Entrar

Posso usar meu FGTS para pagar dívidas? Entenda como funciona!

Criado em 1996, o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) tem o objetivo de criar uma reserva de dinheiro para os trabalhadores. O valor é de 8% do total bruto das verbas salariais recebidas pelo empregado. Muita gente costuma ter a seguinte dúvida: posso usar meu FGTS para pagar dívidas? De antemão, a resposta é sim!

É comum que as pessoas passem a usar o FGTS para limpar o nome. No ano passado, a modalidade de saque emergencial, criada por conta da pandemia, por exemplo, beneficiou cerca de 60 milhões de pessoas. O governo federal autorizou a retirada de até um salário mínimo (R$ 1.045 à época) para amenizar os impactos do isolamento social na economia.

Neste texto, você vai ficar por dentro de como funciona este recurso e entender como usar o FGTS para pagar contas. Vamos lá!

Como usar o FGTS para pagar contas?

Antes de decidir usar o FGTS para pagar dívida, organize o seu orçamento. Isso vai indicar as prioridades de pagamento de dívidas. Feito isso, avalie se vale a pena mexer em um dinheiro guardado para esta finalidade.

Uma forma de pensar é a seguinte: os juros da minha dívida são maiores que o rendimento do FGTS? Se a resposta for sim, então é indicado usar para quitar seus débitos.

Caso a decisão seja pagar dívida com FGTS, busque uma negociação com o credor. O mais adequado é o pagamento à vista, pois assim é possível conseguir ótimos descontos. Se o dinheiro do FGTS não for suficiente para a quitação, tente dar uma boa entrada e parcelar o restante.

Uma alternativa que pode ser interessante, dependendo do caso, é o empréstimo para quitar a dívida. Há uma modalidade de empréstimo consignado na Caixa Econômica, por exemplo, que utiliza o FGTS como garantia.

Por meio da Serasa Limpa Nome, também é possível obter ofertas de negociações que podem ser interessantes. Se o credor for um parceiro da Serasa, provavelmente, um acordo com descontos é garantido.

Posso usar o FGTS para pagar dívidas de banco?

Uma vez que o FGTS é sacado, dá para fazer uso dele de qualquer forma. Uma delas é o pagamento de dívidas de banco. Como essas instituições costumam ter altas taxas e multas, é importante que sejam sanadas depressa.

Quem pode sacar o FGTS?

● Trabalhadores regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).
● Trabalhadores rurais.
● Trabalhadores intermitentes.
● Trabalhadores temporários.
● Trabalhadores avulsos.
● Atletas profissionais.
● Empregados domésticos.
● Safreiros.

Atualmente, existem duas formas de saque do FGTS: o Digital e o Saque de Aniversário. O Digital é para saques online. Já o Saque de Aniversário é para quem optou por receber nesta data uma porcentagem anualmente do benefício.

Como consultar o FGTS?

Existem três formas de consultar FGTS: pelo site da Caixa Econômica Federal, pelo aplicativo e por SMS ou e-mail.

No site, é preciso fazer um cadastro a partir do NIS. Pelo celular, é preciso baixar o app da Caixa e cadastrar. Já na opção SMS ou e-mail é possível receber o extrato mensal após o cadastro no site ou no app. Por fim, o saque é feito nas agências da Caixa ou por meio do Saque Digital.

O conteúdo foi útil para você? Veja mais em nosso canal no YouTube e no podcast Serasa Ensina!