Entrar

Pix com cartão de crédito: é possível fazer?

Pix com cartão de crédito? Entenda se é possível fazer esse tipo de operação e conheça alternativas para pagar contas no crédito.

Você já pensou na possibilidade de fazer um Pix com cartão de crédito? Para bom demais para ser verdade, né?

Antes que você continue a leitura, a gente já vai adiantando que ainda não é possível fazer esse tipo de operação, mas, neste artigo, vamos apresentar algumas possibilidades para você fazer pagamentos quando quiser sem usar o saldo da sua conta. Vamos lá?

Afinal, o que é o Pix e como funciona?

O Pix é uma modalidade de pagamentos instantâneos criada pelo Banco Central. Trata-se de um meio para fazer pagamentos e receber dinheiro com transferências que podem ser feitas em qualquer dia e horário, inclusive aos finais de semana e feriados.

Com essa novidade, você pode, então, mandar dinheiro para outras pessoas e fazer pagamentos para lojas, prestadores de serviço e até transferir dinheiro para os amigos. E o melhor: o valor cai na conta na hora.
As transações realizadas pelo Pix são concluídas em até 10 segundos.

Aliás, a facilidade em agilizar as transferências de valores, pagar contas e até mesmo recolher impostos e taxas de serviços caiu no gosto dos brasileiros.

O novo sistema de pagamentos instantâneo já ocupa o 2º lugar como forma de pagamento mais utilizada entre os consumidores, de acordo com um levantamento feito pela empresa de pagamentos Fiserv, e fica atrás somente dos cartões de crédito e débito.

Quais são as diferenças entre o Pix, TED e DOC?

Em relação ao TED e o DOC, que são meios para transferência que você já conhecia, o Pix oferece mais rapidez e disponibilidade. As duas primeiras opções impõem restrições de dias e horários para transferir e realizar pagamentos de contas. Com o Pix, os pagamentos e transferências podem ser feitos a qualquer momento.

Além disso, as operações eletrônicas feitas por TED e DOC podem levar dias e cobrarem taxas significativas dos usuários. O Pix surgiu, então, como uma opção barata ou gratuita para os brasileiros.

E como funciona o cartão de crédito?

Pra entender bem a razão de ainda não ser possível fazer um Pix com cartão de crédito, é importante entender como essa modalidade de crédito funciona.

As instituições financeiras, como bancos e fintechs, emitem o cartão ao cliente e estabelecem um limite de crédito. O dono do cartão, por sua vez, assume o compromisso de pagar o valor que utilizar dentro da data de vencimento acordada previamente. Quando o pagamento não é feito no prazo, o consumidor deve arcar com juros e multa por atraso.

Cabe a cada instituição financeira estabelecer critérios de análise de crédito pra conceder um limite. Geralmente, elas consideram o histórico e perfil dos solicitantes antes de aprovar o cartão e definir o valor que irá disponibilizar.

O cartão de crédito é muito popular, porque facilita na hora de fazer compras de valor alto ou até tirar alguns planos do papel. Graças à possibilidade de pagamento parcelado, esse é um jeito prático de diluir o valor da compra ao longo dos meses e não ficar com o orçamento apertado.

Mas, apesar de todas essas vantagens, não dá para esquecer que ter um cartão de crédito e limite disponível não é o mesmo que ter dinheiro em conta

Percebeu por que não é possível fazer Pix no cartão de crédito?

Agora deu para entender por que ainda não é permitido fazer Pix no cartão de crédito, não é mesmo?

A razão é simples: ao usar o Pix para fazer uma transferência, você não está realizando uma operação de crédito. Na verdade, está transferindo valores que realmente são seus, que estão na sua conta corrente.

Mas tem gente que faz Pix no cartão de crédito?

Pode ser, mas é importante saber que esses casos são exceções. Até o momento, alguns poucos bancos estão oferecendo a possibilidade de fazer pagamentos via Pix no cartão de crédito.

Alguns cartões de crédito oferecem uma alternativa para seus clientes: fazer saque ou utilizar parte do limite como débito ou saldo em conta. Mas aí, você precisa solicitar o valor desejado e utilizá-lo para fazer uma transferência via Pix.

O problema é que os bancos costumam cobrar taxas altas para estas operações. Se você já encontrou uma oferta assim, observe as tarifas envolvidas em cada transação e veja se a opção realmente vale a pena.

Algumas instituições financeiras oferecem a possibilidade de o cliente usar aproximadamente 40% do limite do cartão de crédito para usar no momento como quiser, inclusive para fazer Pix no cartão de crédito.

Em média, os clientes precisam pagar a dívida de forma parcelada em até 12 vezes, mas as taxas de juros cobradas sobre o valor utilizado giram em torno de 9,9% ao mês – um percentual maior que a média cobrada em um empréstimo pessoal, por exemplo.

Se não posso fazer Pix no cartão de crédito, tenho outra alternativa?

Como já mencionamos, poucas instituições financeiras permitem que os usuários façam Pix no cartão de crédito, e quando essa opção está disponível, as taxas envolvidas na operação fazem com que ela se torne inviável. Mas, dependendo de qual for a sua necessidade, é possível recorrer a outras opções.

Quer um exemplo? Se você quer saber como fazer Pix no cartão de crédito porque precisa pagar uma conta mas está sem dinheiro no momento, você pode gerar um boleto e parcelá-lo usando uma carteira digital. A Carteira Digital Serasa, por exemplo, permite pagar boleto parcelado online em até 12 vezes.

E o melhor: para usar essa e todas as outras funcionalidades, você não precisa abrir conta em banco e faz tudo sem dor de cabeça. Basta cadastrar o cartão que irá utilizar para fazer o pagamento.

Gostou? Clique aqui e conheça mais sobre essa e outras funcionalidades da Carteira Digital Serasa. E, se você precisa de um cartão de crédito, a gente também tem a solução para você: acesse o Serasa eCred agora mesmo, faça uma simulação gratuita e confira as ofertas de cartões de crédito disponíveis para você.