Entrar

Formas de pagamento: conheça as opções e como escolher a melhor

Ter boas opções de pagamento no mercado pode, inclusive, proporcionar bons descontos

Foto Vanessa Ferreira
Publicado em: 25 de março de 2022.

Algumas formas de pagamento surgiram para facilitar o dia a dia e tornar as negociações e transações financeiras mais simples e seguras.

Conhecer bem essas novas possibilidades de pagar contas ou fazer compras possibilita até mesmo ganhar descontos e tornar as compras mais atrativas. E não há uma regra: há estabelecimentos que preferem dar descontos no bom e velho pagamento em dinheiro e há outras que preferem incentivar as formas mais tecnológicas.

E são exatamente essas formas de pagamento mais inovadoras que têm ganhado espaço no mercado nos últimos anos. É o que revela a pesquisa Pagamentos Móveis e Comércio Móvel no Brasil, realizada pela Mobile Time em parceria com a Opinion Box.

Segundo a pesquisa, que entrevistou cerca de duas mil pessoas, 34% dos brasileiros com smartphone já fizeram pagamento por aproximação. Isso representa um aumento de 11 pontos percentuais em um ano, o que significa uma rápida aceitação no país.

Ainda segundo a pesquisa, os meios digitais têm conquistado outras esferas de mercado, como a contratação de seguros, por exemplo, que já foi realizada por aplicativos de smartphones por 25% dos entrevistados. Ou a contratação de seguros, que já atingiu 15% dessas pessoas.

Então, com tantas formas de pagamentos e cada vez ficando mais conhecidas, é importante conhecê-las bem para aproveitar todos os benefícios que têm a oferecer e conseguir economizar ainda mais, de forma simples e segura, claro.

Por isso, para saber mais sobre esses meios de pagamento, este texto apresenta 9 formas, online e offline, de concluir pagamentos. Continue por aqui e boa leitura!

9 formas de pagamento online e offline

As formas de pagamento online surgiram principalmente após a chegada das fintechs no país. Essas startups buscam utilizar a tecnologia para oferecer serviços financeiros simples, democráticos e acessíveis. Mas não dá para dispensar os métodos de pagamentos offline também.

A verdade é que não importa a forma de pagamento, é importante buscar aquela que tem mais a ver com o seu perfil ou a que proporciona a melhor oferta, possibilitando descontos, segurança ou até facilidade de pagamento.

Confira então, a seguir, 9 formas de pagamento online e offline para definir qual melhor se encaixa no seu dia a dia.

1. Dinheiro

Não tem como negar: o dinheiro ainda segue sendo a forma de pagamento mais usual no dia a dia dos brasileiros. Mas será que é a melhor?

Acontece que, para utilizá-lo no dia a dia, é necessário andar com as espécies na carteira, bolsa ou bolso, o que acaba acarretando uma série de perigos, como perder, ser roubado ou até gastar sem perceber.

Porém, não dá para desconsiderar que alguns estabelecimentos preferem receber dessa forma e oferecem até descontos por isso.

2. Boleto Bancário

O boleto bancário é também uma das formas de pagamento mais usadas entre os brasileiros. Acontece que o boleto é bem democrático e também costuma ter descontos oferecidos principalmente em loja virtual.

É uma forma usual também para pagar contas recorrentes, como luz, telefone, água, entre outros.

Para pagar boleto, é só ter uma conta bancária ou então ir até uma agência agência bancária ou correspondente bancário onde é permitido pagar.

3. Carnês

O carnê tem ficado menos usual no mercado. Ainda é muito utilizado por quem não tem cartão de crédito ou têm baixo limite, mas precisa parcelar uma conta alta.

É bem comum também em contas recorrentes ou até mesmo para quem financia carro, por exemplo. Ele nada mais é que vários boletos emitidos de uma única vez para facilitar o pagamento e não cair no esquecimento.

4. Pix

Essa é uma das formas de pagamentos mais novas, mas que já caiu no gosto dos brasileiros. Com ela, o credor consegue receber o pagamento imediatamente 24 horas por dia.

A pesquisa Pagamentos Móveis e Comércio Móvel no Brasil também buscou entender a adesão do Pix como forma de pagamento no país e o resultado é que 73% dos entrevistados informaram que já realizaram este pagamento instantâneo.

O mais interessante é que, em menos de cinco meses de operação, o Pix já acumulava mais de 1 bilhão de transações, movimentando quase R$ 800 bilhões, de acordo com o Banco Central.

5. Cartão de crédito

O cartão de crédito é um tipo de pagamento bem interessante. Ele funciona de forma pós paga e acontece como uma empréstimo, onde você compra hoje e paga em até 40 dias – isso varia de acordo com cada instituição financeira.

Após o ciclo de faturamento do cartão de crédito, uma fatura é gerada e, então, na data de vencimento estabelecida, o usuário efetua o pagamento. É preciso muito cuidado aqui pois, caso não seja pago em dia, as taxas de juros que correm sobre a fatura dos cartões de crédito são as mais altas do mercado.

6. Cartão de débito

Essa também é uma modalidade de pagamento que ocorre via cartão, mas debitando automática e instantaneamente o dinheiro que está na sua conta corrente, poupança ou salário.

Um cuidado importante a se ter aqui é que, caso você não tenha dinheiro em conta, mas possua cheque-especial, o dinheiro também funcionará como um empréstimo, incidindo cobranças de taxas, como juros e IOF, por exemplo.

7. Pagamento por aproximação

Tendo um cartão de crédito ou débito, é possível solicitar a função de pagamento por aproximação.

Caso o cartão seja físico, é possível efetuar o pagamento ao encostá-lo na máquina de cartões. Se for online, basta cadastrar no celular smartphone ou no relógio smartwatch que aceite essa função.

8. Transferência bancária

Há também a possibilidade de se fazer um pagamento simplesmente transferindo o dinheiro para a conta do credor. São duas opções:

a)DOC: a sigla para Documento de Crédito é limitada a R$ 4.999,99 e só pode ser feita por instituições autorizadas pelo Banco Central.
b)TED: a Transferência Eletrônica Disponível permite, desde janeiro de 2016, que seja enviado qualquer valor e costuma ser mais rápido que o DOC.

Antes de optar por elas, vale conferir se o seu banco cobra taxas para estas transações.

9. Carteira Digital

Essa modalidade também tem crescido muito. A carteira digital é uma interessante opção para quem não quer sair com carteira de casa e quer fazer tudo pelo celular.

Com a carteira digital, você consegue unir algumas formas de pagamento num único lugar para facilitar sua vida. Com ela é possível cadastrar um cartão de crédito, fazer uma chave pix, integrar com a sua conta corrente e até pagar boleto.

A Serasa tem uma das carteiras digitais mais completas hoje no mercado. Nela, é possível também recarregar celular e até mesmo parcelar boletos, tudo de forma simples, prática, rápida e segura.

Como escolher a melhor forma de pagamento?

Para escolher a melhor forma de pagamento, você precisa, antes de tudo, analisar bem seus hábitos de consumo.

A dica é, primeiro, observar se há ou não desconto para o pagamento com determinada modalidade. Sempre busque aquela que ofereça a melhor condição e a mais segura também.

E então quais meios de pagamentos você mais se identificou? Caso queira conhecer mais sobre essa última modalidade apresentada, baixe o aplicativo carteira digital Serasa e veja todas as funcionalidades disponíveis.