Entrar
Navegação do blog
  1. Blog
  2. Pro Rata

O que é pro rata e como calculá-lo

Saiba o conceito de pro rata e como ele pode ajudar a organizar as finanças.

Publicado em: 15 de maio de 2024

Categoria Educação financeiraTempo de leitura: 10 minutos

Texto de: Time Serasa

Foto cortada de mulher asiática sentada à mesa fazendo plano financeiro e orçamento com calculadora e tablet

O termo pro rata é amplamente empregado no contexto empresarial. Ele abrange assuntos financeiros, questões trabalhistas e até operacionais dentro de uma empresa. Compreender seu significado e a maneira correta de calculá-lo pode ajudar na organização das finanças.

Leia mais | Como organizar a vida financeira: 10 dicas para quem está começando

O que é pro rata

Proveniente do latim, a expressão pro rata significa "proporcionalmente". Ela é usada para descrever uma situação em que algo é dividido em partes iguais ou em proporção, em circunstâncias relacionadas ao consumo, questões trabalhistas, setor financeiro, entre outras. 

  • Existem variações do termo a depender do contexto em que o cálculo será empregado, como:
  •  
  • ●     pro rata temporis, que significa "proporcional ao tempo";
  • ●     pro rata die, que significa "proporcional ao dia".

Para que serve o pro rata

  • O pro rata é utilizado quando é necessário saber o valor proporcional de algo sobre determinado período. Alguns exemplos de uso são:


  • ●     Pagamento de novo funcionário: quando um funcionário começa a trabalhar no meio do mês, a remuneração a ser paga no mês seguinte será proporcional ao número de dias trabalhados.
  • ●     Assinaturas: se um cliente se inscreve em um serviço de assinatura no meio do mês, ele paga uma taxa pro rata pelo resto do mês.
  • ●     Dividendos: os acionistas de uma empresa recebem dividendos pro rata com base no número de ações que têm em relação ao total de ações emitidas pela empresa.
  • ●     Contabilidade: se uma despesa é compartilhada entre vários departamentos de uma empresa, ela pode ser distribuída proporcionalmente à quantidade de recursos que cada departamento utiliza.
  • ●     Juros: quando o credor deve calcular os juros por atraso proporcionalmente ao número de dias atrasados.
  • ●     Investimentos: também é possível utilizar pro rata para saber quanto um investimento anual rende por mensalmente.

Assista | Por que pagamos juros? - Serasa Ensina

Como realizar o cálculo

No entanto, a ideia geral é determinar uma proporção de um valor total com base em uma medida específica.

Na maioria das situações, sua fórmula de cálculo é a regra de três, que deve ser adaptada a cada situação. Confira os exemplos a seguir.

Pagamento de funcionário

Se o salário para um mês (30 dias) trabalhado é de R$3.000 e o funcionário trabalhou 10 dias, tem-se a seguinte fórmula:

  • 30 = 3.000
  • 10 = x

 

Realiza-se a multiplicação cruzada dos itens. Assim, multiplica-se 30 por x e 3.000 por 10. Dessa maneira temos: 

30x = 30.000

 

Agora, dividimos o valor que está depois do sinal de igual com o valor que está acompanhando o x:

  • x = 30.000 / 30
  • x = 1000

 

Portanto, o funcionário receberá R$1000 por ter trabalhado 10 dias em um mês.

Essa mesma estrutura pode ser utilizada para o cálculo de valor a pagar em caso de cancelamento de uma assinatura (como plano de saúde) e de aluguel.

Juros

O cálculo de juros é um pouco diferente dos exemplos anteriores. No caso de uma conta de energia no valor de R$200 que está atrasada há cinco dias e tem juros de 5% ao mês (30 dias), primeiro é preciso calcular os juros diários:

5 / 30 = 0,16

 

Portanto, a conta de R$200 tem 0,16% de seu valor adicionado diariamente enquanto não é quitada.

Esses 0,16% correspondem a R$0,32 (pois o valor total é de R$200):

  • 0,16 x 200 = 32
  • 32 / 100 = 0,32

 

Assim, a cada dia de atraso é adicionado o valor de R$ 0,32 ao total da conta. Como a conta está atrasada há cinco dias, multiplica-se o valor dos juros diários por cinco:

0,32 x 5 = 1,6

 

Por fim, o valor da conta atrasada é de R$201,60. Essa mesma estrutura pode ser utilizada para calcular o rendimento de um investimento.

Quais as vantagens de conhecer o cálculo pro rata?

  • O conhecimento de realizar cálculos pro rata pode trazer alguns benefícios, como:
  •  
  • ●     auxiliar a vida financeira;
  • ●     facilitar a tomada de decisões;
  • ●     promover negociações justas;
  • ●     garantir o cumprimento de obrigações legais e contratuais.

 

Em resumo, é uma forma simples de ficar mais consciente sobre o dinheiro que se está devendo, recebendo ou gastando.

Acesse o canal da Serasa no Youtube

O Serasa Ensina é o canal da Serasa no YouTube para ajudar a descomplicar sua vida financeira. Ele traz centenas de conteúdos para ajudar a cuidar do dinheiro, negociar dívidas, proteger-se contra fraudes, aumentar o Serasa Score, economizar na rotina e organizar as finanças. 

Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar

Artigos relacionados