Entrar

O papel do crédito em um momento de retomada

Um estudo inédito da Serasa sobre a relação dos brasileiros com o mercado de crédito durante e após a pandemia.

O levantamento realizado pela Serasa revelou informações importantes:

  • 79% dos consumidores usaram algum tipo de crédito durante a pandemia.

  • 62% recorreram ao cartão, que foi a modalidade de crédito mais utilizada na pandemia.

  • 37% dos brasileiros tiveram crédito recusado durante a crise.

  • A classe AB busca menos informações, mas tem mais facilidade de acesso a crédito.

  • 58% das pessoas enxergam melhores condições de pagamento nas plataformas digitais de crédito.

  • 62% pretendem buscar alguma fonte de crédito para o período de retomada.

O que você vai encontrar no estudo?

Ranking das modalidades de crédito mais usadas durante a pandemia.

Finalidade e frequência de uso do crédito durante a crise.

Onde os brasileiros têm buscado informação sobre crédito.

Hábitos de consumo de crédito por perfil (gênero e classe social).

Expectativas e relação com o mercado de crédito no pós-crise.

Quer saber mais?

Baixe o release com informações exclusivas sobre o estudo. Se precisar, entre em contato com a assessoria de imprensa da Serasa: serasa@grupovirta.com.br.

Serasa na mídia

Serasa muda cálculo do score e dá mais peso para contas pagas

Ver matéria

Contas de luz e gás de cozinha pesam no bolso; contas da casa representam 22% das dívidas no país

Ver matéria

Contas básicas representam mais de 22% das dívidas, aponta Serasa

Ver matéria
1 de 3 de 1

serasaecred.com.br pertence e é operado pela Serasa S. A., uma sociedade anônima sob o CNPJ/MF 62.173.620/0104-95, com domicílio na Rua Dr. Léo de Carvalho, 74 – Sala 1105 – Bairro Velha – Blumenau-SC – CEP 89036-239. A Serasa S.A. não é instituição financeira. Somos um correspondente bancário das instituições: BANCO CBSS S/A – CNPJ: 27.098.060/0001-45, Banco Votorantim S.A. – CNPJ/ME: 59.588.111/0001-03, Banco Pan S.A. – CNPJ: 59.285.411/0001-13, Finamax S./A. – Crédito, financiamento e investimento – CNPJ: 00.411.939/0001-49 e possuímos uma plataforma online (“Serasa eCred”) que facilita o acesso de clientes a produtos e serviços ofertados por instituições financeiras parceiras e credenciadas na plataforma.

Os correspondentes bancários são empresas contratadas por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições. A atividade de correspondente bancário é regulada pelo Banco Central do Brasil, nos termos da Resolução nº. 3.954, de 24 de fevereiro de 2011. Prazo de pagamento: varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 3 e 60 meses. Custo Efetivo Total (CET): varia de acordo com a Instituição Financeira escolhida, podendo ser entre 26,76% e 605,85% a.a. Exemplo: Empréstimo de R$5.000,00. Taxa de juros: 3,23% a.m. A pagar em 18 parcelas mensais de R$380,55. Total a pagar: R$6.849,90. IOF incluso: R$134,00. Tarifa: R$0. CET: 52,80% a.a.

O Serasa eCred tem como compromisso a transparência com nossos clientes. Antes de iniciar o preenchimento de uma proposta, serão exibidos de forma clara: a taxa de juros utilizada, tarifas aplicáveis, número de parcelas, impostos (IOF) e o custo efetivo total (CET). Nossa central de atendimento está disponível para esclarecimento de dúvidas sobre quaisquer dos valores apresentados. Serasa Consumidor informa: o Serasa eCred é uma plataforma de comparação de ofertas de crédito 100% gratuita para consumidores.

Não realizamos nenhum tipo de cobrança para apresentar a você as propostas de crédito dos nossos parceiros. Caso receba alguma cobrança, não faça nenhum depósito ou pagamento, e entre em contato com o nosso time de atendimento.