Entrar

O que assistir: dicas de filmes em streaming para entender as fraudes digitais

Por Lise Brenol

Aprenda assistindo filmes e documentários como agem os criminosos.

O que assistir costuma ser uma pergunta comum entre aqueles que gostam de filmes e séries como opção de entretenimento.

Ao digitar o que assistir… na barra de pesquisa do buscador Google, por exemplo, é possível encontrar sugestões de preenchimento automático da frase… no Youtube, na Amazon Prime, na Netflix e no Globo Play entre outros serviços de streaming e plataformas online de vídeo.

A pergunta é natural porque opções de canais e de atrações não faltam! Mas você sabe o que assistir sobre fraude digital?

As fraudes digitais são crimes cometidos por meio de computadores ou dispositivos em meios eletrônicos. Os criminosos são espertos e os golpes digitais estão cada dia mais difíceis de identificar, principalmente para as pessoas que têm pouca familiaridade com informática.

Uma forma interessante e envolvente de entender como operam os hackers do crime é assistir filmes sobre fraude digital. Há opções de documentários que têm o objetivo de ensinar como operam os criminosos com relatos de casos reais e que você termina de assistir tão impactado que começa a mudar os hábitos no mesmo dia.

E há as peças de ficção baseadas em histórias reais, estruturadas em roteiros de filme de ação emocionantes, daqueles de prender a atenção do começo ao fim. E, quando acaba, você se pergunta: “Será verdade ou ficção?”. Recomendo guardar a lista.

O que assistir.... no YouTube

A minha dica é acessar o canal do TecMundo no YouTube e assistir ao documentário Seu cartão foi clonado, um roteiro sobre a realidade violada que trata da fraude da clonagem do cartão de crédito. O filme apresenta os criminosos autointitulados de carders, ou seja, aqueles que praticam estelionato ou roubo qualificado para subtrair dados financeiros das vítimas e realizar compras ou contrair dívidas em benefício próprio.
O filme aborda a história da dona de casa Marieta Pereira que foi vítima do golpe do falso motoboy de banco. Os criminosos ligaram para a casa dela, explicaram que havia compras de alto valor efetuadas e queriam confirmar a validade. Marieta explicou que não havia realizado as compras e então o falso atendente do banco sugeriu “trocar” o cartão por outro e combinou de Marieta entregar o cartão dela ao motoboy enviado pela suposta instituição financeira. O documentário também conta a fraude sofrida pelo advogado Rogê Ferraz que teve a conta do PlayStation da Sony invadida e os dados do cartão de crédito vazados.

O que assistir.... na Amazon Prime

A série documental Hackers pode ser assistida na Amazon Prime. São duas temporadas, uma de 2015 e a outra 2019. O conteúdo é didático e bastante contemporâneo. A proposta é explicar para leigos em duas temporadas de 10 episódios cada como funciona o universo hacker. Os roteiristas entrevistam profissionais e especialistas que trabalham com segurança da informação, biohacking, criptomoedas, internet das coisas, inteligência artificial e áreas correlatas.
Em um dos episódios da primeira temporada, os especialistas explicam a diferença entre os black hats e white hats. Os dois são desenvolvedores web que fazem ataques em sistemas de informação online como o ambiente de operação de internet banking, do próprio PlayStation ou de qualquer outra empresa ou instituição que trabalhe com armazenagem de dados online. O hacker white hat ataca o site para identificar potenciais vulnerabilidades e corrigi-las com o objetivo de aumentar a segurança do sistema. Já o black hat invade para quebrar as chaves de segurança desenvolvidas pelos White hats para roubar informações de clientes e roubá-los. Ou seja, com a série aprendemos que nem todo hacker é um criminoso.

O que assistir.... no Netflix

Black Hat é o título original do filme do diretor Michael Mann traduzido como Hacker pelo Netflix. Disponível desde 2015, o filme narra a história de Nicholas Hathaway (Chris Hemsworth), um programador de internet condenado a 13 anos de prisão por fraudes digitais. O detento recebe uma proposta de liberdade condicionada quando outro hacker utiliza um código desenvolvido originalmente por ele e desencadeia uma crise no mercado financeiro e uma tragédia nuclear na China.
O roteiro de ação e aventura é emoção garantida do começo ao fim. O diretor faz um bom trabalho ao abordar tópicos complicados de segurança da informação como carding, malware e criptografia de forma didática em meio a um roteiro de entretenimento. Faça sua escolha em uma tarde chuvosa e reserve duas horas para um ciber-suspense de diversão e aprendizado.

O que assistir... na Globoplay

A série Expresso Futuro do canal FuturaPlay aborda na segunda temporada temas relacionados às transformações tecnológicas como inteligência artificial, realidade virtual, cidades inteligentes e outros. O episódio 9 foi intitulado cibersegurança. Nele, o advogado e pesquisador Ronaldo Lemos aborda a segurança de dados na internet. Gravado diretamente em Nova York, o documentário é composto por entrevistas com especialistas americanos como Camille François, diretora de pesquisa da Graphica que analisa ação de robôs e algoritmos na internet.
Camille alerta para uma mudança significativa na ação criminosa na internet nos últimos anos. Na primeira e segunda década da internet, os ataques hackers tinham como foco majoritariamente sistemas de grandes corporações e empresas, hoje os ataques não são exclusividade dos grandes, as pessoas civis têm sido alvo cada vez mais frequente. O documentário é interessante para quem quer entender o básico da conduta segura na internet como criação de senha, uso de cartão de crédito e autenticação de dois fatores. Mas também são abordadas as questões de vigilância e cibersegurança governamental e a preocupação em relação a ataques avançados a sistemas públicos.

O que assistir…. foi a minha dica da semana na Serasa Ensina Premium. Os filmes são instigantes, espero que vocês gostem também! Enquanto isso, ative o seu monitoramento de CPF e proteja o seu score para que seus dados fiquem mais seguros na internet.

Quer evitar fraudes e problemas futuros? Conheça o Serasa Premium

Com ele, você será alertado por e-mail e SMS sempre que houver uma movimentação no seu CPF e CNPJ como: novas consultas, protestos, ações judiciais, vazamento de dados na Dark Web e mudança em seu score e muito mais:

Função Lock&Unlock: bloqueie e desbloqueie seu Serasa Score para consultas de terceiros. Isso pode ajudar você a evitar que golpistas peçam crédito em seu nome.

Relatórios: receba um resumo quinzenal e tenha acesso total ao seu histórico de dados.

Consultor VIP:
atendimento exclusivo sempre que precisar de ajuda.