Entrar
Navegação do blog
  1. Blog
  2. Como Funciona Restituicao Imposto Renda

Como funciona a restituição do Imposto de Renda

Quem pagou mais do que precisava à Receita Federal durante o ano pode receber parte do dinheiro de volta.

Publicado em: 14 de maio de 2024

Categoria Educação financeiraTempo de leitura: 10 minutos

Texto de: Time Serasa

celular em mãos com requerimento da Receita Federal para declaração de imposto de renda. Foco seletivo.

A restituição do Imposto de Renda garante um dinheiro extra no orçamento de grande parte dos contribuintes brasileiros. De acordo com a Receita Federal, 81,1% das declarações de Imposto de Renda entregues até 3 de abril de 2024 tinham direito a receber restituição.

Saiba quem pode ter parte do dinheiro restituído e como funciona esse processo.

Leia também | O guia da declaração do Imposto de Renda 2024

Assista | Os erros mais comuns ao declarar Imposto de Renda

O que é restituição do Imposto de Renda

A restituição do Imposto de Renda é a devolução de parte do valor que uma pessoa pagou à Receita Federal ao longo do ano.

Os brasileiros precisam destinar ao governo uma porcentagem de sua renda anual – como salário mensal, recebimento de aluguel ou lucro de investimentos. Em alguns casos, o governo avalia que o contribuinte pagou mais que precisava, por isso devolve parte do valor.

O cálculo é feito automaticamente a cada declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, conforme as informações fornecidas. Na maioria dos casos ocorre a restituição de valores, mas há também contribuintes que precisam pagar mais tributos e outros que não têm imposto a pagar nem a receber. A declaração sempre considera os ganhos e os gastos do ano anterior.  

Quem tem direito a receber a restituição do Imposto de Renda

A restituição normalmente é garantida às pessoas que tiveram o imposto retido na fonte – como ocorre, por exemplo, com trabalhadores que têm o valor descontado mensalmente na folha de pagamento. 

Se esse contribuinte comprovar gastos como despesas médicas ou educação, parte desse imposto retido será devolvido pelo governo. O valor a ser restituído é informado automaticamente pelo programa da Receita Federal durante a declaração.

Mesmo quem se enquadra na faixa de isenção do Imposto de Renda pode ter valores a restituir em alguns casos. Se um trabalhador recebeu um aumento de fim de ano e em um mês teve o imposto retido na fonte por ter ultrapassado o limite mensal de isenção (de R$2.824 em maio de 2024), ele pode ter direito à restituição – ainda que os ganhos anuais estejam dentro da faixa de isenção.

Como a restituição do Imposto de Renda é recebida

Se o contribuinte tiver direito à restituição, a devolução do valor será feita pelo governo em datas determinadas, não é preciso solicitar. O depósito é feito na conta corrente indicada pelo contribuinte ao fazer a declaração do Imposto de Renda, por transferência ou Pix.

  • Os depósitos seguem um calendário de restituição e são feitos em lotes. Existem grupos prioritários para recebê-la. Confira a ordem:

  • ●     Idosos com idade acima de 60 anos.
  • ●     Pessoas com deficiência ou doenças graves.
  • ●     Professores (quando o magistério é a principal fonte de renda).
  • ●     Contribuintes que optaram pela declaração pré-preenchida ou escolheram receber via Pix.
  • ●     Depois desses grupos, o pagamento segue a ordem de transmissão das declarações.

Quando começa a restituição do Imposto de Renda

O calendário de restituição de 2024 tem cinco lotes programados. A restituição começa com o primeiro lote em 31 de maio, mesmo dia que encerra o prazo para enviar a declaração.

Confira o calendário:

1º lote 31 de maio
2º lote 28 de junho
3º lote 31 de julho
4º lote 30 de agosto
5º lote30 de setembro

Como fazer a consulta à restituição do Imposto de Renda

  • Se ao entregar a declaração o programa indicar que haverá restituição, o dinheiro será depositado em uma das datas estabelecidos pelo governo. É possível consultar a situação da restituição e a previsão de pagamento no site da Receita Federal:

  • ●     Acesse o serviço de consulta da Receita Federal.
  • ●     Informe o nome completo, o número de CPF e o ano de exercício da declaração.
  • ●     Clique em “Consultar” e confira a situação da sua restituição.


Para informações mais detalhadas sobre a restituição, consulte o portal Meu Imposto de Renda ou baixe o aplicativo da Receita Federal (Android e iOS).

Como aproveitar o dinheiro da restituição

Ao conhecer o valor da restituição, vale fazer um planejamento para usar o valor de forma consciente. O importante é tomar cuidado para que esse dinheiro não se dilua na conta corrente, sendo usado para gastos corriqueiros.

Confira quatro dicas para usar bem a restituição:

  1. Pague as contas atrasadas

    Esta é a prioridade número um. Se há alguma conta recente vencida, como condomínio, cartão de crédito ou parcela de loja, quite imediatamente. Dessa forma, é possível evitar o acúmulo de juros e a inscrição do CPF em cadastros de inadimplência.


  2. Renegocie dívidas

    Para quem já está negativado, a restituição é uma ótima oportunidade para negociar uma dívida antiga e voltar a ter melhores oportunidades de crédito no mercado. Aproveite oportunidades como o Serasa Limpa Nome, que oferece descontos de até 90% do valor da dívida.


  3. Fortaleça a reserva de emergência

    Quando as contas já estão em dia, um bom uso é criar ou reforçar uma reserva de emergência, que garante segurança financeira durante imprevistos. Especialistas indicam que uma reserva deve ser equivalente a pelo menos três meses de custos mensais.


  4. Invista em algo que fará diferença

    Se a reserva também estiver garantida, a restituição pode ser investida em metas mais concretas – viagem em família, troca de uma geladeira antiga etc. Mesmo que a restituição não seja suficiente, ela pode reforçar as economias que já existem. O importante é dar ao dinheiro um objetivo definido.

A aplicativo da Serasa ajuda na organização financeira


O aplicativo Serasa tem tudo para você cuidar da sua vida financeira. Organize as contas do mês para manter o pagamento em dia, negocie dívidas em seu nome ou no CNPJ de sua empresa, solicite crédito, consulte e saiba como aumentar seu Serasa Score, monitore seu CPF e muito mais!  

Tudo isso de forma rápida e prática, usando apenas o celular. Confira todos os serviços disponíveis no app da Serasa: 

Serviços Serasa na Estrada
Serasa Score Ícone

Serasa Score

Consulte e descubra o que pode estar impactando seu Serasa Score e como melhorar sua pontuação.

Limpa nome ícone

Serasa Limpa Nome

Veja ofertas, negocie dívidas e contas atrasadas com centenas de empresas parceiras.

Logo serasa verde

Serasa Crédito

Simule, compare e peça empréstimos, cartões de crédito ou conta digital de acordo com seu perfil.

Logo serasa rosa

Serasa Premium

Monitore seu CPF, consultas e movimentações feitas em seu nome e proteja seus dados pessoais.

Logo serasa azul

Carteira Digital

Pague débitos de veículo em até 12 vezes, recarregue o celular e receba dinheiro em tempo real e sem custo.

Baixe agora mesmo o aplicativo Serasa.


Ou escaneie o código:

Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar

Artigos relacionados