Entrar

Como proteger meu CPF e evitar fraudes?

Veja dicas!

Recentemente, uma base de dados com nome completo, CPF, endereço, celular e data de nascimento de mais de 223 milhões de pessoas foi vazada. Segundo a revelação do jornal Folha de S.Paulo, os dados eram vendidos por um hacker na internet. Esse tipo de crime tem ocorrido com cada vez mais frequência. Mas como proteger meu CPF e evitar fraudes?

A proteção de dados é uma necessidade na atualidade, visto que os nossos documentos estão muito vulneráveis, principalmente no ambiente digital, o que pode favorecer fraudes como endividamentos no seu nome e negativação do CPF. Por isso, elaboramos as principais formas para você entender as melhores maneiras de como proteger seu CPF. Veja!

Dicas de como proteger meu CPF

Pesquisas de “como faço para proteger meu CPF” ou “como proteger meu CPF de fraudes” são cada vez mais recorrentes. O primeiro passo é preservar seu CPF, pois as fraudes ficam mais difíceis se o fraudador tiver, por exemplo, seus dados, mas não o CPF. Uma forma de fazer isso é sempre consultar CPF, semanalmente ou mensalmente.

A consulta pode ser feita diretamente no site da Serasa. Ao acessar o portal, clique em “Consultar CPF grátis”. Caso seja preciso, faça o seu cadastro. Em seguida, clique em “Meu CPF” e faça a sua consulta. Lá será possível identificar dívidas em seu nome, além do seu score de crédito, a nota que as empresas avaliam para a concessão de crédito.

Também é importante prestar atenção quando for preencher seus dados no ambiente digital, nas redes sociais, e-mails, aplicativos, testes e compras online. A maioria das empresas não pede dados por e-mail, por exemplo. Um crime comum é o envio de boletos para serem pagos com seus dados no e-mail, inclusive.

Se você precisar fazer cópias dos documentos, não deixe que o atendente suma com eles. Faça com que seus documentos estejam sempre à vista. Outra dica importante é não passar dados por telefone, WhatsApp e SMS.

Como proteger meu CPF de fraudes?

Se você já faz consultas do CPF com frequência, mas quer acompanhar mais de perto as movimentações feitas no seu CPF, experimente o Serasa Premium. Por meio desse recurso, você consegue fazer um monitoramento de CPF mais detalhado.

Essa ferramenta fornece ainda o monitoramento de CNPJ, caso você precise. Assim, fica mais fácil evitar fraudes e o uso indevido de suas informações. É um recurso que garante mais segurança, pois todas as consultas feitas em seu CPF ou tentativas de compra serão notificadas.

Perdi meu CPF: é possível descobrir o número pelo nome?

Quem nunca perdeu documentos? Infelizmente, esse tipo de coisa acontece com mais frequência do que gostaríamos. Às vezes fica difícil entender como descobrir o CPF pelo nome, mas sempre há alternativas. O primeiro passo é recorrer a outros documentos que possam ter o número do seu CPF: RG, carteira de trabalho, CNH, contratos de trabalho, entre outros.

Se nem assim você conseguir o número do seu CPF, vai ser preciso ir até uma das unidades da Receita Federal espalhadas pelo Brasil.

Esse texto foi útil para você? Acompanhe também o nosso canal no YouTube e o podcast Serasa Ensina.