Entrar

Como criar um canal e ganhar dinheiro no YouTube

Criar um canal rentável e faturar assistindo vídeos, de onde estiver, no computador ou no celular. Saiba como ganhar dinheiro no YouTube.

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 04 de agosto de 2022.

Alcançar um objetivo financeiro demanda persistência, disciplina e organização, principalmente num cenário no qual o consumo é estimulado o tempo todo. Essa pode, porém, se tornar uma tarefa menos complexa economizando dinheiro no dia a dia, de forma suave e adaptável a cada situação.

Em primeiro lugar é preciso ter consciência de que esse não pode ser um objetivo a curto prazo. O apelo de “juntar dinheiro rápido” é sedutor, mas o melhor é a consistência. Uma rotina financeira equilibrada ajuda na qualidade de vida e na realização de planos e sonhos. Se aplicadas de forma perene e madura, acaba provocando suaves mudanças de atitude que podem mudar a sua vida sem grandes solavancos ou bruscas transformações de rotina.

Economizando para construir um bom controle financeiro

Buscar aprendizado sobre educação financeira é o primeiro passo para uma realidade melhor e mais consciente com o dinheiro. Para conseguir pagar as contas do mês e ainda sobrar para estruturar uma reserva de emergência, é importante saber se relacionar bem com as finanças, não sofrendo com o dinheiro e as contas.

Vários aspectos devem ser considerados no ato de economizar. É necessário ter boa organização, determinação e consciência de que não adianta estabelecer metas muito agressivas ou restritivas que dificilmente você conseguirá cumprir. O segredo está na constância.

Economizar de maneira consistente é a chave para mudanças efetivas e perceptíveis. É essencial saber até onde você realmente consegue poupar no dia a dia, gerando uma situação financeira confortável para a sua realidade e necessidade.

Conheça sua realidade financeira

Ciência da realidade financeira é o ponto de partida para economizar de forma efetiva. É o passo determinante para estabelecer metas. Para tal, é preciso responder às seguintes perguntas:

• Quanto você ganha?
• Quais os seus gastos mensais?
• Quais suas dívidas?
• Quais suas necessidades financeiras?
• Quais seus objetivos financeiros?

As respostas a essas perguntas, apesar de parecerem inicialmente óbvias, podem passar despercebidas no dia a dia. Mas são elas que vão mostrar sua real situação. São essas respostas que lhe permitirão analisar suas finanças e traçar planos e metas.

Faça um controle financeiro

Apesar do nome técnico, controle financeiro nada mais é do que a organização de todos os seus ganhos e gastos. Pode ser feito por meio de aplicativos, planilhas no computador ou anotações num singelo caderno.

O importante é criar o hábito de anotar gastos. Assim você não perde o controle do dinheiro e consegue administrá-lo. E não corre o principal dos riscos: gastar mais do que recebe.

Conheça suas despesas mensais

As despesas podem ser divididas em fixas e variáveis.

Despesas fixas são aquelas que não sofrem alteração de valor de um mês para o outro. Exemplo: aluguel ou prestação do financiamento imobiliário, mensalidade escolar.

Despesas variáveis são as mudam de valor de mês a mês. Exemplo: água, energia e alimentação.

Faça a análise e o corte dos seus gastos

Depois de registrar efetivamente como está gastando seu dinheiro, é hora de analisar quais serão suas metas e para onde direcionar seus gastos.

Esse também é o momento de identificar consumos desnecessários e despesas que podem ser evitadas. Reduzir despesas não essenciais é uma das maneiras mais eficazes de guardar dinheiro sem comprometer seu estilo ou qualidade de vida.

Dicas para guardar dinheiro

Agora que você está ciente dos principais pontos de controle financeiro, confira algumas dicas de como economizar seu dinheiro de forma prática, em situações do dia a dia.

– Gaste menos com o delivery: aquele hambúrguer de fast-food pode ser substituído por uma opção caseira, que sai mais em conta e é mais saudável. Se a desculpa for falta de tempo, tente preparar sua comida semanal durante o final de semana.

– Economize energia: não custa repetir que desligar as luzes e eletrodomésticos quando não estiverem sendo usados é básico para evitar contas altas sem necessidade.

– Troque planos de internet e TV: vale a pena conferir se você realmente está usando tudo o que aquele plano sedutor oferece. Se não estiver, pesquise e troque por um com melhor custo-benefício e que se adeque ao seu uso.

– Evite ir ao supermercado com fome: pode parecer desimportante, mas fazer compras com fome faz com que você compre itens não planejados para te satisfazer momentaneamente.

– Fique atento ao cartão de crédito: as taxas de juros e anuidade passam despercebidas no dia a dia, mas podem somar alto valor no final das contas. Além disso, compras parceladas trazem uma falsa sensação de que o dinheiro não está sendo gasto.

– Adie grandes compras: quando achar um produto que chame a sua atenção, pense duas vezes antes de comprar. Vale a pena refletir sobre o custo-benefício, bem como pesquisar os preços em outras lojass. Além disso, adiar grandes compras pode te fazer perceber que, na verdade, você não precisava daquele produto, e ia comprar pelo impulso.

– Lazer que não sai caro: mesmo que seu planejamento seja economizar, se divertir e ter momentos de distração são essenciais. Uma alternativa para aquele barzinho caro é se encontrar com os amigos em casa, por exemplo, desde que todo mundo colabore. Esse hábito pesa memos no bolso de todos.

Fontes alternativas de renda

É importante ressaltar que manter uma relação saudável com o dinheiro não significa apenas economizar a qualquer custo. Se os seus ganhos mensais não correspondem aos seus gastos é válido buscar formas de conseguir uma renda extra.

Existem diversas fontes alternativas de renda, como empreendimentos e investimentos. Com processos cada vez menos burocráticos, hoje em dia est´´a mais fácil empreender e manter sua estabilidade financeira com negócios online, que podem ser administrados dentro de casa.

Além disso, plataformas de investimento têm ganhado espaço no mercado financeiro por serem uma opção de renda extra, em rendimentos fixos ou variáveis. Vale a pena conferir as alternativas que se adequem ao seu perfil.

Que tal começar a guardar dinheiro com um desafio? Já ouviu falar no Desafio de 52 semanas? A ideia é que, durante um ano inteiro, você consiga separar uma determinada quantia todas as semanas. A cada semana o valor da poupança aumenta. Vale a pena conferir!

Agora que você já está atento à educação financeira e à organização com o dinheiro, chegou a hora de colocar em prática o que aprendeu. Para continuar atualizado nas finanças, confira mais dicas de como economizar dinheiro rápido.