Crédito rotativo: entenda como funciona e quais os riscos

Entenda o que é e como funciona o crédito rotativo. Saiba também por que ele pode prejudicar seu orçamento e o que fazer para fugir dele.

homem com cartão na mão entendendo os ricos do credito rotativo


Autor: Joyce Carla

Atualizado em 22 de fevereiro de 2023

Às vezes fica difícil manter as contas em ordem. Daí o cartão de crédito se torna uma opção, porque permite pagar o mínimo da fatura. As consequências de recorrer ao pagamento mínimo, porém, podem ser ruins. Neste artigo mostramos o que é crédito rotativo e como ele funciona. Conheça também as novas regras do cartão de crédito. 

Além de explicar esses pontos, preparamos dicas para não se prejudicar financeiramente com o cartão. Confira também cuidados para não cair na inadimplência. 

Assista | Juros rotativos: o que são e como evitar? - Serasa Ensina

O que é crédito rotativo

É um tipo de crédito oferecido ao consumidor quando ele não faz o pagamento total da fatura do cartão até o vencimento. O exemplo mais conhecido é o pagamento do valor mínimo da fatura, mas o rotativo aparece quando um consumidor paga qualquer quantia menor que o valor integral. 

A diferença entre o valor total e o que foi efetivamente pago até o vencimento se transforma em um empréstimo. Por conta disso, passam a ser aplicados juros sobre o que faltou pagar. 

O problema é que os juros do crédito rotativo estão entre os mais altos do mercado. Para se ter ideia, a taxa de juros do crédito rotativo chegou a 409,3% ao ano no fim de 2022, nível mais elevado da série estatística do Banco Central (BC), que começou em 2012. 

Conheça o Portal do Crédito Consciente

A Serasa preparou um manual para você aprender a lidar com o crédito de maneira mais saudável e evitar o superendividamento.

Como funciona o rotativo do cartão de crédito na prática

  1. A empresa que concedeu o cartão é que estabelece os juros, o limite e as condições do crédito rotativo. 

  2. O crédito rotativo só pode ser usado por um mês. 

  3. Se o cliente não conseguir pagar o valor total da fatura seguinte, a instituição financeira é obrigada por lei a oferecer outra linha de empréstimo com condições melhores que as do crédito rotativo.  

Entenda as regras do cartão de crédito

Em abril de 2017, passaram a valer novas regras para o crédito rotativo do cartão. O objetivo era reduzir os juros que os consumidores pagam nessa linha de crédito e evitar o superendividamento. 

Para isso, o rotativo passou a ter limite de apenas 30 dias. Depois disso, o valor deve ser pago integralmente. Uma alternativa é pegar outro tipo de empréstimo para quitar a fatura. 

Como utilizar o cartão de crédito sem recorrer ao rotativo

O cartão de crédito, quando bem utilizado, pode ser um excelente aliado na organização das finanças do dia a dia. É preciso, porém, tomar cuidados para ficar bem longe do crédito rotativo. São eles:

  • Estabeleça um “teto de gastos” para seu cartão, que seja inferior ao limite total disponibilizado pela operadora do cartão. 

  • Descrição doFique sempre acompanhando a fatura, confira compras parceladas e se os lançamentos estão corretos. 

  • Cuidado com as “parcelinhas”. No fim, a soma de todas elas pode comprometer grande parte da renda mensal. 

  • Evite comprar por impulso. Faça uso consciente do cartão e compre somente quando necessário. 

  • Procure pagar o valor integral da fatura para evitar os juros e na data correta de vencimento. 

  • Verifique se seu cartão é gratuito ou se você paga anuidade por ele. Caso tenha tarifas, vale a pena procurar alternativas sem custo. 

  • Não empreste seu cartão para ninguém. 

Opções para quitar a fatura e não entrar no crédito rotativo

Se você não tiver dinheiro para pagar a fatura inteira, procure outras opções de crédito que tenham juros menores que os aplicados no crédito rotativo. Para isso:  

• Confira na fatura qual a taxa de juros para o rotativo. 

• Simule no Serasa Crédito opções de empréstimo com o valor necessário. 

• Compare o que for mais vantajoso para quitar a fatura do cartão e contrate online. 

Tenha em mente que o crédito rotativo é um crédito emergencial, portanto não deve ser usado com frequência.   

Saiba como contratar uma linha de crédito que pode ser mais vantajosa que o rotativo. Confira!  

Como contratar empréstimo para fugir dos juros rotativos do cartão de crédito

Quer encontrar o crédito ideal para seu perfil? Basta acessar o Serasa Crédito, serviço da Serasa que pesquisa ofertas de cartão de crédito, empréstimo pessoal e empréstimo com antecipação do FGTS para você de forma online e gratuita. 

Com a plataforma, é possível buscar as melhores opções e compará-las sem sair de casa. Havendo ofertas para seu CPF, a contratação leva poucos minutos. 

Lembramos que não há garantias de que um empréstimo seja ofertado para seu CPF. A análise de crédito é feita 100% pelos nossos parceiros. 

Veja como é fácil e rápido fazer a pesquisa e descobrir se há ofertas de empréstimo disponíveis para você:

  • Acesse o Serasa Crédito Acesse o site do Serasa Crédito ou o aplicativo da Serasa, disponível no Google Play e na App Store, e informe seu CPF e senha. Se você ainda não tem cadastro, pode fazer na hora. É rápido e gratuito. 

  • Complete seu perfil Ao concluir o login, clique em “atualizar perfil” e preencha com todos os dados solicitados. Isso ajudará você a encontrar as melhores alternativas de crédito. 

  • Faça uma simulação Escolha o tipo de crédito que você procura: cartão, empréstimo ou empréstimo FGTS. O Serasa Crédito buscará ofertas para seu perfil junto às instituições financeiras parceiras. 

  • Confira e compare opções Se optou pela opção “empréstimo”, simule o valor desejado e confira as opções disponíveis, caso haja ofertas. Para conhecer mais cada opção, basta clicar em "Detalhes da oferta". 

  • Finalize a contratação Após avaliar as opções disponíveis, se houver, é hora de escolher a oferta ideal. Clique em “Solicitar” e aguarde a análise. Em caso de aprovação de crédito, a contratação é finalizada de forma fácil e em poucos minutos. 

O acesso ao Serasa Crédito é gratuito. Assim, você pode buscar e comparar online as opções de crédito sempre que quiser, sem pagar nada por isso. 

Aproveite para conferir as dicas que preparamos sobre como comparar empréstimos e escolher o melhor. Até a próxima!