Navegação do blog
  1. Limpa Nome Online
  2. Blog
  3. Renegociacao Do Fies

Renegociação do FIES: como negociar e pagar dívidas com o programa

Estudantes ou ex-estudantes que se beneficiaram do FIES para estudar podem renegociar dívidas com o programa.

Atualizado em: 10 de novembro de 2023

Categoria Negociar dívidaTempo de leitura: 10 minutos

Texto de: Time Serasa

Celular com fies para ilustrar artigo sobre renegociação

Quem usou o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) para estudar e agora deseja quitar dívidas com o programa já pode renegociar os débitos em condições especiais.

Desde 7 de novembro de 2023, estudantes e formados com dívidas com o FIES já podem renegociar esses débitos com condições especiais na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil.

Essa possibilidade surgiu com o Projeto de Lei nº 4172, que altera a Lei nº 10.260 de 2001 (Lei do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES) e dá outras providências. Esse projeto é uma espécie de "Desenrola do FIES", com descontos que podem chegar a 99%.

Segundo o Ministério da Educação, existe 1,2 milhão de contratos inadimplentes no país, com saldo devedor total que chega a R$54 bilhões.

Qual o prazo para renegociação do FIES?

A solicitação de renegociação na Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil deve ser feita até 31 de maio de 2024.

O Projeto de Lei sancionado cria condições mais favoráveis de amortização para estudantes com contratos do FIES celebrados até o fim de 2017 e com débitos vencidos e não pagos em 30 de junho de 2023.

Aos estudantes com débitos vencidos e não pagos havia mais de 360 dias em 30 de junho de 2023, será concedido desconto de até 99% do valor consolidado da dívida, no caso de inscritos no Cadastro Único (CadÚnico). Para os demais estudantes, os descontos podem chegar a 77%. 



Assista | Renegociação de dívidas do FIES

Quem pode renegociar dívida com o FIES

O estudante beneficiário que tenha débitos vencidos e não pagos em 30 de junho de 2023 poderá liquidá-los por meio da adesão à transação, nos seguintes termos:  

  • ●     Estudantes com débitos vencidos e não pagos havia mais de 90 dias em 30 de junho de 2023: desconto de até 100% sobre encargos (juros e multas pelo atraso no pagamento) e de 12% sobre o valor financiado pendente, para pagamento à vista; ou parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas do valor financiado pendente, com desconto de 100% dos encargos (juros e multas pelo atraso no pagamento). Ficam mantidas as demais condições do contrato (condições de garantia e eventuais taxas de juros do contrato). 

  • ●     Estudantes com débitos vencidos e não pagos havia mais de 360 dias em 30 de junho de 2023, que estejam inscritos no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021: desconto de até 99% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas. 


  • ●     Estudantes com débitos vencidos e não pagos havia mais de 360 dias em 30 de junho de 2023, que não se enquadrem na hipótese prevista no item anterior: desconto de até 77% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas. 


Como negociar dívidas do FIES com a Caixa ou BB

O que fazer se perder o prazo?

Caso perca o prazo para renegociação da dívida, procure o banco no qual assinou o contrato de financiamento estudantil: Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal e verifique as oportunidades para quitar o financiamento. 

Também é importante ter atenção aos seguintes canais para não perder as últimas notícias referentes ao financiamento estudantil: 

O que fazer para conseguir quitar a dívida com o FIES

Para reorganizar a vida financeira e quitar dívidas, ter um bom planejamento financeiro é fundamental.  

Confira as etapas necessárias para essa reorganização.

Faça uma reserva mensal 

Para quem ainda está estudando, é importante formar uma reserva financeira para quitar o FIES no futuro. Para isso é possível abrir uma poupança e guardar parte do dinheiro do estágio remunerado, por exemplo. 

Também dá para pensar em investir um valor fixo em uma aplicação financeira. Faça isso mensalmente ou quando conseguir poupar dinheiro. Assim, terá uma quantia reservada para ajudar com a dívida do FIES.  

Pense no seu “eu do futuro” 

Seja realista e pense: “será que terei um bom emprego para pagar a dívida do FIES?”. É normal ser otimista quanto ao futuro. Porém, para montar um planejamento financeiro e poder pagar a dívida do financiamento estudantil, é necessário ter cautela, pois conseguir um emprego logo após se formar pode ser uma tarefa difícil. 

Assim, é necessário pensar em um “plano B” e economizar sempre que puder e quanto puder. Não importa se são R$50,00 ou R$150,00 mensais, guardar toda quantia possível para quitar esse compromisso futuro é essencial. 

Tem outras dívidas e deseja negociar? Conheça o Serasa Limpa Nome 

Pelo Serasa Limpa Nome você consulta suas dívidas e pode conseguir até 90% de desconto para quitar os débitos. O serviço é gratuito e pode ser feito em apenas 3 minutos nos canais oficiais da Serasa: site, app (iOS e Android) ou WhatsApp (11) 99575-2096.  

Siga o passo a passo:   

  • Acesse o Serasa Limpa Nome ou o aplicativo informe seu CPF e Senha. 
  • Confira sua dívida na tela e clique em Negociar.  
  • Escolha a melhor opção de pagamento (Pix ou boleto, por exemplo) e o número de parcelas  
  • Confirme as condições escolhidas e pronto!  


Compartilhe o artigo

Este artigo foi útil?

Escolha de 1 a 5 estrelas para avaliar
Média de avaliação: 3.06 de 5

Artigos relacionados