Entrar

Crédito para empresas: como encontrar o ideal?

O crédito para empresas pode ajudar na hora de começar ou de expandir um negócio ou até mesmo para levantar capital de giro. Saiba como solicitar!

colunista elaine ortiz
Publicado em: 29 de junho de 2022.

Quem empreende sabe que conseguir crédito para empresas no Brasil não é tarefa das mais simples. Para se ter ideia, em 2020, no auge da pandemia do coronavírus, 86% dos empreendedores que buscaram por alguma linha de empréstimo tiveram um “não” como resposta. Os dados são de um estudo do Sebrae, realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, entre abril e maio daquele fatídico ano.

O pior é que mesmo em condições normais de temperatura e pressão, o acesso ao crédito para os empresários, sobretudo os de pequeno porte, frequentemente não é dos mais fáceis. O motivo principal é a desconfiança do negócio ou a falta de garantia oferecida pelos empreendedores.

Mas calma! Difícil não quer dizer impossível! Existem diversas linhas de crédito que podem ser vantajosas para quem empreende. Com alguns cuidados (que mais adiante a gente detalha), é possível encontrar e contratar os melhores empréstimos para sua empresa. Quer saber mais? É só continuar a leitura. Vamos lá?

Crédito para empresas: por que é importante?

Solicitar um empréstimo não é algo negativo. Por muito tempo existiu um certo preconceito quanto a isso, por achar que só buscava crédito quem estava endividado. Pois eis um grande equívoco: o crédito, quando utilizado estrategicamente, é um recurso importante e poderoso, capaz de contribuir para o crescimento das empresas. Isso porque com ele é possível adquirir equipamentos que aumentam sua produção, fazer reformas para melhor receber os clientes, compor o capital de giro e mais uma infinidade de possibilidades.

Dessa forma, não é preciso ter medo de tomar empréstimo. Mas, claro, é necessário tomar todos os cuidados, avaliar se realmente é necessário, fazer um raio-x das finanças do negócio, comparar as taxas e o custo dos empréstimos de diversas linhas e oferecidos por diferentes instituições financeiras. Sem dúvida, o crédito empresarial, se bem utilizado, poderá ajudar a levar a sua empresa para outro nível.

Assista | ABRIR O PRÓPRIO NEGÓCIO: tudo que ninguém te conta

Principais tipos de empréstimos para empresas iniciantes ou de pequeno porte

Diversas instituições oferecem os mais variados tipos de crédito para empresas. Elencamos 6 dos mais indicados. Confira:

1. Empréstimo com garantia

Trata-se de uma das modalidades de empréstimo mais baratas do mercado. Isso porque, para ter acesso a ela, é necessário que o empreendedor deixe algum bem como garantia, normalmente um carro ou um imóvel. Com isso, a instituição financeira entende que o risco de inadimplência é menor e oferece taxas de juros também menores pelo empréstimo. No geral, quanto mais valioso o bem deixado como garantia, maior o valor total que você consegue emprestar.

2. Financiamentos

Diferentemente do empréstimo propriamente dito, o valor concedido em financiamentos tem uma finalidade específica e definida em contrato, como a compra de um imóvel, veículo ou equipamentos. Os termos de uso variam de acordo com o agente financeiro, sendo possível financiar de 80% a 100% do bem e o prazo de pagamento pode chegar a até 60 meses. Assim, se você quer comprar equipamentos para uma cozinha industrial, por exemplo, é possível financiar diretamente com as instituições essa compra.

3. Crédito para capital de giro

Este é um tipo de crédito útil para atender diversas necessidades do fluxo de caixa das empresas, como o pagamento de colaboradores, fornecedores e aluguel, por exemplo. Aqui, não é necessário explicar a finalidade do empréstimo no momento da solicitação. Além disso, é possível optar pelo pagamento bimestral, semestral ou integral após o fim do contrato.

4. Antecipação de recebíveis

Essa linha de crédito permite à empresa receber os lucros de forma antecipada. O processo costuma ser menos burocrático e é utilizado por empresários que ainda não têm capital de giro. Como esse crédito antecipa os pagamentos, isso também funciona como uma garantia. Ou seja, as taxas de juros aplicadas também dão mais baixas.

5. Microcrédito

Essa modalidade é destinada ao microempreendedor que pretende abrir ou ampliar um negócio. Serve para MEIs (microempreendedores individuais), autônomos e até mesmo para pessoas jurídicas que não têm fácil acesso a empréstimos ou créditos convencionais. O valor máximo para este tipo de empréstimo é de R$20 mil.

