Como funciona o financiamento de moto? Descubra

Saiba tudo sobre financiamento de moto. Como funciona, quais as vantagens e desvantagens, cuidados ao contratar e como simular.

homem do lado de uma moto


Autor: Elaine Ortiz

Publicado em 09 de dezembro de 2022

Ter dinheiro suficiente para comprar um veículo à vista, seja carro ou moto, é para poucos brasileiros. É por isso que financiar a aquisição do bem é uma opção muito utilizada. Preparamos um guia completo sobre financiamento de moto. Confira! 

Leia também | Financiamentos: quais os principais tipos? Vale a pena contratar? 

O que é financiamento de moto

Financiamento nada mais é que um tipo de empréstimo no qual uma instituição financeira concede crédito a quem quer comprar um bem específico, mas ainda não tem todo o dinheiro necessário para a compra.  

Quem quer adquirir uma casa, por exemplo, recorre ao financiamento imobiliário. Quem quer comprar um carro, procura financiamento de automóvel. Quem quer ter uma motocicleta busca contratar financiamento de moto.  

Dessa forma, é possível antecipar a realização do objetivo, sem esperar juntar todo o dinheiro, comprando primeiro e pagando depois, de forma parcelada, diretamente à instituição financeira que concedeu o crédito.  

No Brasil, ao longo de 2022, a venda de motocicletas esteve em ascensão. Segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), somente em novembro 123.206 unidades foram vendidas, alta de 2,44% em relação ao mês anterior. E mais: no acumulado do ano, o emplacamento de novas motos cresceu 17,7% em comparação ao mesmo período de 2021, somando 1.229.987 unidades até outubro.  

Leia também | Licenciamento 2023: veja como consultar o documento e pagar 

Como funciona e como conseguir financiamento de moto

O financiamento de moto tem uma dinâmica simples, mas há pontos importantes para se atentar e não ter nenhuma surpresa.  

O lojista recebe à vista do banco ou financeira. Por isso, o bem adquirido por meio do financiamento fica alienado ao contrato. Ou seja, ele mesmo é dado como garantia de que o pagamento das parcelas será feito corretamente. O banco pode retomar o bem caso as parcelas deixem de ser pagas.  

Para financiar uma moto, o primeiro passo é escolher o modelo. Depois, é fundamental pesquisar e comparar, observando tanto os preços das motos como as condições de financiamento oferecidas no mercado.  

Quem já tem conta em banco pode conferir diretamente com o gerente ou no site se a instituição disponibiliza essa modalidade de crédito. Em caso afirmativo, é possível simular financiamento de veículo e descobrir as condições de financiamento de moto oferecidas especificamente para seu perfil, antes mesmo de ir a uma loja.  

Outra alternativa é ir diretamente a uma concessionária, escolher a moto, reunir os documentos solicitados pela loja e aguardar a análise de crédito que a financeira parceira da concessionária fará. Se tiver o crédito aprovado, é muito importante ler o contrato com atenção e avaliar juros, prazo, taxas e valor de parcelas.  

Leia também | Alienação fiduciária: tudo que você precisa saber sobre ela 

Quais as vantagens e desvantagens de fazer um financiamento de moto?

  1. Não é preciso ter o valor total do veículo para comprá-lo. Juntar dinheiro por meses ou anos para adquirir a moto pode ser frustrante, já que por conta da inflação os preços dos produtos são reajustados frequentemente. 

  2. É possível comprar a moto até mesmo sem dar uma entrada. Nesse caso, é fundamental verificar ainda melhor os juros cobrados na dívida. Eles podem ficar mais altos, bem como o valor da parcela. 

  3. Financiamento costuma ter juros mais baixos que outras modalidades de crédito. No entanto, ele é um empréstimo para uma aquisição específica. Portanto, só pode ser usado para a compra de veículo. Quem quer empréstimo para quitar dívidas, por exemplo, precisa recorrer a outras modalidades. Se este for o caso, simule empréstimo agora mesmo no Serasa Crédito e conheça as opções.  

  4. O financiamento permite escolher um valor de prestação que caiba no orçamento doméstico, sem comprometer o pagamento das outras contas.  

  5. O prazo para a compra de uma moto por meio de financiamento pode ser longo. Algumas instituições chegam a liberar o crédito em 60 parcelas. Mas, claro, quanto maior o prazo, maiores os juros. O ideal é sempre financiar o menor valor possível.  

Assista | Empréstimo com garantia de veículo: o que é e como funciona?

Principais cuidados ao fazer um financiamento de moto

O financiamento de motos é uma boa alternativa para quem quer adquirir esse tipo de veículo, mas é muito importante tomar cuidados antes de assinar um contrato. Confira os principais:  

  • Não pague valores antecipadamente e só compre depois de ver a moto. O ideal é buscar sempre concessionárias e instituições financeiras conhecidas. 

  • Antes de assinar o contrato de financiamento, faça as contas e verifique se as parcelas realmente cabem no seu bolso. Lembre-se que em caso de inadimplência o banco ou financeira poderá reaver a moto, seu nome ficar com restrições e seu Score diminuir.  

  • Lembre-se de observar o custo efetivo total (CET) do financiamento. Ele está presente em todas as operações relacionadas a crédito e indica o valor que realmente deverá ser quitado, já considerando taxas de juros e outras.  

  • Considere também os custos da manutenção da moto. Afinal haverá outras despesas, como combustível, manutenção, seguro, acessórios (capacete, capa de chuva ou roupa especial, bota). Verifique o impacto desses valores no seu orçamento e como organizar as finanças para quitar o débito rapidamente.  

Como simular financiamento de veículos

Encontrar simulador de financiamento de veículos na internet é bem simples, existem várias opções. Um bom exemplo é o simulador de financiamento do Banco BV. Com ele, é possível simular valores e outras condições para o financiamento automotivo. Além disso, a página é simplificada e oferece o serviço de forma rápida. 

Nesta instituição os consumidores têm de 3 a 60 meses para pagar as parcelas do financiamento, que são fixas até o final do contrato. Caso precise renegociar o acordo, é possível pegar mais crédito caso haja disponibilidade. 

O Banco BV também tem parceria com o Serasa Crédito. Com o banco, é possível financiar veículos novos ou usados. Além disso, oferece uma série de seguros e capitalização opcionais.  

Agora que você já sabe tudo sobre financiamento de moto, aproveite para saber melhor como simular e adquirir seu automóvel. Continue acompanhando os conteúdos exclusivos do Blog da Serasa.  

Leia também | Refinanciamento de veículos: como funciona e quais as vantagens?