Entrar

Controle financeiro para imprimir: 5 modelos para manter as contas em dia

Encontrar um bom controle financeiro para imprimir pode não ser muito simples. Selecionamos cinco modelos que irão ajudar você a manter suas contas em dia. Confira!

elaine ortiz colunista
Publicado em: 03 de maio de 2022

Quem não organiza as contas é um forte candidato a engrossar o número de inadimplentes que existem no Brasil. Parece exagero, mas não é! Continue a leitura, hoje vamos explicar como um controle financeiro para imprimir pode ajudar muita gente.

Assista | PLANILHA DE GASTOS: como fazer seu controle financeiro

Controle financeiro para imprimir: por que é importante organizar as finanças?

Um estudo recente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) revelou que quase metade dos brasileiros (cerca de 48% da população) não cuida do seu orçamento da maneira correta. A justificativa principal para essa falta de controle financeiro é a confiança na própria memória ou ainda a ausência de disciplina para realizar a gestão do próprio dinheiro.

Deve ser por isso que a quantidade de pessoas endividadas no País não para de crescer. Para se ter ideia, somente em janeiro de 2022, 64,82 milhões de pessoas estavam com as contas em atraso – 850 mil a mais do que em dezembro. E o valor total das dívidas atingiu R$ 260,7 bilhões, 3,48% a mais do que no mês anterior.

Diante deste cenário, utilizar um controle financeiro para imprimir ou organizar as finanças de forma digital é essencial, já que contribui para que as pessoas cuidem mais de perto de suas contas, separem o que é gasto fixo e o que é gasto variável, façam cortes, enfim, entendam de uma vez por todas para onde está indo o dinheiro que ganham.

Leia também |Como usar uma planilha de gastos mensais com filhos?

Planilha de controle financeiro para imprimir: quais as vantagens de utilizar?

São muitos os benefícios que a organização financeira promove: ajuda a evitar que as contas sejam pagas com atraso, estimula o consumo consciente, contribui para que as pessoas parem de gastar mais do que ganham e incentiva o comportamento de poupar dinheiro para a constituição de uma reserva de emergência, realização de projetos e investimentos.

Logo de cara, ao começar a utilizar um controle financeiro, na organização inicial, a pessoa começa a obter ganhos. O primeiro é visualizar claramente se está endividado e a partir daí montar estratégias para quitar dívidas. Muitas vezes, faz parte desta estratégia contratar um empréstimo que ofereça juros mais baixos.

Quer um exemplo? A pessoa montou seu controle financeiro e percebeu que está utilizando o rotativo do cartão de crédito porque não consegue pagar a fatura toda. O problema já está prestes a se tornar uma bola de neve, já que os juros aplicados nessa operação são um dos mais altos do mercado.

Se essa pessoa tiver um emprego com carteira assinada, por exemplo, ela pode recorrer a um crédito consignado e trocar uma dívida cara por uma mais barata. E, claro, bloquear por conta própria a utilização do cartão de crédito até a quitação do empréstimo. A parcela deste consignado também já deve constar no controle financeiro, para que nenhum desequilíbrio volte a acontecer.

Parece mágica, mas aos poucos sua vida financeira vai se organizando, as dívidas vão ficando para trás, controlar seus gastos se torna um hábito prazeroso e satisfatório, sua pontuação de crédito, o score, começa a aumentar, e o ciclo de abundância se instala na sua vida. Tudo porque você se esforçou e um dia decidiu baixar um controle financeiro para imprimir e tomar as rédeas das suas finanças.

Leia também | Planner financeiro: como usar para organizar as finanças?

Controle financeiro pessoal para imprimir: 5 opções gratuitas disponíveis na internet

Na internet é possível encontrar inúmeros tipos de controles financeiros. São tantas opções que escolher a que melhor atende suas necessidades pode não ser tão simples. Para te ajudar, elencamos abaixo 5 sugestões. Confira!

1. Planner financeiro básico

Com este planner, além de acompanhar quanto você ganha e quanto você gasta, você pode registrar seus hábitos financeiros e suas metas. A ideia é preencher uma folha por mês e monitorar qual era o saldo inicial e se sobrou algum valor ao final do período.

2. Planner financeiro com controle de investimentos

A ideia deste planner é ajudar você a separar bem suas finanças para depois ter a visão geral da sua situação financeira. Até compras parceladas e extrato bancário podem ser lançados nele, além de lista de metas e objetivos, orçamento de viagens e metas para o próximo ano.

3. Planner financeiro completo

Quem precisa de um planejamento mais robusto pode gostar muito desta opção de planner, que conta com organizadores semanais, planejadores de orçamento, visões gerais anuais, lista de transações e visões gerais de finanças.

4. Planilha de gastos mensais para imprimir ou usar no computador

Esta planilha é de fácil utilização e pode ser usada tanto por quem gosta de registrar suas despesas e entradas no papel, quanto por quem prefere fazer a atualização das suas finanças por meio do computador.

5. Tabela financeira da Serasa

A tabela financeira da Serasa não é para imprimir, mas sim para ser preenchida e atualizada todos os meses pelo computador. Ela é bem completa e pode ajudar você a sair das dívidas, limpar seu nome, guardar dinheiro e até investir. Baixe a sua!

Tabela controle financeiro para imprimir ou para usar no computador? O que é melhor?

Não existe melhor ou pior. O fundamental é se organizar financeiramente. Afinal, como explicamos anteriormente, ter as finanças em dia e acompanhar seus gastos de perto permite que você economize dinheiro, comece a poupar e a investir, fique bem longe do endividamento e mantenha sua pontuação de crédito elevada.

Quem organiza as contas só tem a ganhar! Seja no papel, imprimindo os controles, tabelas ou planners, seja de forma digital, utilizando uma planilha ou uma tabela, por exemplo. O mais importante é começar! Você vai ver que ter essa visibilidade é muito gratificante no fim das contas. Experimente e descubra qual modelo você se adapta mais.

Por isso, agora que você já sabe como conseguir um controle financeiro para imprimir, se quiser pode testar também uma forma digital de acompanhar suas finanças mensalmente. Baixe uma tabela financeira e veja como fazer a sua própria planilha de organização financeira. E, claro, continue acompanhando os conteúdos exclusivos sobre finanças no blog da Serasa!