financiamento junto aos bancos, por exemplo, a instituição pode fazer uma consulta aos dados deste cliente em potencial. As informações de perfil vão ajudar a definir a proposta da instituição.

Leia também | Entenda o que é risco de crédito e por que ele deve ser calculado

Se o cidadão possuir um histórico de bom pagador, ele terá um score alto, ou seja, uma nota boa ou ótima para o mercado financeiro. Este tipo de cálculo é feito pelos birôs de crédito como a Serasa e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) considerando o pagamento de contas, boletos e crediários em dia, o nome limpo ou negativado e o relacionamento com empresas.

Esta base de dados avalia bem as pessoas que pagam as contas em dia, ou seja, lista não apenas o cadastro negativo, mas valoriza o chamado Cadastro Positivo. Os birôs de crédito fazem a gestão da avaliação e oferecem para as empresas consultarem essas informações.

Então, se o consumidor pedir cotação para financiamento imobiliário, abertura de crediário ou seguro de carro, as operadoras consultam o perfil antes de elaborar a proposta.

Porém, o acesso ao perfil e histórico de consumo pode estar no controle do titular. Os birôs de crédito oferecem ao consumidor a possibilidade de ser avisado quando o CPF é consultado por estas empresas e quem acessou as informações. Outro serviço direto ao consumidor é o bloqueio desta consulta. Se o cliente não quer que a pontuação de Score esteja disponível para consultas, ele pode impedir o acesso.

Quais as vantagens de saber quem consultou o meu CPF?

As vantagens de estar ciente sobre a movimentação com o seu CPF envolvem aumentar a sua segurança. Confira três benefícios:

1 - Controle sobre as cotações

A principal vantagem de monitorar a consulta ao seu CPF ou mesmo ao CNPJ da sua empresa é ter controle sobre quais operadoras estão analisando o seu perfil financeiro. Dessa forma, você sabe que a cotação que foi solicitada em uma ou mais corretoras está sendo elaborada.

Caso você delegue a um agente financeiro, você saberá que ele realmente está operando a busca pela melhor proposta se identificar a consulta feita por instituições distintas.

2 - Negociar taxas por Score

Caso você mantenha o histórico de bom pagador e tenha uma avaliação boa ou ótima no Score, você assume o poder de negociar taxas menores e condições de pagamento mais vantajosas para o seu perfil.

Ao verificar que o operador financeiro consultou o seu perfil e se você já sabe que o seu histórico é ótimo, você pode utilizar esta avaliação como argumento para negociar condições contratuais melhores. A pontuação Score vai de 0 a 1000. Acima de 700 pontos, o risco de inadimplência é considerado pelo mercado como muito baixo, entre 301 e 700 o risco é médio e, abaixo de 300, o risco é alto. A pontuação não é proibitiva, ou seja, não significa que um score baixo o impedirá de conseguir crédito.

3 - Alerta de fraude em potencial

Uma situação na qual o seu CPF pode estar sendo consultado sem o seu consentimento é um alerta importante de segurança. Se você não solicitou cotações de produtos financeiros ou crédito e identifica consultas de instituições e operadores, saiba que você pode estar na iminência de se tornar vítima de uma fraude.

Os seus dados pessoais podem estar sendo usados por terceiros – golpistas e fraudadores – para demandar serviços em seu nome e provocar prejuízos futuros.

E como saber quem consultou meu CPF?

Para saber quem consultou o seu CPF, você pode solicitar um relatório à Serasa. O documento pode ser gerado online pelo site ou nos balcões de atendimento presencial nas agências Serasa.

Nos dois casos será necessária a confirmação de identidade, então você deve ter consigo documento com foto para comprovação de titularidade. Você terá informações sobre os últimos dois anos.

  • Acesse o site da Serasa e crie um cadastro ou acesso com login e senha;

  • No menu superior, clique em “Meu CPF” e depois em “Consulta CPF”;

  • Na nova página irá aparecer um texto e a opção “Solicitar o meu relatório”;

  • Pronto! Em até 24 horas o relatório estará disponível para consulta na sua conta.

O pedido também pode ser feito de forma presencial em uma das agências do Serasa Consumidor. Neste caso, é necessário consultar o endereço próximo de você e ir até o local com os seus documentos de identidade em mãos. A lista de agências da Serasa para atendimento presencial pode ser consultada neste link.

A versão gratuita trará informações sobre as consultas ao CPF ou CNPJ nos últimos dois anos e também a lista de empresas em seu nome. Mas se você tem necessidade de acessar o histórico dos últimos cinco anos ou quer ser alertado sobre novas consultas na hora em que acontecerem, a Serasa tem uma solução para você.

O serviço de assinatura Serasa Premium avisa sobre as consultas e também oferece proteção de dados como monitoramento de CPF, notificações instantâneas sobre dívidas, alerta de oscilação do Score, vazamento de dados pessoais na Deep Web entre outras situações. O monitoramento é feito 24 horas por dia, sete dias por semana. Acesse sua conta na Serasa e conheça a ferramenta.