Entrar

Celular roubado: aprenda a deletar dados pessoais e financeiros

Por Lise Brenol

Ao ter o celular roubado, a vítima deve deletar seus dados pessoais e financeiros antes de tudo

Ter o celular roubado, infelizmente, é um risco que corremos o tempo todo. As tecnologias de segurança cada vez mais sofisticadas em smartphones, como biometria, reconhecimento facial e senhas ajudam a reduzir o roubo de aparelho, mas mesmo assim o número de registros deste crime tem sido preocupante.

Uma pesquisa do Mobile Time sobre a relação do brasileiro com o celular mostra que 35% dos entrevistados já tiveram um aparelho roubado ou furtado. A incidência é um pouco maior entre mulheres (37%) do que entre homens (33%). O estudo mostra, ainda, que os jovens são mais visados. No grupo entre 16 e 29 anos, 39% já tiveram um celular roubado ou furtado.

Por que é cada vez mais comum ter o celular roubado?

O crescimento dos casos de celular roubado está associado à especialização de quadrilhas em burlar os sistemas de segurança para acessar o aparelho e as aplicações instaladas.

O maior perigo está em os criminosos abrirem os aplicativos de transações financeiras e efetuarem compras ou transferirem quantias significativas de dinheiro por meio do aparelho. Por isso, o recomendado é deletar o aparelho o mais rápido possível, antes da ação criminosa.

Entre as vítimas entrevistadas na pesquisa, mais da metade (52%) bloquearam o chip e o aparelho, enquanto 22% tomaram essa providência somente para o chip e 10%, apenas para o aparelho. Apenas um terço das vítimas (31%) rastreou o celular roubado.

A questão preocupa tanto no país, em especial nas grandes metrópoles onde está a maior incidência dos crimes, que o Procon-SP decidiu se mobilizar em defesa dos consumidores em junho de 2021.

A entidade convocou uma reunião entre representantes das empresas de tecnologia Google, Apple, Samsung e Motorola e também das operadoras Vivo, Claro e Tim, bem como a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que representa 120 bancos. As instituições acordaram a criação de uma central para orientar os consumidores em como agir em casos de fraudes.

Teve o celular roubado? Aprenda a deletar os dados pessoais e financeiros

Caso você tenha sido vítima de roubo ou furto de aparelho celular, a recomendação do Procon-SP e da Polícia Civil é para fazer o registro do boletim de ocorrência na delegacia e avisar as instituições bancárias o mais rápido possível.

Além dos comunicados indicados, o usuário poderá deletar os dados dos aparelhos por meio do website do sistema Android ou do sistema Apple, impedindo o acesso dos criminosos mesmo que eles consigam quebrar as chaves de segurança do seu aparelho.

Veja como fazer:
  1. Acesse um computador ou outro dispositivo móvel com Internet;

  2. Abra o navegador e digite na barra de navegação android.com/find ou icloud.com, dependendo do sistema operacional do aparelho;

  3. Faça o login com seu nome de usuário e senha associado à conta do smartphone;

  4. No Android, já vai aparecer direto o mapa de localização. No menu à esquerda, clique em “Limpar dispositivo”;

  5. No site da Apple, será necessário fazer login e senha e, então, clicar no ícone “Buscar iPhone”. Uma tela com o mapa de localização abrirá e, no menu à esquerda, selecione a opção “Apagar iPhone”;

  6. Pronto, o aparelho estará vazio e os criminosos não terão mais acesso aos seus dados pessoais e aplicativos.

Ter o celular roubado é uma situação imprevisível e, para enfrentá-la, será preciso rapidez de ação para evitar o dano financeiro. O caso de furto, por exemplo, pode apresentar uma demora a mais, pois o proprietário possivelmente irá procurar até desistir de encontrar o aparelho. Nesse meio tempo, o monitor de CPF e de CNPJ do Serasa Premium pode avisar por e-mail sobre operações suspeitas feitas em seu nome e evitar problemas maiores.

Quer evitar fraudes e problemas futuros? Conheça o Serasa Premium

Com ele, você será alertado por e-mail e SMS sempre que houver uma movimentação no seu CPF e CNPJ como: novas consultas, protestos, ações judiciais, vazamento de dados na Dark Web e mudança em seu score e muito mais:

Função Lock&Unlock: bloqueie e desbloqueie seu Serasa Score para consultas de terceiros. Isso pode ajudar você a evitar que golpistas peçam crédito em seu nome.

Relatórios: receba um resumo quinzenal e tenha acesso total ao seu histórico de dados.

Consultor VIP:
atendimento exclusivo sempre que precisar de ajuda.