Entrar

Golpe na OLX: como identificar o falso anúncio de venda de carros

Encontrou o anúncio do carro dos sonhos? Fique atento para não cair no golpe da oferta clonada no site OLX. Confira algumas dicas para você se prevenir!

Colunista marlise brenol
Publicado em: 30 de junho de 2022.

A procura por um carro novo, usado ou seminovo mudou. Há dez anos, as pessoas circulavam pelas concessionárias para conhecer os modelos e fazer o test-drive. Hoje a pesquisa é on-line, e um dos fatores mais importantes na decisão de fechar uma transação digital é a segurança. A preocupação não é à toa, afinal, o aumento da procura impulsiona também as fraudes. É o caso dos golpes na OLX, como o do falso anúncio de carro.

A oferta de carros à venda é vasta na internet. As estatísticas da Data OLX Autos apontam que houve um aumento de 31% de anúncios no primeiro trimestre de 2022 em relação ao ano anterior. O estudo aponta uma tendência de aumentar as camadas de segurança nas compras com o avanço da tecnologia, incluindo a biometria facial para assinatura de documentos e verificação de perfil dos usuários, com solicitação de comprovação de documentos de identificação pessoal para quem vende e para quem compra.

Mas o que é a OLX?

A OLX é uma plataforma de compra e venda direta, ou seja, entre os consumidores. O site de comércio eletrônico, ou marketplace, teve origem em Amsterdã e hoje atua em 45 países. Segundo a empresa, todos os meses, 100 milhões de pessoas de todas as partes geram 1,9 bilhões de visitas aos anúncios que chegam a 54 milhões de itens anunciados por mês.

A proposta da plataforma é conectar quem busca se desfazer de bens pessoais, desde um aparelho eletrônico, smartphone ou prancha de surfe até um carro ou mesmo um imóvel, com quem está interessado em comprar um produto usado com preço mais acessível do que o novo. O filtro de seleção de ofertas que são exibidas é feito por categorias e por localização de quem anuncia e de quem acessa.

A venda de veículos na plataforma é considerada um vertical com subcategorias como “carros, vans e utilitários”, “caminhões”, “ônibus” e “motos”. Há ainda a possibilidade de comprar peças e acessórios avulsos. Há também a classificação entre os anúncios particulares, ou seja, direto com o anunciante, e os profissionais, ou seja, quando o vendedor possui mais anúncios além do limite do plano gratuito.

Quais os riscos para quem compra na OLX?

Há diferentes tipos de golpes na OLX, por isso os consumidores devem estar atentos para não serem enganados. Há o golpe do falso pagamento, do perfil falso, do pagamento pelo WhatsApp e outros conhecidos sobre os quais já escrevemos aqui. Independentemente do tipo de produto que você pretende adquirir o risco de cair em fraude é real.

O site da OLX possui até uma página de segurança na qual monitora e explica quais são os golpes conhecidos, ensina o usuário a se proteger e também explica a política de segurança do site. No espaço, a empresa garante que se o consumidor tomar os devidos cuidados, a transação digital torna-se segura.

Leia também | Golpe OLX: você sabe como se proteger na plataforma?

Entre as recomendações para quem vai comprar estão conhecer o perfil do usuário, usar o chat da plataforma sem fornecer o telefone pessoal para contato externo, pedir nota fiscal do produto para conhecer a origem, usar o canal de denúncia em caso de anúncio estranho ou comportamento abusivo.

Outra dica importante é usar a opção OLX Pay, um tipo de seguro que garante a devolução do dinheiro caso o produto não seja entregue. Apesar do recurso para aumentar a segurança, o ideal é só pagar quando receber o produto, desconfiar de ofertas muito abaixo do mercado e fazer a negociação direta. O golpe do intermediário, por exemplo, é o mais usado para a falsa venda de carros.

Nele, o golpista entra em contato com alguém que tenha feito um anúncio de um carro e mostra interesse em comprar. Então, faz uma série de perguntas. Depois ele usa essas informações para criar um outro anúncio do mesmo carro, mas falso. Uma nova vítima se interessa pelo veículo, faz a compra e então o golpe é aplicado.

Como identificar o falso anúncio de venda de carros

A identificação do falso anúncio de venda de carro não é tarefa fácil, por isso a atenção deve estar redobrada durante todo o processo de negociação. Apesar do golpe do intermediário de venda de veículos ter uma complexidade para a trapaça se concretizar, ele acontece com frequência.

Ainda em maio de 2022, a polícia desbaratou uma quadrilha que atuava neste tipo de golpe em Joinville, no norte de Santa Catarina. De acordo com a polícia civil, em entrevista ao portal ND Mais, as vítimas acreditavam estar negociando com os proprietários, mas descobriram que o anúncio original havia sido clonado por intermediários.

O fraudador atua em três etapas: a arquitetura do golpe, a análise do produto e no fechamento da negociação. Este golpe engana tanto o comprador como o vendedor. O primeiro passo do criminoso é selecionar qual o anúncio será clonado. O alvo preferencial é uma oferta particular, não profissional, e de um carro em ótimas condições.

O primeiro contato é feito com o vendedor do veículo escolhido. A conversa ardilosa é para convencer o anunciante de que ele está pedindo o carro em troca do pagamento de uma dívida por terceiros, como um familiar, funcionário ou amigo. Então, ele pede para o vendedor mostrar o veículo para o terceiro, mas não comentar sobre o valor acertado.

O segundo passo é clonar o anúncio, porém com um preço bem mais atrativo e abaixo da média do mercado. Após a publicação, o fraudador começa a negociação com os interessados no carro, até definição de quem será a vítima. Ao avançar na conversa, o golpista identifica o interessado e marca um encontro para o comprador conhecer e testar o carro.

Para articular o encontro entre as duas vítimas, o criminoso marca com o anunciante, alertado para não comentar o preço, e com o comprador, também orientado a não falar sobre valores. No dia, horário e local, as duas vítimas se encontram, o carro é apresentado, a vítima dirige o automóvel e se despede.

A terceira etapa do golpe é o fechamento da negociação. O golpe se concretiza quando o comprador transfere o dinheiro para o criminoso e não para o anunciante original. O golpista pode até enviar um falso comprovante para o vendedor, mas o dinheiro não entrará na conta e, portanto, o carro não será entregue. A conta falsa é deletada e as vítimas não têm a quem recorrer a não ser denunciar na OLX e registrar um boletim de ocorrência na polícia.

Como não cair em golpe OLX?

  1. Faça dupla verificação para ter certeza de estar negociando com o próprio anunciante;

  2. Desconfie caso o preço esteja muito abaixo do mercado;

  3. Transfira o veículo em cartório e somente faça o pagamento na hora da assinatura do documento;

  4. Somente conclua a transação com a confirmação do banco de que o dinheiro entrou na conta.

Conheça o Serasa Premium

Uma forma eficiente de evitar golpes na internet é proteger os seus dados pessoais o máximo possível para que nenhum fraudador possa utilizar as suas informações em falsas negociações. Mas se mesmo com toda cautela acontecer de seus dados serem usados por terceiros, conte com a assinatura Serasa Premium para que você seja alertado e possa agir o mais rápido possível contra esse tipo de problema.