Entrar

Como fazer uma planilha de controle financeiro?

Ano novo, finanças novas. Aprenda a fazer uma planilha de controle financeiro para dominar seu orçamento em 2022

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 19 de janeiro de 2022.

Anotar os nossos gastos mensais e montar uma planilha de controle financeiro é uma das maiores polêmicas do meio da educação financeira. Vale mesmo a pena ou é perda de tempo? Para que serve, de fato, ter uma relação com todos os nossos gastos?

O maior objetivo de uma planilha de receitas e despesas é ter um maior controle financeiro e organizar seu orçamento para fazer um uso mais inteligente do dinheiro.

Sabe aquela sensação que temos de que o nosso dinheiro não dá para nada ou de não saber para onde ele foi no final do mês? Isso se dá pela falta de organização das finanças. Ao registrar todos os nossos custos, sabemos exatamente com o que estamos gastando, quanto estamos gastando e o valor exato que estamos conseguindo (ou não) juntar no final do mês.

Leia também | Como economizar dinheiro ganhando pouco? Confira dicas

Veja a seguir algumas vantagens de relacionar seus gastos mensais e modelos de planilha que você pode utilizar.

Vantagens de ter uma planilha de controle financeiro

Um bom planejamento financeiro consiste em um processo de organização do dinheiro, feito através do reconhecimento da situação monetária atual (tudo o que entra e tudo o que sai da sua conta bancária) junto com a definição dos objetivos que você tem (seja organizar uma festa de casamento, entrar na faculdade, comprar uma casa…) e o estudo dos caminhos que serão utilizados para alcançá-los.

Esse controle de gastos é essencial para ter o domínio das suas finanças. Registrar suas despesas e suas receitas é a forma ideal de evitar que seu saldo fique no vermelho sem explicação aparente. Assim, você terá mais facilidade para economizar e traçar metas, pois você verá claramente para onde vai todo o seu dinheiro.

E, caso você tenha dívidas, a planilha irá te ajudar a se organizar para quitá-las, a fim de limpar seu nome e recuperar crédito na praça. Veja aqui algumas dicas de como limpar seu nome.

Sabe quando você pede uma comida fora (“tudo bem, são só 20 reais”) ou um carro de aplicativo (“a corrida está baratinha, eu mereço”) e, de pouquinho em pouquinho, sem nem perceber, estoura o limite do cartão de crédito? Mas como é possível se era tudo tão barato? É justamente nesta hora que a organização financeira entra. Um controle de gastos te fará ver onde você mais está gastando e quais despesas precisa diminuir.

Isso não quer dizer que você não poderá nunca mais gastar com coisas mais supérfluas ou se presentear de vez em quando. Você apenas saberá com que frequência sua condição financeira permite que você faça isso sem comprometer seu orçamento, e irá aprender a pesar

suas prioridades – você quer gastar com coisas pequenas e compras impulsivas agora ou prefere atingir aquele objetivo maior que você traçou lá atrás?

Só quem tem um orçamento organizado consegue identificar quais despesas geram os maiores gastos em cada mês, qual é o valor médio das suas contas recorrentes e quanto dinheiro sobrará se você conseguir reduzir alguns custos e economizar. Esse passo é indispensável para usar o dinheiro de forma inteligente.

Agora que você entendeu a importância de fazer um planejamento financeiro, vamos ver quais são os primeiros passos para fazer uma planilha de gastos.

Como fazer uma planilha de controle financeiro?

Como vimos, uma boa planilha de gastos pessoais te ajuda a visualizar onde você está gastando seu dinheiro. Assim, você também consegue enxergar como mudar alguns hábitos financeiros que não fazem bem para o seu bolso e ter um orçamento equilibrado. Visualizar esse fluxo do seu dinheiro é importante, afinal, não se pode controlar o que não se vê.

Com essa ferramenta é possível projetar seus gastos futuros (parcelas de cartão de crédito e contas recorrentes, por exemplo) e projetar quanto tempo você levará para juntar o valor que precisa para atingir seus objetivos.

