Entrar

Antecipação de recebíveis: entenda o que é e como funciona

A antecipação de recebíveis pode ser uma opção para quitar dívidas, gerar fluxo de caixa ou investir no crescimento da empresa. Entenda como funciona a modalidade.

Foto elaine ortiz
Publicado em: 29 de novembro de 2021.

A antecipação de recebíveis é uma alternativa para empresas que precisam de crédito. Normalmente, o valor é utilizado para pagar contas atrasadas, gerar fluxo de caixa ou até mesmo investir em expansão.

Na prática, o empresário recebe o valor das vendas feitas a prazo de maneira adiantada para atender às necessidades imediatas da empresa. A seguir, vamos trazer mais detalhes sobre como funciona essa opção de crédito e explicar quando essa alternativa vale a pena.

O que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis — também conhecida como adiantamento de recebíveis ou antecipação de duplicatas — é uma linha de crédito voltada para empresas que precisam adiantar o recebimento de suas vendas. Assim, elas podem usar agora um dinheiro que só chegaria no futuro e ganhar um fôlego no orçamento.

Quando o cliente compra um produto ou adquire um serviço e resolve parcelar o pagamento em duas vezes, por exemplo, o dono da empresa pode levar até 60 dias para receber o valor total da venda. Ao contratar uma antecipação de recebíveis, ele pode adiantar o recebimento desse valor para ter o dinheiro em caixa em poucos dias.

Como em qualquer outra modalidade de crédito, os bancos e instituições financeiras que disponibilizam antecipação de recebíveis cobram algumas taxas sobre o valor adiantado às

empresas e, em contrapartida, assumem a responsabilidade pelo recebimento futuro das notas negociadas.

Como funciona a antecipação de recebíveis?

Embora o processo de adiantamento de recebíveis possa mudar de uma instituição financeira para outra, algumas etapas são comuns a todas elas.

O empreendedor que estiver interessado em adiantar seus recebimentos precisa entrar em contato com o banco ou fintech que oferece essa modalidade de crédito para saber mais detalhes sobre as condições que vai encontrar.

Vale ressaltar que, assim como ocorre com pessoas físicas, as empresas também passam por uma análise ao pedir crédito no mercado. O resultado dessa avaliação e as políticas internas de cada instituição financeira determinam as taxas de juros e condições de pagamento do crédito.

No caso da antecipação de recebíveis, a instituição financeira precisa informar ao empresário as taxas de juros que serão descontadas do valor antecipado e o prazo máximo para que o dinheiro fique disponível na conta.

A próxima etapa é cadastrar as informações das maquininhas de cartão de crédito no Internet Banking, se a antecipação for feita em um banco, ou na plataforma da instituição financeira responsável pelo adiantamento, no caso das fintechs. Nesse momento, o empresário também compartilha os dados da conta em que deseja receber o dinheiro.

Depois, o empreendedor precisa escolher as notas/parcelas que deseja adiantar e faz o pedido de antecipação de recebíveis online. Além de parcelas de cartão de crédito, a instituição financeira pode antecipar o pagamento de cheques pré-datados e duplicatas e, como já mencionamos, assume o recebimento dos títulos que foram adiantados.

Esse é um detalhe muito importante: se por algum motivo o consumidor que fez a compra parcelada não concluir o pagamento, a instituição financeira que aprovou o adiantamento de recebíveis ficará sem o dinheiro. Em casos assim, ela poderá exigir o pagamento dos valores em aberto e até negativar a empresa.

Por isso, na hora de escolher as notas a antecipar, é sempre importante considerar o histórico de inadimplência dos consumidores ou pesquisar outras modalidades de crédito para atender às necessidades do negócio — mas, em breve, vamos falar sobre isso.

Antecipação de recebíveis de cartão de crédito: quais são as vantagens?

Comparado com outras linhas de crédito disponíveis no mercado, a antecipação de recebíveis traz algumas vantagens interessantes.

Como já mencionamos, os juros e condições de pagamento são definidos de acordo com o perfil financeiro da empresa solicitante, mas costumam ser menores do que as taxas cobradas pelos bancos no rotativo do cartão de crédito e no cheque especial, por exemplo.

Isso porque as instituições financeiras consideram que, com esse tipo de operação, o risco de inadimplência é muito menor. Tudo porque o dinheiro emprestado (ou “antecipado”) tem origem em uma venda já realizada.

Apesar disso, não dá para se descuidar: antes de tomar uma decisão, é preciso avaliar com cautela as taxas de juros aplicadas, assim como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e outras cobranças envolvidas. Com essa análise, é possível saber se essa opção é realmente vantajosa para a empresa.

