Entrar

Fies dívida perdoada: entenda o que significa para suas finanças

Você sabe o que é fies dívida perdoada? Caso tenha um empréstimo estudantil no Fies, poderá ter um bom desconto caso esteja em atraso

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 03 de maio de 2022.

Desde a primeira semana de março de 2022, as instituições do Fies abriram iniciativa de descontos de até 92% da dívida para renegociação. Com isso, surgiu o termo “Fies dívida perdoada”. Você sabe o que é?

Se você possui financiamento para estudar o ensino superior em uma escola privada, e se está com mensalidades do Fies atrasadas, poderá resolver a pendência com desconto na fatura.

Hoje, inadimplência do Fies ultrapassa os 50%, com um montante de R$ 87,2 bilhões. É nesse contexto que surge MP 1090, que passou a ter vigência em março, e ajudará os estudantes que fizeram financiamento até 2017 a quitar suas dívidas.

Todos sabem da importância de ter uma graduação. Porém, muitos estudantes de baixa renda não conseguem pagar as despesas de uma universidade particular e acabam entrando em dívidas. Por isso, existe agora o incentivo do governo para que os alunos consigam quitá-las. Continue lendo para saber mais!

O que é Fies?

O Fies é uma sigla para Fundo de Financiamento Estudantil.

Trata-se de um programa do governo, particularmente do Ministério da Educação, que tem como objetivo auxiliar estudantes universitários de baixa renda a pagar parcelas de mensalidades durante a graduação em universidades privadas.

Em geral, a inscrição no programa acontece duas vezes no ano. Para participar, o aluno deve fazer ao menos 450 pontos nas provas e ter nota maior que zero na redação do Enem.

Além disso, não podem participar alunos que:

• Estão com matrícula trancada;
• Já foram contemplados anteriormente com o programa;
• Estão inadimplentes no Programa de Crédito Educativo;
• Recebam bolsa total do Prouni;
• Tenham bolsa parcial do Prouni em outro curso.

Para conseguir se registrar, o curso presencial precisa ter pontuação de no mínimo 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). É importante consultar a lista de cursos disponíveis e as instituições antes de se candidatar.

O processo seletivo do Fies acontece de acordo com a nota do Enem. Quanto mais elevada sua nota, aumentam-se as chances de que você consiga uma vaga no Fies.

Vale lembrar que a inscrição é apenas on-line, no Sistema Informatizado do FIES.

Nada mais justo do que ter um sistema que facilite o ingresso de estudantes que precisam de empréstimo estudantil para fazer ensino superior, certo?

Isso eleva o nível educacional no país e amplia oportunidades no mercado de trabalho.

Como funciona a dívida perdoada do FIES

Apesar de haver a possibilidade de acesso facilitado ao ensino superior, muitos estudantes acabam se endividando no Fies. Isso pode acontecer tanto por falta de planejamento financeiro quanto por imprevistos, como dificuldade de encontrar um emprego ao sair da graduação.

Por isso, o governo liberou formas facilitadas de pagamento com perdão de uma parte considerável da dívida.

O desconto vai variar segundo o período de atraso e o perfil do aluno. Os estudantes que estão registrados no CadÚnico ou que receberam Auxílio Emergencial terão perdão de 92% da dívida. Estima-se que quase 550 mil alunos se encaixam nessa categoria.

Para alunos com atrasos há mais de 360 dias, o desconto vai ser de 86,5%, o que inclui o abate de juros e multas.

O menor valor da prestação é de R$ 200, e as transações podem ser feitas por meio digital nos sites da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, que são credores do Fies.

No Fies dívida perdoada, também poderá haver ajuste para estudantes com dívidas há mais de 90 dias, com desconto de 12% a 86,5%.

Além disso, o saldo pode ser dividido em até 10 vezes. Já para os atrasos de 90 a 360 dias, as parcelas podem ser divididas em até 150 vezes.

Vale lembrar que se o seu nome foi negativado em decorrência do empréstimo, ao quitar a dívida seu nome volta a ficar limpo.

Entenda quais são as regras

A dívida do Fies pode ser perdoada e essa etapa é importante se você possui pendências.

Existe a possibilidade de descontos para quem possui pendências no Fies. Mas, além dos descontos, há também a chance de conseguir um parcelamento especial.

Os estudantes que têm dívidas atrasadas há mais de 360 dias terão o aval para parcelar o restante do valor, depois do desconto aplicado. Tudo isso pensando na facilidade de pagamentos.

Nesse caso, as parcelas são de até 10 vezes, com juros estipulados pelo Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC).

Se você fizer parte do Fies e não pagar 3 parcelas ao renegociar a dívida, perderá o direito ao refinanciamento e o desconto perderá a validade.

Vale lembrar que, no Fies dívida perdoada, em caso de atraso no pagamento das parcelas, incidirão juros de 1% ao mês e multa de 2% sobre as demais parcelas.

Portanto, uma vez que você fizer o parcelamento, é essencial que se comprometa a pagar em dia as parcelas. Caso contrário, o perdão da dívida não terá o mesmo efeito.

Se interessou e quer fazer a simulação da renegociação? Basta entrar no banco com qual você possui o contrato do Fies!

O que devo fazer para me inscrever no Fies?

Caso ainda não tenha se inscrito no Fies, a inscrição pode ser realizada pelo Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

Se você se inscrever de janeiro a junho, o financiamento será relativo ao primeiro semestre. Se fizer de julho a dezembro, será relativo ao segundo semestre.

Para se registrar, você deve seguir alguns passos. Confira a seguir.

Inscrição do SisFies

Acesso ao SisFies e preencha as informações solicitadas. Ou seja, informe o CPF, e-mail, dia de nascimento e uma senha para se cadastrar. Confira o e-mail e faça a confirmação.

Depois, você já pode acessar o SisFies para completar dados pessoais e sobre o curso de ensino superior.

Valide os dados

Após a inscrição, será necessário validar os dados na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na própria faculdade, no prazo de 10 dias.

Contrate o financiamento

Depois de validar os dados, você terá em mãos o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI).

Em seguida, você deve ir ao Agente Financeiro do FIES no prazo de 10 dias. Esse prazo é contado a partir do 3º dia útil após a validação no CPSA.

Para contratar o financiamento, você deve se dirigir a uma agência bancária credenciada ao Fies. Por exemplo, a Caixa ou Banco do Brasil.

Por fim, vimos neste artigo o que é e como ter a dívida do fies perdoada, além de como se inscrever neste programa educacional.

Esperamos que essas informações tenham resolvido as suas dúvidas!

Leia também o artigo: Como negociar dívida do Fies