Existem diversos métodos de fazer uma planilha e controlar seu orçamento. Você pode utilizar o velho e bom “papel e caneta” até planilhas mais modernas e estruturadas.

Se você tiver habilidade em mexer com o programa Excel, pode criar a sua própria planilha para controle de gastos. Para isso, você precisará preencher com algumas informações:

  • Receitas: salário, pró-labore, comissões, 13º, férias, participação nos lucros, bônus etc.

  • Investimentos

  • Despesas: moradia, alimentação, saúde, educação, cuidados pessoais, lazer, transporte etc.

Dentro desse último item, faça uma divisão entre despesas fixas e despesas variáveis.
  • Despesas fixas: são aquelas que você paga todos os meses, como aluguel ou financiamento, água, luz, internet etc.

  • Despesas variáveis: normalmente estão relacionadas a lazer e qualidade de vida, como gastos com restaurantes, compras no shopping, viagens, passeios etc.

Dividindo dessa forma, você conseguirá visualizar onde está gastando mais e reduzir os excessos para adequar seu orçamento.

Caso não queira fazer a planilha você mesmo, existem vários modelos prontos, tanto de planilha de controle financeiro pessoal, quanto planilha de controle financeiro empresarial.

Veja alguns modelos e baixe o que atender melhor às suas necessidades:

1) Planilha de controle de gastos diários

Quem tem gastos frequentes pode precisar de uma planilha de controle de gastos diários para conseguir acompanhar o fluxo do dinheiro. É uma ótima opção para quem quer sair das dívidas ou economizar, já que permite que o controle de cada gasto seja realizado e separado por categorias, como café, farmácia, cabeleireiro etc.

2) Planilha financeira para iniciante

Ideal para quem está começando a cuidar das finanças. Simples e prática, ela traz instruções de uso e definições de termos como receita, despesas fixas e variáveis.

A ferramenta também inclui uma aba chamada “previsões”, que possibilita visualizar se seus gastos estão batendo com o orçamento definido inicialmente. Baixe aqui.

3) Planilha de orçamento doméstico familiar

Essa planilha te ajuda a controlar gastos domésticos como aluguel, supermercado e contas de água, energia elétrica etc. Possui espaços para adicionar os dias de vencimento das faturas e disponibiliza uma área para delimitar o valor mínimo e máximo a ser gasto com cada categoria.

4) Planilha de orçamento empresarial

Quem tem um negócio precisa ter as contas em dia para não ir à falência. Por isso, manter uma planilha de orçamento empresarial é a melhor forma de controlar o faturamento e os custos.

Alternativas para criar uma planilha de controle financeiro pessoal

Se só de ouvir falar em planilha e em Excel você sente um arrepio na espinha, calma: ainda tem solução para você ter seu controle financeiro em mãos. Muitos sites e aplicativos têm a função de controle de gastos de forma mais automática, sem que você tenha que lidar com células e fórmulas. Nele, sua única função será computar seus gastos.

Mas, se você for do time do papel, pode anotar seus gastos em um caderno separado para este objetivo. Para não andar na rua carregando o caderno, uma dica boa é usar o bloco de notas do seu celular ou criar um grupo no Whatsapp somente com você para mandar áudios ou mensagens sobre os gastos que acabou de ter para não esquecer. Chegando em casa, basta passar a limpo para o caderno. Na verdade, o método escolhido é o que menos o importa: o que vale é reunir todas as informações em um só lugar, sem deixar nada para trás.

E agora?

Só anotar os gastos por anotar não adianta. É preciso analisar os dados recolhidos e planejar os próximos passos. Identifique o seu padrão de comportamento de acordo com seus hábitos de consumo e crie estratégias para realizar as mudanças que você precisa fazer.

Para começar o ano com sua vida financeira organizada e seu nome limpo, acesse o Serasa Limpa Nome para consultar e negociar suas dívidas atrasadas ou negativadas.