Entrar

Entenda como funciona o financiamento imobiliário para policiais

O financiamento imobiliário para policiais, que faz parte do programa Habite Seguro, é destinado aos profissionais do SUSP. Saiba mais

Foto Vanessa Conulista
Publicado em: 31 de janeiro de 2022.

Você sabia que, a partir de 2021, os profissionais da segurança pública passaram a ter uma linha de crédito dedicada num projeto de financiamento imobiliário para policiais?

Isso mesmo. Há algum tempo, o Governo Federal identificou que uma grande parcela desses profissionais não possuía imóvel próprio. Devido a isso, identificou-se, então, a necessidade de um projeto para ajudá-los nessa conquista.

De acordo com o FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), cerca de 800 mil profissionais da segurança pública, como policiais, bombeiros e guardas municipais, estão na ativa na profissão. Com isso, o governo pretende que o quanto antes seja possível liberar até R$ 110 milhões e atender mais de 10 mil famílias.

A Medida Provisória n° 1.070 foi assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em setembro de 2021, e visa proporcionar aos funcionários do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) melhores condições para aquisição ou construção da casa própria.

A operação do crédito imobiliário será feita pela Caixa Econômica Federal e, em breve, será possível aderir ao programa também por meio de uma instituição financeira credenciada.

Se você é um profissional da segurança pública e tem interesse em conquistar sua casa própria por meio deste novo programa do governo, continue a leitura para entender mais detalhes e confirmar se faz sentido para você.

Quem tem direito ao financiamento imobiliário para policiais?

O programa de financiamento imobiliário para policiais, que na verdade engloba todos os profissionais do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), chama-se Habite Seguro.

A lista de profissionais classificados para ter direito ao programa foi determinada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e são eles:

  • Policiais militares, rodoviários federais, penais, federais e civis;

  • Agentes penitenciários;

  • Agente de segurança;

  • Bombeiros militares;

  • Peritos e papiloscopistas que trabalham nos institutos oficiais de criminalística, medicina legal e identificação;

  • Guardas municipais que comprovem o cumprimento das disposições estabelecidas na Lei nº 13.022/2014;

  • Profissionais dessas categorias que já estão aposentados.

O Habite Seguro conta com subsídio do Ministério da Justiça para oferecer juros mais baixos e não exigir entrada em dinheiro para a compra da casa própria e pode financiar até 100% do valor do imóvel, seja novo ou usado, ou até a tomada para construir a obra do zero.

Critérios para contratação

Para participar do programa, o profissional da área da segurança pública não pode ter nenhum imóvel em seu nome.

O profissional das categorias mencionadas com renda bruta mensal de até R$ 7 mil pode contar com subsídio conforme a sua faixa de renda. O preço do imóvel deve ser de até R$ 300 mil e o prazo de pagamento do financiamento é de até 35 anos.

Leia também | Amortização de financiamentos: tudo o que você precisa saber

Quanto ao valor do subsídio, o policial pode conseguir até R$ 2.100 para a tarifa de contratação e até R$ 12 mil no valor de entrada.

E caso o profissional receba salário maior que R$ 7 mil mensal, também pode ser beneficiado pelo programa. Nesse caso, apesar de não haver subsídio, ainda é possível contar com taxas de juros menores e benefícios diferenciados.

Vantagens do financiamento imobiliário para policiais

Uma das grandes vantagens do programa de financiamento imobiliário para policiais é a possibilidade de financiar até 100% do valor do imóvel, como já mencionado antes.

Isso porque, conforme as normas do Banco Central, o limite das instituições financeiras é de até apenas 90% do valor do bem.

Outra vantagem bem interessante é a não necessidade de pagar a entrada na hora de adquirir o imóvel. Ou seja, nada de precisar fazer outro empréstimo com essa finalidade ou comprometer a reserva financeira pessoal.

Mas o grande destaque vai para o acúmulo de benefícios. Isso mesmo! Os profissionais de segurança pública podem somar junto a esse benefício, que é proveniente de recursos do FNSP (Fundo Nacional de Segurança Pública), ao subsídio do Programa Casa Verde e Amarela. o subsídio do programa Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida.

Ou seja, é possível combinar os valores dos dois subsídios e obter maior desconto em seu financiamento.

Em resumo, as vantagens são:

  • Redução do valor da tarifa de contratação;

  • Condições diferenciadas para aquisição de imóveis, o que amplia as opções de compra;

  • Auxílio financeiro (subsídio) por servidor e aumento da quota de financiamento, com redução do valor da entrada;

  • Possibilidade de redução de taxas de juros, de acordo com as condições praticadas pelo Programa Casa Verde e Amarela, com redução do valor da prestação.

Como contratar financiamento imobiliário para policiais

Para solicitar o crédito, a primeira coisa que os profissionais interessados deverão fazer é comprovar o vínculo empregatício com um órgão de segurança pública.

Isso pode ser feito através de um formulário emitido pelo órgão empregador disponível diretamente no site do ministério. É importante destacar que a contratação está sujeita à aprovação de crédito.

Leia também | Entenda o que é risco de crédito e por que ele deve ser calculado

Confira, abaixo, a lista completa de documentos necessários para a solicitação:

  • Carteira de trabalho (CTPS) ou outro documento que comprove atividade profissional na área da segurança pública;

  • Documento de identidade, como RG e CNH;

  • CPF;

  • Imposto de Renda completo ou a Declaração Anual de Isenção (DAI);

  • Comprovante de endereço e de estado civil;

  • Comprovante de renda dos últimos 6 meses.

Faça a sua simulação de crédito com o eCred

As taxas e subsídios do programa de financiamento imobiliário para policiais, o Habite Seguro, tendem a ser melhores que as de outras modalidades do mercado.

No entanto, é muito importante conhecer bem todas as outras opções disponíveis para evitar contratar um crédito mais caro.

Para te ajudar nisso, a Serasa criou o eCred, uma plataforma de crédito com ofertas de empréstimo online de diversas empresas parceiras, como bancos, fintechs e outras instituições financeiras. O acesso e simulações no Serasa eCred são feitos de forma 100% online e gratuita.

Outra dica bem importante que você não deve deixar de seguir é entender o quanto a parcela daquele crédito irá comprometer a sua renda mensal. Por isso, fazer as simulações o eCred, analisar e questionar todas as possíveis taxas de juros cobradas, entender o CET, Custo Efetivo Total, é extremamente necessário.

E se você quer saber o que pode reprovar um financiamento imobiliário, preparamos um conteúdo bem completo e explicativo.

Leia também | Por que meu crédito foi negado?