Leia também | O que observar ao fazer uma simulação de empréstimo?

A facilidade de contratação do crédito é outra característica interessante do adiantamento de recebíveis. Como a instituição financeira assume o direito de receber os pagamentos futuros que foram antecipados, a solicitação do crédito costuma ser prática.

E quais são as desvantagens do adiantamento de recebíveis?

Apesar das facilidades, contratar uma antecipação de crédito também traz alguns riscos para a empresa que precisam ser levados em consideração. O primeiro, como já citamos, é a possibilidade de o cliente do estabelecimento não concluir o pagamento da compra.

Isso pode acontecer em duas situações: se o consumidor que fez a compra a prazo não honrar com esse pagamento ou praticar alguma fraude, como o uso de um cheque sem fundos.

Nesse caso, quem deverá pagar à instituição financeira é a empresa que contratou o crédito. Além de receber uma surpresa desagradável, o empreendedor ainda poderá ter que pagar multas e juros pela operação — e o que seria uma facilidade pode se transformar em dor de cabeça.

Além disso, é importante chamar a atenção para o uso frequente dessa modalidade de crédito: justamente por conta da facilidade da contratação, alguns empreendedores ficam tentados a antecipar recebíveis com certa frequência. Quando isso acontece, o crédito acaba se tornando uma fonte de capital de giro mais cara e pode trazer sérios prejuízos à saúde financeira da empresa.

É importante ficar de olho, também, para não transformar o adiantamento de recebíveis em uma alternativa para “tapar buracos” financeiros e mascarar problemas relacionados ao planejamento e gestão do negócio — assim como o cheque especial “disfarça” o déficit no orçamento de pessoas físicas, por exemplo.

Quando a antecipação de recebíveis é uma boa opção?

O adiantamento de recebíveis, assim como outras modalidades de crédito para empresas, deve ser usado para atender exclusivamente às necessidades do negócio.

Normalmente, esse tipo de serviço funciona para os empreendedores que precisam pagar compromissos com fornecedores que vencem antes do prazo de recebimento dos seus clientes, por exemplo.

Além disso, o dinheiro antecipado pode ser utilizado para levantar capital de giro e até atender demandas sazonais — como em datas comemorativas importantes, quando é preciso aumentar o estoque e contratar funcionários temporários.

Mas, não se esqueça: contratar uma antecipação de recebíveis requer planejamento, do contrário, esse recurso pode ajudar a resolver um problema hoje e gerar outro maior no futuro.

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), quase 50% das empresas brasileiras fecham as portas em menos de três anos, e o principal motivo é a falta de gestão financeira eficiente.

Por isso, qualquer decisão que envolve dinheiro no negócio deve ser muito bem pensada. Para saber se a empresa pode trabalhar com a antecipação de recebíveis, é preciso ter uma projeção calculada do fluxo de caixa para entender se o valor adiantado fará falta no futuro.

Mais alternativas

Antes de contratar um adiantamento de recebíveis, é fundamental fazer pesquisas e comparar as condições oferecidas em diferentes instituições financeiras ou até mesmo considerar a contratação de outras modalidades.

Nos últimos anos, outras linhas de crédito, como o empréstimo com garantia, vêm conquistando os consumidores porque também oferecem baixos riscos de inadimplência às instituições financeiras e, por consequência, condições de pagamento mais interessantes para os contratantes.

Como o próprio nome sugere, no empréstimo com garantia o solicitante apresenta um bem à instituição financeira para garantir o pagamento das parcelas. Entre as opções mais conhecidas estão o empréstimo com garantia de veículo e o empréstimo com garantia de imóvel.

No Serasa eCred, você pode simular e contratar essas opções de empréstimo como pessoa física. A plataforma de empréstimo da Serasa reúne dezenas de instituições financeiras parceiras e, com base no seu perfil, pesquisa, compara e recomenda as melhores ofertas de crédito disponíveis para você. Aí, é só escolher uma delas e fazer a solicitação online, em poucos minutos, sem precisar entrar em contato com diversos bancos para encontrar a melhor oferta. Prático, né? Você pode acessar nosso simulador de empréstimo online agora mesmo.

Agora que você já sabe como funciona a antecipação de recebíveis, ficou mais fácil comparar as condições oferecidas nessa modalidade com outras opções disponíveis no mercado. No blog do Serasa eCred, você encontra mais conteúdos com orientações para contratar crédito de maneira inteligente. Acompanhe as novidades que preparamos para você!