6. Crédito para empresas BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma empresa pública que oferece financiamento a longo prazo e investimento em todos os tipos de empresas do Brasil. No BNDES, é possível encontrar linhas de crédito específicas para vários tipos de negócio. Há várias modalidades de financiamento o que torna possível apoiar desde micro e pequenas empresas, passando por empreendedores individuais, e também empresas maiores. A classificação leva em conta diversos fatores, como faturamento, capital de giro, entre outros aspectos das empresas.

Leia também | Planejamento financeiro: como fazer

Crédito empresarial: como solicitar os melhores empréstimos on-line?

Encontrar o crédito para empresas ideal para o seu negócio pode parecer complicado. Mas fique calmo! Se você está achando que terá que ir em diversos bancos ou preencher várias propostas, não precisa mais se preocupar.

O Serasa eCred é a plataforma de crédito da Serasa que simula, pesquisa, compara e recomenda as melhores opções de empréstimo para você. Tudo de forma rápida e segura. Além de ser muito prático fazer a simulação do seu empréstimo, você ainda consegue contratar de forma 100% on-line. Veja como é simples e rápido:

1. Acesse o Serasa eCred

Acesse o site do Serasa eCred ou o aplicativo da Serasa, disponível no Google Play e na App Store, e informe seu CPF e senha. Se você ainda não tem um cadastro, pode fazer o seu na hora. É rápido e você não paga nada por isso.

2. Complete o seu perfil

Ao concluir o login, você poderá atualizar o seu perfil. Não se esqueça de informar todos os dados solicitados na plataforma. Isso ajudará a gente a encontrar as melhores alternativas de crédito para você.

3. Preencha as informações do empréstimo que deseja

Informe o valor de empréstimo que você deseja e em quantas parcelas pretende pagá-lo. Caso também queira receber ofertas de empréstimo com garantia, é só preencher as informações sobre seu imóvel ou automóvel.

4. Confira e compare opções

Depois de cadastrar suas informações, é hora de fazer a simulação de empréstimo. Clique em “Nova simulação” e confira as ofertas de crédito disponíveis para você.

Na tela, aparecerão as opções de empréstimo que mais correspondem à sua busca. Avalie todas as informações com calma: o valor liberado por cada empresa, o limite de parcelas para pagamento e o CET (Custo Efetivo Total), que define as taxas que, de fato, serão somadas ao valor do empréstimo.

5. Escolha o seu cartão de crédito e finalize a contratação

Após avaliar os valores liberados por todas as instituições financeiras e comparar as taxas e condições oferecidas por cada empresa, basta escolher a opção que considerar mais interessante. Clique em “Solicitar” e finalize a contratação do seu empréstimo de forma fácil e em poucos minutos. Simples, não?

Leia também | Como fazer uma simulação de empréstimo no Serasa eCred?

Cuidados ao solicitar crédito para empresas

Por mais que solicitar um empréstimo para sua empresa pode ser uma excelente estratégia, é fundamental que alguns cuidados sejam tomados. Afinal, o “tiro” não pode sair pela culatra. A ideia é que o empréstimo ajude sua empresa a crescer, não o contrário. Assim, procure antes:

• Analisar a gestão financeira do seu negócio e fazer um diagnóstico das contas da empresa, verificando se existem problemas financeiros ou se seu objetivo do empréstimo é expandir;

• Identificar a real necessidade de crédito e ter clareza sobre qual será a finalidade do recurso e qual o valor do financiamento;

• Pesquisar as linhas de crédito disponíveis e compará-las, considerando limites liberados, taxa de juros, carências e Custo Efetivo Total da operação;

• Verificar se sua empresa está com alguma restrição cadastral, já que para obter crédito não pode existir nenhum tipo de restrição, sejam impostos atrasados, débitos com alguma instituição financeira ou até mesmo contas de água, luz e telefone;

• Saber quais garantias você pode oferecer. Afinal, a falta de garantias é um dos principais obstáculos enfrentados pelos pequenos negócios para acessar as linhas de crédito disponíveis no mercado;

• Incluir as parcelas de seu empréstimo/financiamento nos custos fixos da empresa pelo período do contrato, para não correr o menor risco de atrasar o pagamento, ter que arcar com juros e se endividar.

Agora que você já sabe tudo sobre crédito para empresas e descobriu como comparar e encontrar o melhor empréstimo, continue acompanhando os conteúdos exclusivos sobre finanças e educação financeira do blog da Serasa. E se quiser, aproveite para conhecer mais sobre empréstimo no cartão de crédito. Até a próxima!

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.