Entrar

O que é o Pix e como funciona em carteiras digitais?

Entenda tudo sobre o que é o Pix e como funciona, além de entender como ele pode ser utilizado em sua carteira digital.

Você sabe o que é o Pix e como funciona? Desde que foi criado pelo Banco Central, em novembro de 2020, o meio de pagamento tem feito sucesso por permitir a transferência de recursos entre contas de forma instantânea, agilizando as operações e trazendo praticidade à rotina dos usuários. De lá para cá, diversas empresas e pessoas já começaram a aderir à novidade.

Neste contexto, diversas empresas têm oferecido esta alternativa de pagamento para facilitar a vida dos clientes. Com poucos cliques e sem sair de casa, todos podem fazer pagamentos e receber transferências a qualquer dia e hora, de forma 100% digital.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura para entender melhor o que é o Pix e como funciona, suas principais vantagens e como ele funciona nas carteiras digitais.

O que é o Pix e como funciona?

O Pix é um meio de pagamento instantâneo implementado no final de 2020 pelo Banco Central em todo o Brasil. Diferentemente de outras modalidades, como os tradicionais DOC e TED, a ferramenta funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, inclusive em feriados.

Ao fazer uma transferência via Pix, em questão de segundos o valor chega à conta do recebedor, com comprovante e tudo. Essa metodologia de pagamento é gratuita para as pessoas físicas e também aos Microempreendedores Individuais (MEI).

Em resumo, o Pix é mais uma alternativa de pagamento e, em alguns casos, pode substituir o dinheiro em espécie ou outros serviços que costumam cobrar taxas.

O Pix pode ser utilizado para pagamentos:
Entre pessoas físicas;
Entre pessoas e empresas;
Entre empresas;
Entre pessoas e governo, ou entre empresas e governo (para pagamento de tributos, como taxas e impostos).

Podemos dizer, portanto, que o Pix possibilita o pagamento diversos tipos de contas e para diversas finalidades. Muito prático, não é mesmo? Agora que você sabe o que é o Pix e como ele funciona, vamos tratar sobre as chaves, necessárias para quem deseja usar esse recurso.

O que é a chave Pix?

O cadastro da chave Pix é necessário para fazer pagamentos e receber dinheiro via Pix. Mas, afinal, o que é uma chave Pix? Uma espécie de “atalho” que resume os dados da sua conta.

Na prática, você pode cadastrar o número do seu celular, CPF, CNPJ, e-mail ou mesmo uma chave aleatória, gerada pela instituição financeira na qual você tem conta. Seja qual for a opção escolhida, quem vai receber o dinheiro deve informar a sua chave àquele que fará a transferência.

Essa opção facilita os pagamentos. Isso porque, com uma chave Pix, não é mais necessário informar muitos dados para fazer ou receber transferências.

Quais são os objetivos do Pix?

Depois de ler um pouco sobre o que é o Pix e como funciona, você pode estar se perguntando qual é o propósito desse novo recurso. De acordo com o próprio Banco Central, inventor da modalidade, o Pix chegou para:

  • Melhorar a competitividade e eficiência mercadológica;

  • Reduzir os custos das operações financeiras;

  • Melhorar a segurança e experiência dos clientes;

  • Promover a inclusão financeira;

  • Preencher lacunas dos métodos de pagamento disponíveis atualmente.

Quais são as diferenças entre o Pix e as transferências bancárias comuns?

Sabendo o que é o Pix e como funciona, você já deve entender que a nova modalidade de pagamento não envolve cobrança de taxas, como um DOC ou TED.

Além disso, nesse modelo de o dinheiro é transferido imediatamente, mesmo que a operação seja feita fora do horário comercial ou em feriados.
Essa característica garante eficiência e agilidade. Isso porque os consumidores gastam menos com tarifas bancárias e ainda podem fazer pagamentos e receber dinheiro a qualquer momento.

Quais são as vantagens do Pix?

Depois de explicar o que é o Pix e como funciona, mencionamos a isenção de taxas nas transferências feitas via Pix, o que, sem dúvida, é um dos grandes diferenciais dessa modalidade. Além disso, com ele os pagamentos são feitos de forma mais rápida e atende às necessidades dos consumidores nos tempos atuais, que buscam cada vez mais praticidade no dia a dia.

Além disso, com o Pix os brasileiros também podem comprar e pagar sem sair de casa. Neste contexto, grandes e-commerces já estão aceitando essa modalidade de pagamento e, consequentemente, aproveitando mais oportunidades de venda. Todo mundo sai ganhando.

Como o Pix funciona nas carteiras digitais?

Ao buscar saber o que é o Pix e como funciona essa modalidade de pagamento, muitos consumidores começam a se perguntar se essa novidade já pode ser usada em carteiras digitais, cada vez mais populares entre os brasileiros. E a resposta é sim.

Nas carteiras digitais, o Pix funciona da mesma forma que em um banco tradicional ou banco digital, por exemplo: o dinheiro também é transferido instantaneamente de conta para outra conta. Tudo de forma prática e 100% segura.

A Carteira Digital da Serasa, por exemplo, em breve também contará com Pix e todos os usuários poderão fazer transferências instantâneas por lá. Enquanto a novidade não chega, você pode trasnferir o dinheiro via TED. Com essa opção, o valor ficará disponível para uso em até duas horas.

Na Carteira Digital Serasa, você pode usar o saldo disponível para pagar suas contas, fazer recarga de celular e até parcelar boleto no cartão de crédito. Se você ainda não conhece esse serviço basta fazer login na Serasa e procurar pela sua carteira na página inicial.

Vale lembrar que a sua carteira digital não tem qualquer relação com as suas dívidas, mesmo que você esteja negociando algum débito no Serasa Limpa Nome. Em outras palavras, você não precisa se preocupar: a Serasa não pode e não vai retirar qualquer quantia da sua carteira digital para pagar uma dívida ou qualquer outra conta.

O Pix está revolucionando o mercado de pagamentos e também tem feito um grande sucesso entre os usuários de carteiras digitais. Agora que você já sabe o que é o Pix e como ele funciona nessas carteiras, conheça a Carteira Digital da Serasa e confira tudo o que você pode fazer por lá.