Entrar

Entenda e aprenda a consultar o calendário do PIS

Consultar o calendário do PIS ainda é um mistério para muitas pessoas. Quer saber como fazer essa consulta? Confira no Blog da Serasa!

colunista Fabiana Ramos
Publicado em: 04 de agosto de 2022.

Quando o assunto é o Programa de Integração Social, o PIS, muitas dúvidas surgem na cabeça dos trabalhadores brasileiros. Neste texto, vamos entender um pouco mais sobre o programa, como consultar o calendário atualizado do PIS e ficar por dentro de tudo sobre o assunto!

Criado juntamente do Programa de Formação do Servidor público, o PASEP, o PIS é formado por meio de contribuintes de empresas privadas, enquanto o PASEP recebe contribuições dos funcionários públicos. Toda essa verba vai para o FAT, o Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Segundo explica a Caixa Econômica Federal, as contribuições sociais de natureza tributária que formam o PIS/PASEP, uma vez destinadas ao FAT, financiam o pagamento do seguro-desemprego, do abono salarial e a participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados. A unificação do PIS/PASEP, ou seja, do fundo dos trabalhadores do setor privado aos do setor público, aconteceu em 1975, mas foi extinta em 2020.

A contribuição ao fundo PIS/PASEP é descontada todo mês do salário bruto do trabalhador. Mas, para ter acesso ao benefício não é necessário ser dispensado ou ter seu contrato de trabalho finalizado, pois todos os anos é liberado um calendário para saque. Para ter direito, é preciso preencher alguns requisitos trabalhistas, como ter recebido em média até dois salários-mínimos por mês, sempre proporcional ao período trabalhado.

Alguns requisitos para receber o PIS

  • Trabalhar com carteira assinada durante pelo menos 30 dias no ano anterior ao benefício;

  • Estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

  • Receber até dois salários-mínimos por mês, em média. Caso não tenha trabalhado o ano inteiro, o cálculo é feito de forma proporcional;

  • Ter seus dados informados pelo seu empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Assista | Como consultar seu número do PIS? - Serasa Ensina

Como consultar calendário PIS 2022

Como informamos, todos os anos é liberado o famoso calendário para o saque do PIS. Para aqueles que se encaixam nos pré-requisitos que garantem o acesso ao benefício, é importante estar atualizado sobre esse cronograma. Saiba agora como consultar e aproveite para já dar uma olhada no calendário de 2022!

Os passos a seguir servem para todos os trabalhadores que se encaixam no PIS, e não é necessário já ter consultado ou feito algum cadastro antes. Vamos aprender como consultar e da melhor forma possível: sem sair de casa.

• Pelo celular ou computador, acesse o site do Meu INSS. Caso queira usar o aplicativo, ele está disponível para aparelhos iOS e Android;
• Clique no botão “entrar com gov.br”. Caso já tenha feito seu o cadastro, é só prosseguir. Se for o seu primeiro acesso, é necessário realizar um cadastro com os seguintes dados: nome, e-mail, CPF, data de nascimento, celular, nome da mãe e estado;
• Autorize o acesso aos seus dados pessoais e leia os termos de privacidade;
• Confirme as suas informações para habilitar e verificar o seu cadastro. Faça a conferência com bastante atenção, para evitar retrabalhos;
• Acesse “Meu Cadastro”;
• Vá até a seção PIS-PASEP e confira o seu número, que está identificado como NIT;
• Acesse o site ou aplicativo do FGTS;

Insira seus dados e pronto! Agora você consegue consultar as suas informações pessoais relacionadas ao benefício PIS/PASEP.

É importante consultar e estar atento aos prazos de saque, pois todos os anos muitos brasileiros deixam de receber o benefício. Segundo o Ministério da Economia, meio milhão de pessoas podem sacar diretamente dinheiro desse programa, no entanto, uma boa parte desse número pode até mesmo não saber que ela tem direito a receber o abono. Caso a pessoa tenha trabalhado durante os 12 meses, ela terá direito ao valor de um salário-mínimo atual, ou seja, R$ 1.212.

Leia também | Benefício assistencial: o que é e como usar para quitar dívidas

Calendário PIS 2021 e 2022

Os calendários de 2021 e 2022 ainda geram bastante confusão na cabeça dos trabalhadores. Isso se deve ao fato desses valores serem sobre 2020 e 2019, uma vez que são liberados com a base do ano anterior. O que acontece é que durante a pandemia nós ficamos um tempo sem esse pagamento. Agora, em 2022, o calendário liberado é para o ano-base de 2020.

Só agora o brasileiro está resgatando os anos anteriores. Por enquanto não há qualquer informação sobre o pagamento dos valores relativos a 2021. O pagamento foi encerrado em março deste ano, no entanto, mais de 400 mil trabalhadores não sacaram o benefício. Mesmo com os depósitos já concluídos, os cidadãos podem fazer o resgate até o dia 29 de dezembro deste ano.

Os beneficiários do PIS/Pasep podem sacar até R$ 1.212 em 2022. Vale ressaltar que o valor a ser pago é definido pelo tempo de atividade trabalhista exercida pelo cidadão. Os valores podem ser consultados através dos seguintes canais de atendimento:

• Aplicativo ou site Meu INSS, como já explicamos
• Carteira de Trabalho Digital; ou
• Central “Alô Trabalho” através do número 158

O pagamento do PIS é feito pela Caixa Econômica Federal aos trabalhadores da iniciativa privada; já o Pasep é liberado por meio do Banco do Brasil aos servidores públicos. O valor do abono salarial é de no máximo um salário-mínimo vigente (R$ 1.212 em 2022). No entanto, é definido conforme a quantidade de meses trabalhados no ano-base (2020). Confira as proporções:

• 1 mês trabalhado – R$ 101;
• 2 meses trabalhados – R$ 202;
• 3 meses trabalhados – R$ 303;
• 4 meses trabalhados – R$ 404;
• 5 meses trabalhados – R$ 505;
• 6 meses trabalhados – R$ 606;
• 7 meses trabalhados – R$ 707;
• 8 meses trabalhados – R$ 808;
• 9 meses trabalhados – R$ 909;
• 10 meses trabalhados – R$ 1.010;
• 11 meses trabalhados – R$ 1.111;
• 12 meses trabalhados – R$ 1.212.

O pagamento do benefício do PIS é feito conforme o mês de nascimento do beneficiário. Já o pagamento do PASEP é realizado conforme o número final da inscrição no programa. Além disso, os pagamentos que começaram em fevereiro seguem sendo efetuados durante o ano todo, uma vez que os beneficiários têm até o dia 29 de dezembro para sacar o dinheiro, conforme estabelecido.

Leia também | Auxílio emergencial x Auxílio Brasil: o que muda para os beneficiários?

calendario-pis

A Serasa já trouxe um outro conteúdo sobre o PIS e você também pode conferir para tirar eventuais dúvidas.

Fique atento! Não deixe de consultar seu saldo e se você se enquadra nas regras para receber o benefício. Quem sabe um dinheiro extra está a sua espera e você nem sabe?