Entrar

O que é gestão de dados e seu impacto na aprovação de crédito

Assuma o controle da gestão dos dados pessoais para garantir uma navegação mais segura pela internet, reduzir a vulnerabilidade e o risco de fraude.

Colunista marlise brenol
Publicado em: 09 de junho de 2022.

A conexão à internet facilita a vida cotidiana. Hoje, com um smartphone na palma da mão, é possível realizar desde atividades corriqueiras, como conversar com amigos e colegas, conferir e-mails e ler notícias, até operações financeiras de compra e venda e empréstimos ou aquisição de crédito. Em todas essas transações, é preciso compartilhar algum tipo de informação, como o seu número de telefone, ou até mesmo o CPF, endereço e renda. E é por isso que precisamos falar sobre a gestão de dados.

Quando o assunto é finanças, o uso de smartphone é crescente no país. Segundo uma pesquisa de comércio móvel no Brasil realizada pela Opinion Box em 2022, há uma alta na contratação de empréstimos por meio de aplicativos. O estudo ouviu, entre 2 e 18 de junho, 2.033 brasileiros que possuem smartphone conectado e apontou que 26% já fizeram contratação de empréstimo ou crédito por aplicativo.

Os homens lideram a prática (34%), mas as mulheres (30%) não ficam muito atrás. As pessoas de 30 a 49 anos (35%) contratam mais do que os jovens de 16 a 29 anos (29%) ou aqueles com mais de 50 anos (29%). A facilidade da operação não escolhe classe social, pois entre os 26% que contrataram empréstimo ou crédito, 33% se classificaram como das classes C, D e E e 27%.

Os brasileiros convivem em 2022 com juros altos e a inflação acumulada de 12 meses acima de 10% ao ano, batendo os 12, 13% em abril de 2022, segundo o Instituto Brasileiro de Economia e Estatística (IBGE).

Neste contexto, as soluções digitais para consumo, como a facilidade de se obter empréstimo e crédito por meio de um app, por exemplo, são muito vantajosas, já que fica mais prático comparar as opções disponíveis no mercado.

Gerenciamento de dados financeiros

Poucas pessoas sabem, mas o limite para crédito ou o valor potencial para empréstimo está relacionado ao desempenho financeiro do consumidor. A performance está relacionada ao endividamento, ao histórico de bom pagador, à comprovação de renda mensal, entre outros fatores que são levados em conta pelo aplicativo avalista – normalmente, é um algoritmo que faz a leitura dos dados fornecidos pelo consumidor e os associa a dados de comportamento de consumo.

Hoje, o gerenciamento de dados na internet é feito cada vez mais a partir da leitura e análises dessas informações. Com isso, é possível identificar perfis de consumo, como classe econômica, por exemplo, e então definir padrões de comportamento.

Carreira em gestão de dados

Existe até uma profissão chamada gestor de dados, com curso de graduação para formação adequada. A carreira visa formar profissionais capazes de desenvolver um plano de gestão de dados a partir da análise de informações, o que impulsiona a tomada de decisões baseada em dados. O gestor de dados cumpre etapas processuais como a coleta, o armazenamento, o acesso, a análise e transformação da informação em relatórios e padronizações.

O profissional terá capacidade de dialogar e compreender softwares e algoritmos e adotar as melhores práticas a partir deles. Para definir um padrão a ser aplicado aos serviços oferecidos ao consumidor, como no caso de crédito e empréstimo, considera-se os critérios de relevância, qualidade e segurança.

A relevância é definida pela importância do dado analisado em relação à empresa, serviço e clientes. Quando a informação for muito relevante ela se torna um ativo. Porém, ela só será importante se for de qualidade, ou seja, atual, legível e contextualizado, e este é o segundo critério observado pelo gestor de dados.

Já a análise de risco é o terceiro critério. Esse vale tanto para a segurança da informação empresarial quanto para a privacidade de dados dos consumidores. O profissional ainda será peça importante para padronização da estrutura de dados a ser adotada, normalmente com aplicações de inteligência artificial e aprendizado de máquina. Ou seja, nunca será um trabalho individual, requer colaboração e inteligência coletiva.

Controle da gestão de dados para crédito

Assim como as empresas precisam contratar profissionais para analisar os dados massivos que circulam na internet e tomar as melhores decisões baseadas em informações confiáveis, o consumidor também possui recursos para controlar e gerir seus dados pessoais de crédito.

Há dez anos no Brasil há a regulamentação do chamado cadastro positivo do consumidor. Quando foi implementado, era preciso autorizar a abertura do cadastro associado ao CPF e CNPJ. Desde 2019, com alteração na regulamentação, a inclusão dos dados no Cadastro Positivo passou a ser automática para todas as pessoas físicas e jurídicas que têm empréstimos, financiamentos, compras a prazo ou contas de consumo.

O cadastro positivo começou um movimento de transformação nos bureaus de proteção ao crédito, como a Serasa. A ferramenta é fundamental para quem busca crédito, pois registra o comportamento de bom pagador. O foco positivo visa substituir a ideia de negativado ou cadastro negativo. O novo modelo gerou prestações de serviço como a pontuação Score que pode ser consultada por empresas e reúne informações sobre os pagamentos, financiamento, pontualidade e outros critérios.

Assista | Como consultar o Score

Como funciona o Score de crédito?

O Score de crédito é uma dessas informações que as instituições financeiras levam em conta na hora de aprovar crédito. Ele é uma pontuação que vai de 0 a 1000 pontos e pode ser consultado gratuitamente. Quanto maior a pontuação, maiores as chances do consumidor conseguir boas condições para empréstimo, financiamento, compra parcelada, cartões de crédito e assinatura de serviços recorrentes.

Porém, nem sempre o consumidor quer ter os seus dados financeiros e hábitos de consumo expostos para consulta livremente. Se você não está buscando crédito e empresas passam a consultar seu Score excessivamente, por exemplo, pode haver uma redução da pontuação, porque o sistema entende que o consumidor busca e não consegue o crédito.

Por isso, a Serasa oferece um serviço para te ajuda a ter um maior do controle sobre a gestão dos dados pessoais e financeiros: o Premium. A assinatura emite alertas de consulta, de vazamento de dados pessoais e de oscilação da pontuação. E ainda disponibiliza a possibilidade do consumidor bloquear a consulta, caso não esteja na busca por empréstimo, crédito, seguro ou qualquer outro serviço financeiro.

Cuide de seu CPF, CNPJ e dos seus dados | Serasa Premium