Entrar

O que é negativado: entenda por que o nome fica sujo e como solucionar

Você sabe o que é negativado? Se você está com alguma dívida pendente, precisa se preocupar para não ter o nome sujo. Saiba como proceder!

colunista Veridiana Lopes
Publicado em: 03 de maio de 2022.

Você possui uma dívida e seu nome ficou sujo? Caso esteja nessa situação, leia este artigo até o final, porque explicaremos exatamente o que é negativado e o que fazer para sair dessa!

Muitos consumidores brasileiros passam por isso e, às vezes, o problema se estende por anos. Porém, existem formas de solucionar esse impasse, e é mais simples do que você imagina — em poucas etapas, já é possível limpar o seu nome! Continue lendo para saber como.

Entenda o que é negativado

Negativado é um termo que se utiliza para explicar a situação em que um consumidor tem uma dívida pendente e, por conta disso, ficou com restrições ao seu nome. Por exemplo, se você não pagou uma fatura, depois de 30 dias a empresa pode inscrever o nome e o CPF em órgãos de proteção ao crédito, como a Serasa.

Mas calma! Antes de negativar o consumidor, as empresas costumam enviar avisos para o endividado. Esses avisos são obrigatórios, assim, você tem como saber antes se o seu nome ficará sujo.

Outro ponto importante é que ter o nome negativado não é a mesma coisa que ter uma conta atrasada. Muitas vezes, você está em atraso com alguma fatura, mas o nome não está sujo. Ele só ficará negativado se a empresa tiver a iniciativa de registrá-los em órgãos de proteção ao crédito.

Aqui na Serasa, você pode negociar tanto a dívida negativada quanto a conta atrasada.

Assista | Serasa Responde: o que é inadimplência?

O que acontece quando a empresa negativa ou protesta inadimplentes?

Já vimos o que significa estar negativado, ou seja, o cliente que não pagou uma dívida e teve o registro do nome incluído nos birôs de crédito como “mau pagador”.

Mas, como dissemos, logo antes da negativação, a própria Serasa envia um aviso para que o consumidor tenha tempo de pagá-la. Se você recebe um aviso, provavelmente vai tentar dar um jeito de quitar o débito, certo? Afinal, ninguém é que quer ficar com o nome sujo, não é mesmo?

Para negativar, o custo total é da empresa. Além disso, se o consumidor pagar a dívida e limpar o nome, o pagamento é feito na Serasa ou diretamente com a empresa.

Nesse caso, a empresa vai até um cartório e leva um documento comprovando que a dívida não foi paga. Com isso, o tabelião vai analisar o caso e verificar se a dívida poderá ser protestada. Se sim, o próprio cartório emite uma intimação, que é endereçada de forma pessoal à casa do inadimplente.

Já imaginou que constrangimento receber uma intimação do cartório em casa? Para evitar isso, o melhor a fazer é ter um bom planejamento das finanças.

Vale lembrar que os custos das despesas no cartório ficarão sob responsabilidade do devedor, e o cartório apenas recebe os valores quando a dívida é quitada.

O que é melhor para a empresa: negativar ou protestar?

Além de saber o que significa negativado, é importante entender duas situações diferentes: a negativação e o protesto.

Para a empresa, pode parecer que optar pelo protesto é mais benéfico. Afinal, ela não terá que arcar com as despesas no cartório. Porém, é preciso avaliar bem a situação antes de tomar uma decisão.

Um dos pontos é que o cliente protestado nem sempre aparece como negativado nos birôs de crédito. Por outro lado, você pode fazer uma negativação com protesto nos órgãos de proteção ao crédito.

Embora haja um custo para a empresa nesse caso, isso contribui para que haja uma melhor qualidade de dados sobre devedores.

Mas como a empresa decide se vai negativar ou protestar o consumidor com dívidas em atraso? Bom, isso vai depender de qual é o tipo de dívida cobrada.

Para valores baixos, não compensa optar pelo protesto, pois os custos das despesas com cartório podem ser até maiores que os valores a receber, dependendo do valor da dívida. Ou seja, se o cliente não pode pagar nem um valor baixo da dívida, provavelmente ele também não poderá pagar as despesas cartoriais.

Por isso, negativar pode ser a melhor opção nessa situação.

Quando é melhor protestar uma dívida?

O protesto da dívida vale mais a pena para dívidas de valores maiores. Por exemplo, acima de R$ 400. E, para as empresas, o ideal é fazer o protesto e a negativação.

Dessa forma, o devedor constará como inadimplente no mercado, caso outras empresas o consultem, o que gera uma certa pressão para que ele se sinta obrigado a resolver o problema da dívida.

Em outras palavras, se o devedor tentar fazer alguma compra a prazo, por exemplo, ele terá dificuldades. Isso faz com que procure meios de resolver o débito. E, portanto, para ter crédito no mercado e aumentar o Score, a maneira mais eficaz de solucionar a questão é quitar a dívida.

Para pagar a sua dívida, você pode fazer uma negociação com a Serasa, com condições especiais de pagamento. E, mesmo que você resolva fazer isso de forma parcelada, depois de pagar o primeiro boleto o nome já não estará mais sujo. Você passa de “inadimplente” para apenas “endividado”.

O que acontece quando o nome fica negativado?

Se o nome está sujo, você terá muitas dificuldades na sua vida financeira. Isso impacta o seu score de crédito e, consequentemente, terá restrições e dificuldades para conseguir dinheiro emprestado no mercado.

Por exemplo, vamos supor que você está se planejando há um tempo para pegar um financiamento e comprar a casa própria. Porém, por um deslize e falta de planejamento, esqueceu que tinha uma dívida de baixo valor que venceu há dois meses.

Caso a empresa tenha registrado seu nome na Serasa, muito provavelmente você não conseguirá realizar o financiamento.

Viu como uma simples dívida pode até mesmo adiar os seus sonhos?

Pensando nisso, não deixe nenhuma dívida em aberto! Quite o mais rápido possível e tenha sempre as contas em dia.

Leia também: Como quitar dívidas