Entrar

Calendário financeiro: o que é e como planejar o seu?

O calendário financeiro pode ajudar a organizar as finanças, economizar e manter seu score em dia. Saiba como e aprenda a fazer o seu.

Foto elaine ortiz
Publicado em: 18 de janeiro de 2022.

Você sabe o que é e para que serve um calendário financeiro? Aproveitar o início de um novo ano para organizar as finanças, passar um pente fino em todos os gastos e cortar o que é desnecessário pode ser muito útil. Ajuda você a economizar, a manter as contas em dia e a ficar bem longe do endividamento.

Se você quer descobrir o que é um calendário financeiro e aprender a montar o seu, é só continuar a leitura!

Calendário financeiro: o que é e para que serve?

Contar apenas com a memória para lembrar de todos seus compromissos financeiros pode ser uma grande cilada. Mesmo se você considera que é uma pessoa que “não esquece de nada”, existe sim o risco de alguns pagamentos ficarem pendentes porque você simplesmente não se lembrou de pagar aquela conta.

Um dia difícil no trabalho, uma noite mal dormida, uma gripe forte, todos esses imprevistos podem acontecer e aí a chance de a conta cair no esquecimento aumenta consideravelmente.

É por isso que existe o calendário financeiro, que nada mais é do que uma ferramenta que ajuda na organização das contas do dia a dia. Quando você cumpre seus compromissos financeiros, fica mais longe de pagar juros desnecessários, mantém seu score em um bom nível e ainda começa a pegar gosto por controlar suas finanças e entender para onde vai seu dinheiro todos os meses.

As chances de você se apaixonar por essa organização financeira são imensas. Visualizar seus gastos sempre ajuda a economizar e o processo não precisa ser difícil, chato ou cheio de fórmulas. Dá para ser simples, utilizando apenas uma agenda, um planner financeiro, um aplicativo, a agenda do seu celular ou uma planilha simples de Excel.

Por que é importante usar um calendário financeiro?

Um calendário financeiro é um administrador de finanças, uma forma de acompanhar seus gastos e ganhos no dia a dia e serve para anotar contas, objetivos, compras e despesas nas datas em que elas devem ocorrer.

Além de contribuir para que nenhuma conta seja paga após o vencimento, o calendário financeiro é interessante porque ajuda o usuário a enxergar o quanto está gastando, com o que e, assim, encontrar oportunidades de cortes e economizar.

Serviços de streaming, assinaturas com renovação automática, anuidades de cartões de crédito que podem ser negociadas, seguros e produtos bancários debitados automaticamente e que você nem usa. Todos estes gastos invisíveis ficam mais claros quando você organiza seu calendário financeiro.

Outra coisa que acontece quando você organiza suas finanças é que você percebe nitidamente alguns erros que custam seu dinheiro mês a mês. Quer um exemplo? A data de vencimento do seu cartão pode estar para antes do recebimento do seu salário. Com isso, você pode atrasar alguns dias todos os meses e arcar com juros altos.

Em linhas gerais, o calendário financeiro te ajuda a enxergar a data de vencimento das suas contas, evitando que você pague juros e multas desnecessárias; permite planejar com antecedência grandes gastos, como aqueles decorrentes de início de ano (IPVA, IPTU, rematrícula, material escolar) e até mesmo a se planejar para guardar dinheiro e quem, sabe, começar a investir.

Fazendo um calendário financeiro a sensação que você vai ter, além de controle, é que seu dinheiro rendeu mais.

Leia também | Material escolar barato: 5 dicas infalíveis para economizar

6 passos para montar seu calendário financeiro

Confira como montar seu calendário financeiro agora mesmo e começar 2022 com o pé direito.

1. Defina onde fará o calendário

O primeiro passo é escolher onde irá fazer o calendário financeiro. Vai usar o calendário do celular, planilha do computador, agenda, planner ou aplicativo? Avalie o que funciona mais no seu cotidiano. O importante é que você escolha um meio funcional, que te motive a utilizar o calendário. Não precisa ser complicado para ser bom.

2. Faça uma lista com tudo que vai constar no calendário

As informações mais importantes que não podem faltar em um calendário financeiro são:

Renda: marque todas as entradas do mês. Por exemplo: salário, aluguel que recebe, pagamento por serviços extra.

Contas: anote todas as contas nas respectivas datas de vencimento e não se esqueça das contas que você paga somente uma vez por ano ou de tempos em tempos, como IPVA, por exemplo. E inclua também tudo o que estiver em débito automático para saber quando aquele dinheiro vai sair da conta.

Dívidas: se tiver dívidas, anote as datas de vencimento junto ao número da parcela. Exemplo: R$ 400 reais, parcela 4 de 10. Assim você saberá exatamente quantos meses faltam para você quitar aquela pendência.

3. Metas para poupar

Reserve um dia no calendário, logo após seu pagamento, para guardar um valor mensal e montar uma reserva de emergência. Muita gente deixa para guardar somente o que e se sobrar. Mas o primeiro dinheiro que deve sair da sua conta é o que será economizado e, um dia, investido.

Mas, claro, não adianta nada separar o dinheiro para poupar e não pagar o restante das contas. Se você ainda está gastando mais do que ganha, é mais importante ainda montar seu calendário financeiro para encontrar oportunidade de economias e equilibrar as finanças.

4. Preveja o futuro

Uma das coisas mais legais do calendário financeiro é a possibilidade de se organizar com antecedência para o futuro. Por ser um calendário, você consegue lançar todas suas entradas, gastos fixos e gastos previstos e ter uma ótima noção do quanto poupará no fim do ano se não fugir muito daquilo que foi planejado. Visualizar isso motiva a poupar ainda mais.

5. Faça seu calendário ser agradável

Ninguém gosta de usar ferramentas que não são agradáveis visualmente, ou que são confusas, ou que têm pouco espaço para anotações. Use cores, letras bonitas, ícones, o que te ajudar a deixar seu calendário mais agradável para você.

6. Agende lembretes no celular

inda que você escolha fazer seu calendário financeiro em uma agenda ou planner, utilize seu celular para registrar alarmes, lembretes que avisam que a conta X deve ser paga naquele dia.

Pode parecer trabalhoso no início, mas depois tudo fica mais fácil. Os benefícios que você vai obter organizando suas contas e utilizando um calendário financeiro compensarão todo o esforço. E, depois de montado, é só alimentá-lo frequentemente (pode ser uma vez por semana, por exemplo). E não abandoná-lo.

Agora que você já sabe o que é um calendário financeiro, entendeu que a ferramenta ajuda a manter você com seu score em dia, longe de dívidas, e até a economizar seu dinheiro, e já aprendeu a montar o seu, descubra como ter uma vida financeira inteligente e organizar seu orçamento de forma estratégica.