Entrar

7 dicas de planejamento para juntar dinheiro que você precisa conhecer

Confira dicas práticas para fazer um planejamento para juntar dinheiro e saiba como isso pode ajudar a organizar suas finanças

Foto Vanessa Ferreira
Publicado em: 19 de janeiro de 2022.

Fazer um planejamento para juntar dinheiro pode parecer uma tarefa difícil e que poucas pessoas são capazes de enfrentar. Porém, organizar as finanças olhando para o futuro é fundamental para quem deseja realizar sonhos e ter qualidade de vida.

Quem acha que guardar dinheiro é algo que só interessa a quem tem uma renda mais alta, está enganado. Mesmo quando não ganhamos o salário dos sonhos é possível se organizar para fazer uma reserva para o futuro.

Fazer esse plano é importante também é importante para evitar apertos e problemas financeiros quando acontecem imprevistos.

Um bom exemplo é a pandemia de COVID-19. Segundo a pesquisa O Bolso dos Brasileiros 2021, realizada pela Serasa em parceria com a Opinion Box, 38% dos brasileiros tiveram uma diminuição de renda durante a pandemia. Enquanto que 50% responderam que os gastos aumentaram no período.

Ou seja, esses anos têm sido desafiadores para os brasileiros. Nessas horas, quem havia feito um planejamento para juntar dinheiro anteriormente deve ter passado por esse período com mais tranquilidade.

Sabemos que isso foi algo pontual, mas muitas vezes acontecem outros imprevistos, como desemprego ou gastos extra com a saúde. E, nesses

casos, é sempre bom ter a tranquilidade de ter uma reserva de emergência guardada para não bater o desespero.

É importante saber que mesmo que você não tenha uma renda muito alta. Com organização é possível começar um planejamento para juntar dinheiro, seja ele de curto ou longo prazo. Nesse texto vamos te contar algumas dicas para você colocar suas finanças em ordem e pensar no futuro.

Planejamento financeiro exige mudança de hábitos

Para começar é fundamental ter em mente que alguns hábitos podem ter que ser revistos. Conseguir juntar dinheiro pode parecer difícil, mas é uma questão de educação financeira e organização.

Você não conseguirá se livrar de gastos essenciais como aluguel, contas de energia e telefonia ou gastos com transporte. Mas todo mundo tem aqueles gastos extras que podem ser um pouco controlados.

Isso não significa cortar todos os gastos que não são essenciais, mas sim definir algumas prioridades. E, a partir disso, fazer um controle mais próximo de como o dinheiro vai embora.

Planejamento para juntar dinheiro em 7 dicas práticas

Mas a dúvida que fica é como fazer para criar esse plano. Abaixo listamos algumas dicas de como guardar dinheiro e aprender a organizar as finanças e começar a juntar dinheiro rápido.

Defina suas metas financeiras

O primeiro passo é pensar no que você deseja para a sua vida nos próximos meses e anos. E, a partir disso, definir suas metas financeiras, que nada mais são que seus objetivos. Isso servirá como um guia e uma motivação para você criar o hábito de poupar.

Por exemplo, se você tem um sonho de realizar uma viagem ou de comprar um imóvel próprio é interessante pesquisar o quanto você precisar ter guardado para realizar esse sonho. E a partir disso estabelecer um prazo razoável para chegar a esse objetivo.

Saiba quanto você pode poupar

Com objetivos definidos é hora de olhar para as suas contas atuais. Saber exatamente quanto dinheiro entra e quanto sai é fundamental. Além disso, é importante saber como você gasta o seu dinheiro.

A melhor forma de fazer isso é anotar em um papel ou uma planilha os seus gastos de alguns meses e categorizá-los. Com esses valores em mãos você vai saber quanto dinheiro sobra para poupar.

Nessa análise também é possível identificar em quais categorias é possível economizar dinheiro, que também pode ser poupado.

Negocie suas dívidas

É muito mais difícil poupar dinheiro quando estamos endividados. Por isso, a prioridade deve ser quitar todos os compromissos que você tem em aberto. Busque maneiras de negociar suas dívidas para conseguir descontos e melhores formas de pagamento.

Isso permite que você consiga quitar esses valores com mais tranquilidade e se planeje para começar a poupar assim que estiver com as contas em dia.

Tenha uma renda extra

Se você deseja guardar um montante de forma rápida pode valer a pena ter uma renda extra. Você pode fazer isso oferecendo um serviço em que é qualificado durante as horas em que não está trabalhando, por exemplo.

Economize com gastos supérfluos

Como dissemos, tem alguns gastos que não podemos evitar mas, existem aqueles que nem sempre precisamos fazer. As compras por impulso são um desses custos que devem ser tirados do seu orçamento.

Para fazer isso é preciso bastante controle, o que pode ajudar é na hora de fazer uma compra sempre avaliar se aquilo é mesmo necessário ou se pode ser adquirido em outro momento.

Escolha um método e poupar dinheiro

Existem diversas formas de poupar dinheiro e até métodos conhecidos, como o desafio das 52 semanas, que é um plano de guardar dinheiro por semana.

Antes de decidir como você irá fazer o seu planejamento para juntar dinheiro, pesquise esses métodos e avalie o que se encaixa melhor na sua vida.

Esses métodos permitem que você crie o hábito de poupar e passe a fazer isso com mais facilidade depois de um tempo.

Utilize recursos tecnológicos

Atualmente está muito mais fácil controlar as finanças pessoais com diversos aplicativos e recursos tecnológicos existentes.

Através de aplicativos é possível ter uma visão clara dos seus gastos e rendimentos e controlar tudo o que entra e sai.

Uma dessas opções é a Carteira Digital, um lugar onde você pode controlar seus gastos de forma simples e unificada. Na Carteira Digital Serasa, por exemplo, é possível organizar toda a sua vida financeira em um só lugar. Além de fazer pagamentos, transferências e até negociação de dívidas.

Fazer um planejamento para juntar dinheiro não só é possível, como também é algo que vai permitir que você tenha mais tranquilidade e qualidade de vida. Se você se animou com essa possibilidade, pode conferir mais dicas sobre organização financeira pessoal e como cuidar melhor do seu dinheiro.