Entrar

Ações preferenciais: descubra o que são e como funcionam

Entenda por que ter ações preferenciais na sua carteira pode ser uma das melhores opções para alcançar a renda passiva.

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 27 de março de 2022.

No artigo de hoje, você vai descobrir o que são ações preferenciais e como usá-las para garantir um investimento acessível para seu bolso com bons retornos.

O que são ações preferenciais?

Antes de explicar o que são ações preferenciais, vale falar um pouco sobre o conceito de ações.

As ações, basicamente, funcionam como a compra de uma propriedade: você pode comprar uma cota inteira ou apenas uma parte.

Quando você investe em uma ação, está garantindo uma pequena fatia de uma empresa, ou seja, passa a ser parte do quadro de sócios e a receber dividendos dos lucros que essa empresa gera. Chamamos essa distribuição de lucros de “dividendos”.

Veja também: Onde investir reserva de emergência.

Quando a ação é preferencial?

Esse tipo de ação, como o próprio nome diz, oferece mais vantagens e benefícios para quem as adquire.

Elas garantem o acesso antecipado e preferencial à liquidação das ações de uma companhia. Ou seja: os acionistas preferenciais são os primeiros a receberem os dividendos.

Em casos mais sérios, em que não há lucros suficientes a serem distribuídos a todos os acionistas, os preferenciais são os primeiros a receber a liquidez. Ou seja, apresenta muito mais segurança do que as ações ordinárias, geralmente compradas no mercado.

Como saber se estou comprando ações preferenciais?

As ações preferenciais possuem identificações que permitem que você faça a escolha certa.

Diferente das ações ordinárias, que podem ser classificadas a partir do número 3 no seu nome, as ações preferenciais podem ser identificadas a partir da presença do número 4 ao final de cada sigla que nomeia os ativos da empresa. Por exemplo:

● Ação preferencial: PETR4.
● Ação ordinária: NUBR33.

Não existe segredo, se a sigla termina com o numeral 4, trata-se de uma ação preferencial. Além disso, as classificações ainda podem ter outros números que diferenciam a sua categoria em novas classes.

Ações preferenciais e ações ordinárias: diferenças

Diferente das ações ordinárias, as preferenciais não concedem aos acionistas o direito de voto nas assembleias. Mas, por outro lado, elas garantem a prioridade na distribuição dos proventos ou no reembolso do seu capital.

Logo, o valor investido e o seu lucro são garantidos de forma muito mais segura. Além disso, elas podem dar preferência de pagamento a seus donos também no caso de falência e liquidação da empresa.

Por isso, ações preferenciais podem ser a melhor escolha se você procura opções rentáveis e um pouco mais seguras para multiplicar seu dinheiro.

Lembrando que o investimento em ações tem riscos. Antes de investir, é importante que você entenda todos eles e invista com consciência. Geralmente, esse tipo de investimento é recomendado apenas para objetivos de longo prazo.

O que fazer com os dividendos das ações preferenciais?

Agora que você já sabe como funcionam as ações preferenciais e como elas podem ser muito benéficas na sua carteira de investimentos, é importante entender como dar um bom rumo ao dinheiro extra que você ganhará com esse ativo.

Por isso, separamos 3 dicas que ajudarão a conquistar sua liberdade financeira e a deixar sua vida ainda mais equilibrada.

01. Reinvista o dinheiro

A melhor forma de garantir mais dinheiro no futuro é reinvestir os dividendos que recebe hoje.

No início, essa distribuição de lucros não será o suficiente para viver de renda, podem ser apenas alguns centavos. O mais importante é ter consistência e continuar investindo para aumentar essa renda passiva.

Atualmente, existem milhares de ativos, desde os mais arriscados aos mais seguros. Todos dão retornos satisfatórios para você que deseja construir um patrimônio sólido a longo prazo.

Uma das melhores recomendações que podemos fazer é o investimento em renda fixa, que possui previsibilidade de ganhos e ainda conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

02. Negocie dívidas

Sair do vermelho exige comprometimento. Uma opção para renegociar e quitar suas dívidas muito mais rápido é utilizar os proventos recebidos das ações preferenciais. Elas podem potencializar a organização das suas contas e o seu planejamento financeiro.

Para dar fim de vez ao círculo vicioso do endividamento, é importante que o valor total seja distribuído de forma inteligente, considerando o quanto você recebe mensalmente e o quanto possui de dívidas.

Descubra como se livrar das dívidas em 2022 de forma prática com o Serasa Limpa Nome

03. Crie uma reserva financeira

Se ainda não tiver uma, é importante priorizar sua composição. A reserva financeira é um elemento fundamental para uma saúde financeira em dia. Por isso, um dos melhores destinos do dinheiro obtido por ativos é a criação de uma reserva de emergência.

Dessa forma, você estará sempre preparado para imprevistos, sem impactar seu orçamento atual e sua qualidade de vida.

Pode parecer pouco, mas não há nada melhor que a segurança que uma reserva financeira completa traz, tendo a tranquilidade para passar por qualquer desafio doméstico.

Mas, não esqueça que este dinheiro deve ser administrado com cautela. Jamais gaste o saldo da sua reserva com gastos que não são emergenciais! Lembre-se de que o foco é ter segurança financeira.

Se você deseja construir uma reserva para um futuro seguro e tranquilo, uma das melhores coisas que você pode fazer é garantir que uma parte do seu dinheiro vá para uma boa carteira de investimentos.

A longo prazo, esses investimentos podem fazer com que você tenha uma poupança recheada, proporcionando liberdade e segurança na velhice — ou até antes disso.

O mundo dos investimentos oferece milhares de opções acessíveis e rentáveis. Como vimos, para garantir uma renda mensal, é importante considerar as ações preferenciais como uma opção de ativo na sua carteira de investimentos.

Caso você queira saber mais sobre finanças domésticas para se planejar de forma inteligente e eficiente, recomendamos uma série de podcasts que ajudam a conhecer ainda mais sobre o mercado financeiro, conheça Podcast Serasa Ensina.