Entrar

Dívida caduca: entenda como funciona

Por Flavia Marques

Entenda o que é dívida caduca, quais são as consequências de mantê-la e se depois de cinco anos a dívida pode ser cobrada.

Você já deve ter ouvido falar sobre dívida caduca, não é mesmo? O problema é que, apesar de ser um assunto bastante comentado, poucos realmente entendem o que isso quer dizer. Pensando nisso, criamos este conteúdo para tirar todas as suas dúvidas sobre o tema.

Dívida caduca: quando o problema começa?

Em momentos de dificuldade financeira, quando as despesas se tornam maiores do que o orçamento, é natural que o consumidor não consiga pagar todas as contas e fique inadimplente.

Nessa situação, as empresas para as quais ele deve podem negativar o seu nome, ou seja, incluir o CPF desse consumidor no cadastro dos birôs de crédito, como a Serasa. De acordo com o Mapa da Inadimplência, o estudo mais recente sobre endividamento feito pela Serasa, atualmente mais de 62 milhões de brasileiros estão com o nome sujo – e algumas dessas pessoas pensam que não precisam se preocupar em quitar seus débitos. Mas por quê?

Esses consumidores acreditam que a dívida caduca e que, depois de alguns anos, ela deixará de existir. Mas, na verdade, não é bem assim que a coisa funciona.

Afinal, o que significa dívida caduca?

Uma dívida caduca é aquela que tem mais de cinco anos. Depois desse período, ela deixa de ficar visível ao mercado por meio dos birôs de crédito, como a Serasa.

Em outras palavras, essa dívida negativada não pode mais aparecer nos órgãos de proteção ao crédito e fica “invisível” para outras empresas – mas a credora ainda tem acesso a essa informação e pode continuar cobrando essa pendência.

Isso também quer dizer que, mesmo depois dos cinco anos, o consumidor inadimplente pode negociar e quitar essa dívida.

Então a dívida prescrita deixa de existir?

Na verdade não, e é aí que muitos se enganam. A dívida caduca apenas deixa de ficar visível para outras empresas, mas a pendência continua em aberto com o credor.

Existe, ainda, outro ponto a ser considerado. As dívidas com bancos também entram nesses mesmos critérios, mas com uma diferença importante: mesmo depois de cinco anos, quando saem dos birôs de crédito, essas dívidas ficam registradas no Serviço de Informações de Crédito do Banco Central, que está disponível para todas as empresas do ramo consultarem.

Aí você já sabe, né? Ao consultar o seu CPF, qualquer instituição financeira pode dificultar suas chances de conseguir crédito por entender que o risco de emprestar dinheiro a você é maior.

Com a dívida caduca meu nome sai da Serasa, não é?

Sim. Como já mencionamos, após cinco anos a dívida caduca deixa de existir no cadastro de inadimplentes da Serasa e dos demais birôs de crédito.

Apesar disso, ela ainda vai estar ativa para a credora, poderá ser cobrada e até aparecer no Serasa Limpa Nome como uma oferta de negociação, mas isso não quer dizer que a dívida poderá ser consultada pelo mercado.

Quando a dívida caduca, o que acontece com o Score?

O Serasa Score é calculado com base em alguns critérios e a pontuação final é definida de acordo com o comportamento financeiro do consumidor.

Um desses critérios é o histórico de dívidas, que hoje é responsável por uma fatia importante da sua pontuação: aproximadamente 19%.

Na prática, quando você tem contas atrasadas e dívidas negativadas, esse fator pode prejudicar o seu Serasa Score. Mas, depois de cinco anos, como a dívida deixa de existir para os birôs de crédito, ela também deixa de ser considerada no cálculo da sua pontuação.

Preciso pagar a dívida prescrita?

Sim, pois para a credora você continua tendo uma pendência. Isso prejudica o seu relacionamento com a instituição e, no caso dos bancos, com todas as empresas do setor financeiro.

Nessa situação, o seu acesso a cartões de crédito, empréstimos, financiamentos e diversas outras modalidades de crédito fica mais restrito.

Como regularizar essa dívida?

Não importa quanto tempo passou: para as empresas credoras, sempre vai ser interessante receber o dinheiro da sua dívida atrasada. Por isso, a maioria se dispõe a negociar essa pendência e oferecer melhores condições de pagamento para o consumidor.

Para tornar esse processo de negociação mais fácil e se livrar de vez dessa pendência, você pode contar com o Serasa Limpa Nome, a maior plataforma de negociação de dívidas do país. Lá, você pode encontrar até dívidas caducas disponíveis para acordo.

E o melhor: durante o Feirão Serasa Limpa Nome, mais de 100 empresas entre bancos, universidades, recuperadoras de crédito, lojas e operadoras de telefonia vão oferecer descontos de até 99% e condições facilitadas para quem quiser negociar. Você pode conferir a lista completa e atualizada das empresas na página de parceiros do Serasa Limpa Nome.

Hoje, mais de 60% das dívidas dos brasileiros estão disponíveis na plataforma da Serasa, então você tem grandes chances de conseguir uma boa oferta.

Então, ficar com uma dívida caduca não compensa?

É isso mesmo. Como você percebeu, ficar com uma dívida caduca é continuar com uma pendência financeira e isso ainda pode atrapalhar o seu relacionamento com o mercado.

O primeiro passo para regularizar essa situação é consultar o valor atual da sua dívida. Então, acesse o Serasa Limpa Nome e descubra se há ofertas disponíveis para você negociar com desconto. Se a empresa para a qual você deve não for uma parceira da Serasa, entre em contato direto com ela e tente negociar melhores condições de pagamento por conta própria.

Antes de fechar um acordo, lembre-se sempre de avaliar o seu orçamento para entender quanto você tem disponível por mês para quitar sua dívida caduca ou qualquer outra. Na dúvida, escolha uma negociação em mais parcelas para garantir que não vai ter aperto no meio do caminho.

Leia também | 5 dicas de negociação de dívidas

Agora que você já sabe o que é dívida caduca e quais são as consequências de manter essa pendência depois de tantos anos, esperamos que possa dar o primeiro passo para negociar esse débito, voltar a ter tranquilidade para organizar suas finanças e ter acesso a crédito de qualidade. Acesse o blog do Serasa Limpa Nome e confira mais conteúdos sobre o tema!